Dimas Filgueiras

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Dimas Filgueiras
Informações pessoais
Nome completo Dimas Filgueiras Filho
Data de nasc. 13 de maio de 1944 (69 anos)
Local de nasc. Rio de Janeiro, RJ,  Brasil
Apelido Soldado Alvinegro
Informações profissionais
Clube atual Brasil Ceará
Posição Lateral-Esquerdo (aposentado)
Treinador
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
 ?
1971-1972
1972-1976
Brasil Botafogo
Brasil Fortaleza
Brasil Ceará
Times que treinou
1994
1996
2007
2010-2011
2011-2012
2013-
Brasil Ceará (interino)
Brasil Ceará (Interino)
Brasil Ceará (Interino)
Brasil Ceará
Brasil Ceará
Brasil Ceará (interino)




504
3
Última atualização: 11 de Junho de 2013

Dimas Filgueiras Filho, mais conhecido como Dimas Filgueiras (Rio de Janeiro, 13 de maio de 1944), é um treinador e ex-futebolista brasileiro, Dimas atuava de lateral-esquerdo e zagueiro. Dimas é funcionário do Ceará Sporting Club onde trabalha desde 1972 e já exerceu todos os cargos no clube, menos presidente.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Dimas chegou no estado do Ceará no ano de 1971, vindo do Botafogo, para jogar com a camisa do Fortaleza Esporte Clube a pedido do técnico Castilho, mas logo no ano seguinte, no dia 02 de novembro de 1972 , Dimas assinou contrato com o maior rival do time tricolor, o Ceará Sporting Club, onde como jogador trabalhou até 1976, depois foi ser supervisor.

Dimas é conhecido como o Soldado Alvinegro e é o quebra-galho do Ceará nos momentos mais complicados, quando sempre assume o comando técnico do time.

Entre as glórias de Dimas no Ceará como treinador estão o Cearense de 1996, a Copa do Brasil de 1994 e o Campeonato Brasileiro de 2010.

No Campeonato Estadual de 1996 o time tinha ganhou o 1º e o 2º turno, mas acabou perdendo a final do 3º turno para o Ferroviário, por ter perdido o 3º turno o presidente do Ceará na época disse que não o queria mais no comando do time para as finais, mas Dimas "se segurou" com a ajuda do conselheiro do clube Assis Furtado e disse que só entregaria o time campeão. Como houvera prometido, Dimas foi campeão com o time e no outro dia entregou o cargo de treinador.

Em 1994 o time do Ceará não vinha bem no campeonato regional e, de repente, o treinador que iria dirigir o time na 4ª feira contra o Palmeiras (SP) em jogo válido pela Copa do Brasil foi demitido na 2ª feira, então Dimas Filgueiras assumiu o comando da equipe interinamente para arrumar o time para o jogo, porém o Ceará acabou eliminando o Palmeiras da competição e Dimas foi efetivado. No comando de Dimas o Ceará foi vice-campeão da Copa, o que lhe garantiu pela primeira vez na história a classificação para uma competição internacional, a Copa Conmebol de 1995.

Em 2010 após a passagem de dois treinadores que não agradaram, o presidente do Ceará resolveu dar uma chance ao velho Soldado Alvinegro, que mostrou toda a sua competência e conseguiu classificar o time pela segunda vez na história a uma competição internacional, dessa vez a Copa Sul-Americana de 2011.

Em 2011 Dimas Filgueiras assume o comando técnico do Ceará pela 40ª vez na história, buscando tentar salvar o time alvinegro do rebaixamento para Série B de 2012. [1] . Em 01 de fevereiro de 2012 completou a marca de 500 jogos dirigindo o Ceará, na vitória de 5 x 1 sobre a equipe do Tiradentes.[2]

No dia 14 de março de 2013, Dimas foi novamente técnico do Ceará, após a demissão de Ricardinho.[3]

Após o clássico-rei, o técnico Leandro Campos foi anunciado, e Dimas Filgueiras se tornou auxiliar-técnico. Leandro Campos foi demitido dia 4 de junho e Dimas voltou a ser o técnico.

Após dois jogos, dois empates, o Ceará acertou com Sérgio Guedes.

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Anos Clube Jogos Vitórias Empates Derrotas
2013 Ceará 3 1 2 0

Referências

Precedido por
Mário Sérgio
Estevam Soares
Ricardinho
Leandro Campos
Técnico do Ceará
2010-2011
2011
2013 (interino)
2013 (interino)
Sucedido por
Vágner Mancini
Lula Pereira
Leandro Campos
Sérgio Guedes
Ícone de esboço Este artigo sobre um treinador de futebol é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.