Dimitar Berbatov

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Dimitar Berbatov
Димитър Бербатов
Dimitar BerbatovДимитър Бербатов
Informações pessoais
Nome completo Dimitar Ivanov Berbatov
Data de nasc. 30 de janeiro de 1981 (33 anos)
Local de nasc. Blagoevgrad,  Bulgária
Altura 1,89 m
Destro
Apelido Berba, Berbagoal, The New Stoichkov
Informações profissionais
Clube atual Mónaco Monaco
Número 10
Posição Atacante
Site oficial http://www.berbatov.net
Clubes de juventude
1991–1998
1998
Bulgária Pirin Blagoevgrad
Bulgária CSKA Sófia
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos (golos/gols)
1998–2001
2001–2006
2006–2008
2008–2012
2012–2014
2014–
Bulgária CSKA Sófia
Alemanha Bayer Leverkusen
Inglaterra Tottenham Hotspur
Inglaterra Manchester United
Inglaterra Fulham
Mónaco Monaco
0064 000(38)
0204 000(92)
00102 000(46)
0149 000(56)
0054 000(20)
00015 0000(9)
Seleção nacional3
1999
1999
1999–2010
Flag of Bulgaria.svg Bulgária sub-18
Flag of Bulgaria.svg Bulgária sub-21
Flag of Bulgaria.svg Bulgária
0002 0000(2)
0001 0000(2)
0078 000(48)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 1 de maio de 2014.
3 Partidas e gols da seleção nacional estão atualizados
até 17 de março de 2011.

Dimitar Ivanov Berbatov (em búlgaro: Димитър Иванов Бербатов) (Blagoevgrad, 30 de janeiro de 1981) é um futebolista búlgaro que atua como atacante. Atualmente, joga pelo Monaco.

Ele foi capitão da Bulgária de 2006 a 2010, e é seu maior goleador de todos os tempos, tendo ganho o prêmio de Futebolista do Ano na Bulgária sete vezes, ultrapassando o número de vitórias de Hristo Stoichkov.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Início[editar | editar código-fonte]

Iniciou a sua carreira profissional em 1998, no Pirin Blagoevgrad um clube de sua cidade natal, mais tarde no mesmo ano foi contratado pelo CSKA Sófia onde permaneceu até 2001, quando foi vendido junto ao Bayer Leverkusen.

Bayer Leverkusen[editar | editar código-fonte]

Uma série de nove gols em onze jogos durante a primeira metade da temporada 2000-01 pelo CSKA Sófia foi suficiente para convencer o clube alemão do Bayer 04 Leverkusen a pagar € 1,3 milhões, para assinar um contrato de quatro anos com Berbatov em 1 de janeiro de 2001.[1]

Ele fez sua estréia na equipe em um amistoso da pré temporada 2003-04 na vitória contra o DC United , marcando um "hat-trick". Sua estreia na liga pelo time foi em 10 de fevereiro de 2001, substituindo Ulf Kirsten em uma vitória 4-1 sobre o 1. FC Koln. Berbatov se viu sendo usado como um substituto pelo treinador Berti Vogts, fazendo seis partidas não marcando nenhum gol, com o Leverkusen.

Durante a próxima temporada, Berbatov marcou 16 gols e fez contribuições importantes para o clube na Liga dos Campeões da Europa de 2001-02, marcou na vitória por 4 a 2 sobre o clube Inglês do Liverpool nas quartas-de-final, e assim ajudando o Leverkusen finalmente chegar a final.[2] . Na final , contra o Real Madrid , Berbatov entrou como substituto de Thomas Brdarić depois de 38 minutos, no final o acabou sendo derrotado por 2 a 1. A equipe também terminou como vice-campeão na Fußball-Bundesliga atrás do Borussia Dortmund, e perdeu a DFB-Pokal por 4-2 na final contra o Schalke 04.

Tottenham Hotspur[editar | editar código-fonte]

Berbatov em uma patida pelo Manchester United em 2008

Após cinco temporadas na Alemanha, o Tottenham Hotspur chegou a um acordo com o Bayer Leverkusen para a transferência de Berbatov em maio de 2006, a taxa de € 16 milhões, fizeram dele o jogador búlgaro mais caro da história. Depois que lhe foi concedida uma autorização de trabalho britânico, a transferência foi concluída em 1 de julho de 2006. Depois do Tottenham perder por 2-0 para o Bolton no primeiro jogo de Berbatov na Inglaterra em 19 de agosto de 2006, ele marcou seu primeiro gol pelo Tottenham três dias depois em uma vitória em casa por 2-0 sobre o Sheffield United .

Participou da primeira conquista dos Spurs em nove anos, da Carling Cup de 2008, torneio em que a equipe quebrou um tabu de vários anos sem vencer o arquirrival Arsenal.

Com bastante destaque no futebol inglês, em 1 de setembro de 2008 foi contratado pelo Manchester United, por 38 milhões de euros, tornando-se o primeiro jogador búlgaro dos Red Devils.

Manchester United[editar | editar código-fonte]

Dimitar Berbatov em jogo pela Liga dos Campeões da UEFA de 2008-09

Berbatov fez sua estreia no Manchester United, dando uma assistência a Carlos Tévez no gol fora de casa contra o Liverpool, mas o United perdeu o jogo por 2-1. Seus primeiros dois gols para o clube vieram na vitória por 3-0 fora contra o Aalborg BK na fase de grupos da Champions League, no dia 30 de setembro de 2008.

Alex Ferguson defendeu Berbatov depois que ele foi criticado por perder um pênalti durante a semi-final da FA Cup 2008-09, contra o Everton, em que o Manchester United acabou por perder na disputa de pênaltis. Quando o Manchester United ganhou a Premier League em 16 de maio de 2009, Berbatov foi o primeiro búlgaro a ganhar o título da Liga.

