Dias de Julho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Petrogrado, 4 de julho de 1917. Demonstração nas ruas em Nevsky Prospekt pouco após as tropas do Governo Provisório começarem a abrir fogo com metralhadoras.

Os Dias de Julho se referem a eventos em 1917 que ocorreram em Petrogrado, Rússia, entre 3 de julho e 7 de julho (Calendário juliano) (16 de julho-20 de julho, Calendário gregoriano), quando soldados e trabalhadores industriais na cidade se revoltaram contra o Governo Provisório Russo. Os bolcheviques tentaram exercer um papel de liderança na revolta, que fracassou. Kerensky ordenou a prisão de seu líder, Vladimir Lênin, que consegui fugiu, enquanto outros dirigentes foram presos.[1] O resultado dos Dias de Julho representou um declínio temporário no crescimento do poder e influência bolchevique no período anterior à Revolução de Outubro.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. A History of Western Society. Chapter Outlines. Chapter 27: The Great Break: War and Revolution, Seventh Edition. John P. McKay, University of Illinois, Urbana-Champaign; Bennett D. Hill, Georgetown University; John Buckler, University of Illinois, Urbana-Champaign