Die Fledermaus

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Music-segno.pngSearchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa e/ou não apresentar fontes. (desde março de 2010)

Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo.

Considere contatar um dos usuários participantes do Portal da Música Erudita.


Die Fledermaus
O Morcego
Idioma original Alemão
Compositor Johann Strauss II
Libretista Carl Haffner e Richard Genée
Tipo do enredo Comédia
Número de atos 3
Número de cenas 3
Ano de estreia 1874
Local de estreia Viena, Áustria

Die Fledermaus (port. "O Morcego") é uma opereta cômica em três atos do compositor alemão Johann Strauss. Ela estreou em 5 de abril de 1874 no Theater an der Wien em Viena, Áustria.

Personagens[editar | editar código-fonte]

Rosalinde (esposa de Eisenstein, uma jovem bela e maliciosa cansada do olhar impudente de seu marido) soprano
Gabriel von Eisenstein (marido de Rosalinde e amigo de Falke, um galanteador romântico que adora pregar peças. No início da ópera ele é sentenciado a oito dias na prisão por desacato civil) barítono
Dr. Falke (um jovem engenhoso com boas conexões. Humilhado no passado pelo seu amigo Eisenstein, Falke está determinado a dar o troco) barítono
Alfred (Cantor operático e ex-admirador de Rosalinde, um romântico e egotista incurável) tenor
Adele (A atraente e jovem empregada doméstica dos Eisensteins) soprano
Ida (Irmã de Adele, uma requintada dançarina de balé) papel-falado
Príncipe Orlofsky (príncipe russo milionário que dá as festas mais extravagantes de Viena - mas quase tudo lhe entedia) mezzo-soprano
Frank (O diretor do cárcere) barítono
Frosch (um carcereiro ébrio) papel-falado
Dr. Blind (O advogado gago e incompetente de Eisenstein) tenor

Sinopse[editar | editar código-fonte]

As vésperas de um baile na residencia do príncipe Orlofsky, o barão deve se apresentar na prisão para cumprir oito dias por desacato a uma autoridade. Seu amigo, Dr. Falke, o convence a não se entregar naquela noite e ir ao baile. No ano anterior Falke, vestido de morcego, foi vitima de uma brincadeira de Eisenstein e abandonado, fantasiado e embriagado, em uma praça publica, virando motivo de chacota da população local pela manhã. Secretamente Falken convence a empregada, Adele a ir ao baile também, e depois a mulher de Eisentein, Rosalinde, para ir com uma máscara. Os proximos dois atos contam os encontros e desencontros dos personagens no baile e depois na delegacia de policia.