Em 2011, Berbatov marcou 3 hat-trick na temporada, o primeiro na vitória em casa por 5-0 sobre o Birmingham, em 22 de janeiro. Isto fez dele o jogador do United pela primeira vez desde Ruud van Nistelrooy, na temporada 2002-03, a marcar três "hat-tricks em uma mesma temporada.[3] .

Depois de ser descartado ao banco para os jogos contra o Arsenal e Olympique de Marseille, Berbatov voltou como substituto para o segundo semestre de Javier Hernández. Contra o Bolton Wanderers em 19 de Março e marcous o seu 20º gol da temporada, dando United uma vitória por 1-0. Ele marcou seu gol de número 21 contra o Fulham, onde o United venceu por 2-0. Como o artilheiro da Premier League, Berbatov foi membro da Equipe do Ano da PFA para a temporada 2010-11 ao lado de Tévez. Berbatov também compartilhou a o prêmio de artilheiro da Premier League com seu ex-companheiro de Manchester United. Em 29 de maio de 2011, houve intensa especulação sobre seu futuro depois que foi deixado fora da escalação do Manchester United para a Final da Liga dos Campeões da UEFA de 2010-11, na qual o United perdeu por 3 a 1 para o Barcelona.

Na temporada 2011–12, perdeu completamente seu espaço no United, sendo reserva do jovem Danny Welbeck na grande maioria das partidas. Ao fim da temporada, com a chegada de Robin van Persie, vindo do Arsenal, era certo que Berbatov deixaria os Red Devils.

Fulham[editar | editar código-fonte]

No dia 31 de agosto de 2012, último dia da janela de transferências do verão europeu, foi anunciado o acordo de Berbatov com o Fulham por dois anos. Logo na sua primeira temporada, 2012-2013 Berbatov marcou 15 gols na Premier League ajudando o Fulham a ficar no meio da tabela.[4]

Monaco[editar | editar código-fonte]

No último dia da janela de transferências de janeiro de 2014, Berbatov se transferiu para o Monaco, assinando um contrato até o fim da temporada para substituir o lesionado Falcao García . No dia 16 de maio de 2014, Berbatov assina um prolongamento de contrato por mais uma temporada, devido aos bons jogos e media de gols na temporada 2013/2014 de 15 jogos e 9 gols.

No começo da temporada 2014/2015, o Mônaco vende a maioria de seus principais jogadores, como James Rodriguez, Falcao Garcia e Riviere. Com um plantel mais modesto e enxuto, Berbatov virou a principal referencia no ataque.

Seleção Búlgara[editar | editar código-fonte]

Atuou pela Seleção Búlgara entre 1999 e 2010, sendo um dos maiores goleadores de todos os tempos para a equipe da sua nação. Participou da Euro 2004, em Portugal. Também participou das eliminatórias para as Copas do Mundo de 2002, 2006 e 2010, mas a sua seleção não obteve a classificação para nenhum destes mundiais.

Em 13 de maio de 2010, em uma coletiva de imprensa realizada em Sófia, anunciou sua aposentadoria da Seleção Búlgara. Segundo ele, a decisão foi tomada devido à ausência do país nas três últimas Copas do Mundo.

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Atualizadas até 22 de maio de 2011.

Clube[editar | editar código-fonte]

Clube Temporada Liga Copa Copa da Liga Continental Outros Total
Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols
CSKA Sófia 1998–99 11 3 5 3 0 0 0 0 16 6
1999–2000 27 14 4 2 2 0 0 0 33 16
2000–01 11 9 0 0 4 7 0 0 15 16
Total 49 26 9 5 6 7 0 0 64 38
Bayer Leverkusen 2000–01 6 0 0 0 0 0 0 0 0 0 6 0
2001–0 24 8 6 6 0 0 11 2 0 0 41 16
2002–03 24 4 2 0 1 0 7 2 0 0 33 6
2003–04 33 16 3 3 0 0 0 0 0 0 34 19
2004–05 33 20 1 1 2 0 10 5 0 0 46 26
2005–06 34 21 2 3 0 0 2 0 0 0 37 24
Total 154 69 14 13 3 0 30 9 0 0 201 91
Tottenham Hotspur 2006–07 33 12 5 3 3 1 8 7 0 0 49 23
2007–08 36 15 2 2 6 1 8 5 0 0 52 23
2008–09 1 0 0 0 0 0 0 0 0 0 1 0
Total 70 27 7 5 9 2 16 12 0 0 102 46
Manchester United 2008–09 31 9 3 1 0 0 9 4 0 0 43 14
2009–10 33 12 1 0 2 0 6 0 1 0 43 12
2010–11 32 21 2 0 0 0 7 0 1 1 42 22
Total 96 41 6 1 2 0 22 4 2 1 128 47
Total na Carreira 385 171 36 24 14 2 74 32 2 1 511 230

Seleção Búlgara[editar | editar código-fonte]

Gols marcados

Títulos[editar | editar código-fonte]

CSKA Sófia
Tottenham Hotspur
Manchester United

Prêmios individuais[editar | editar código-fonte]

Artilharias[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. "Berbatov junta Bayer Leverkusen" . BBC Sport..
  2. "Liverpool sofre Euro ai" (em inglês).
  3. Man Utd 5 Birmingham 0". Página visitada em 22/01/2011.
  4. Berbatov assina com o Fulham por dois anos trivela.uol.com.br (31 de agosto de 2012). Página visitada em 31 de agosto de 2012.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]