Digitoxina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Estrutura química de Digitoxina
Digitoxina
Star of life caution.svg Aviso médico
Nome IUPAC (sistemática)
(3β,5β)-3-[(O-2,6-dideoxy-
β-D-ribo-hexapyranosyl-(→4)-
2,6-dideoxy-β-D-ribo-hexopyranosyl)oxy]-
14-hydroxycard-20(22)-enolide
Identificadores
CAS 71-63-6
ATC C01AA04
PubChem 11968425
Informação química
Fórmula molecular C41H64O13 
Massa molar 764.939 g/mol
Farmacocinética
Biodisponibilidade  ?
Ligação a proteínas 90%
Metabolismo Hepático
Meia-vida 120 a 126 horas
Excreção Renal
Considerações terapêuticas
Administração  ?
DL50  ?

Digitoxina é um fármaco utilizado pela medicina como cardiotônico e antiarrítimico. É um glicosídeo cardiotônico derivado dos vegetais Digitalis purpurea e da Digitalis lanata.

Propriedades[editar | editar código-fonte]

Digitalis purpurea

Causam inibição da passagem dos íons de sódio (inibição reversível da enzima sódio-potássio ATPase) e potássio, assim a entrada de cálcio é facilitada originando um estímulo das células contráteis do miocárdio. Tem metabolismo hepático e sua meia vida é estimada em 120 a 126 horas.

Indicações[editar | editar código-fonte]

Interações[editar | editar código-fonte]

A digitoxina não deve ser usada concomitantemente com preparados de cálcio por via intravenosa, pancurônio, epinefrina, e ativadores adrenérgicos.

Nomes comerciais[editar | editar código-fonte]

  • Digitaline nativelle®
Ícone de esboço Este artigo sobre fármacos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.