Dinâmica populacional

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Dinâmica populacional Urbana e rural de Tatarstan.

Em geografia e também em demografia, chama-se dinâmica populacional à disciplina que estuda as variações na abundância das populações de seres vivos.[1]

O estudo da dinâmica das populações naturais é importante para compreender o que ocorre nos ecossistemas em equilíbrio. Para avaliar o desenvolvimento de uma população, é preciso conhecer certos atributos que lhe são característicos: taxa de natalidade (N), taxa de mortalidade (M), taxa de imigração (Im), taxa de emigração (Em).

Numa população animal, são os seguintes os fatores que alteram os seus números:

  1. taxa de natalidade (N) = Número de indivíduos que nascem em um determinado intervalo de tempo.
  2. taxa de mortalidade (M) = Número de indivíduos que morrem em um determinado período de tempo.
  3. taxa de imigração (Im) = Número de indivíduos que chegam a uma população.
  4. taxa de emigração (Em) = Número de indivíduos que saem de uma população.
  5. densidade populacional (D) = é a relação entre o número de indivíduos que compõem determinada população e o espaço ocupado por eles. D = \frac{\text{número de indivíduos}}{\text{espaço}}.

Para uma população em equilíbrio, temos:

N + Im = M + Em

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  1. Sérgio Pereira Leite, Sérgio Leite, Assentamentos rurais: mudança social e dinâmica regional , Mauad Editora Ltda, 2004 ISBN 8-574-78140-1
  2. Sergio Sepúlveda, Desenvolvimento sustentável microrregional. Metodos para planegamento local , IICA, 2005 ISBN 8-598-34707-8
Geografia A Wikipédia possui o:
Portal de Geografia


Ícone de esboço Este artigo sobre demografia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.