Sean Combs

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Diddy)
Ir para: navegação, pesquisa
Sean Combs
O cantor Diddy em 2010
Informação geral
Nome completo Sean John Combs
Também conhecido(a) como Diddy, P. Diddy, Puff Daddy, Puffy, Sean John
Nascimento 4 de Novembro de 1969 (45 anos)
Nova Iorque, NY
 Estados Unidos
Gênero(s) Hip-Hop, R&B contemporâneo
Período em atividade 1991 - presente
Outras ocupações Rapper, produtor musical, ator, designer de moda, dançarino, cantor
Gravadora(s) Bad Boy Records, Interscope Records
Afiliação(ões) Notorious B.I.G., Jay-Z, Mase, Junior M.A.F.I.A., Faith Evans, Usher, Rick Ross, Craig Mack, Lil' Kim, Busta Rhymes, 112, Total, LL Cool J, Mary J. Blige, Jodeci, Heavy D, Andre Harrell,Christina Aguilera R. Kelly
Página oficial diddy.com

Sean John Combs (Nova Iorque, 4 de Novembro de 1969),[1] mais conhecido como Diddy, é um produtor musical americano. Diddy é ator e detentor de um império que inclui a editora discográfica Bad Boy Records, as linhas de roupa Sean John e Sean por Sean Combs, uma produtora de filmes e uma cadeia de restaurantes. Já foi executivo, produtor, escritor, organizador, desenhista de roupa, actor, cantor e rapper. Em Agosto de 2006, a sua alcunha e nome artístico era Diddy (adotado em Agosto de 2005). Anteriormente, era conhecido como Puff Daddy, P. Diddye Puffy (este último acabou por levantar questões legais com a banda japonesa Puffy AmiYumi). Como fundador e CEO da Bad Boy Records (uma das impulsionadoras em tornar o hip hop cada vez mais conhecido, o que fez com que Sean Combs fosse uma das pessoas mais ricas da indústria do entretenimento), Sean Combs primeiro ganhou fama como executivo da editora discográfica Uptown Records e mais tarde como executivo da sua própria editora discográfica, gravando canções de artistas como Father MC, Jodeci, Mary J. Blige, Craig Mack, Notorious B.I.G., Faith Evans, 112, Ma$e, Boyz N Da Hood, Total e Carl Thomas. A editora discográfica ascendeu e tornou-se mais conhecida em 1994 com o lançamento do CD Ready to Die de Notorious B.I.G., e continuaria o seu sucesso até ao fim da década de 90, embora a morte de Notorious B.I.G. e a saída de alguns artistas da editora discográfica causaram o seu decréscimo de popularidade até aos dias de hoje. Em 2014, sua fortuna foi estimada em US$ 700 milhões, sendo considerado como a pessoa mais rica do hip hop.[2]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns[editar | editar código-fonte]

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Ano Categoria Gênero Canção Resultado
1998 Artista Revelação Geral N/a Indicado
1998 Melhor performance de Rap por uma dupla ou grupo Rap Can't Nobody Hold Me Down Indicado
1998 Melhor performance de Rap por uma dupla ou grupo Rap Mo Money Mo Problems Indicado
1998 Melhor performance de Rap por uma dupla ou grupo Rap I'll Be Missing You Venceu
1998 Melhor Álbum de Rap Rap No Way Out Venceu
2000 Melhor performance de Rap por uma dupla ou grupo Rap Satisfy You Indicado
2002 Melhor performance de Rap por uma dupla ou grupo Rap Bad Boy For Life Indicado
2003 Melhor performance de Rap por uma dupla ou grupo Rap Pass the Courvoisier (Part 2) Indicado
2004 Melhor performance de Rap por uma dupla ou grupo Rap Shake Ya Tailfeather Venceu

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Broom icon.svg
Seções de curiosidades são desencorajadas pelas políticas da Wikipédia.
Ajude a melhorar este artigo, integrando ao corpo do texto os itens relevantes e removendo os supérfluos ou impróprios.
  • P. Diddy também faz filmes, entre eles "Vencer o preconceito", onde é o pai de uma família negra que sofre com o racismo dos vizinhos.
  • P. Diddy vendeu 50% de sua gravadora, a Bad Boy Records, para a Warner Music. O produtor e empresário estava tentando vender a empresa desde 2003, quando deixou a Arista Records, mas não conseguiu fechar o negócio - na época ele esperava que o selo fosse avaliado em US$ 100 milhões. Ele teria recebido cerca de US$ 30 milhões e deve continuar com o controle criativo do selo - que não tem emplacado hits há vários anos. A gravadora Bad Boy ficou famosa nos anos 90 por conta de discos de Combs e do rapper The Notorious B.I.G., assassinado em 1997[3] .
  • P.Diddy já namorou a também cantora e atriz Jennifer Lopez.
  • Em 2012 fez uma participação na série Hawaii Five-0 como o detetive Reggie Cole.
  • Também em 2013, Diddy cantou na Wrestlemania XXIX, antes da luta entre Alberto Del Rio vs Jack Swager.

Referências

  1. 1999 Duty Captain's Report CourtTV.
  2. Clun, Rachel (26 de março de 2014). Puff Daddy in, P. Diddy out in latest Sean Combs name game The Sydney Morning Herald Fairfax Media. Visitado em 25 de maio de 2014.
  3. http://ouvintesjpfm.blog.uol.com.br/arch2005-04-10_2005-04-16.html1997/ P.Diddy no Ouvintes Jovem Pam

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Sean Combs