Dinastia terter

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Dinastia Terter)
Ir para: navegação, pesquisa
Para a cidade no Azerbaijão, veja Tərtər.
Casa de Terter
Segundo Império Búlgaro
Terteroba coat of arms.jpg
Estado: Segundo Império Búlgaro
Títulos: Tsar (imperador)
Fundador: Jorge Terter I
Último soberano: Jorge Terter II
Atual soberano: Extinta
Ano de fundação: 1280
Ano de dissolução: 1323
Etnia: Búlgara, parcialmente cumana

Terter (em búlgaro: Тертер), também conhecidos como Tertéridas ou Terterovtsi (Тертеровци), era o nome da casa real que governou o Segundo Império Búlgaro entre 1280 e 1292 e novamente entre 1300 e 1323. O nome da dinastia deriva do clã Terteroba dos protobúlgaros.

História[editar | editar código-fonte]

Os Tertéridas eram inicialmente de origem cumana [1] (i.e. do ramo ocidental dos turcos Kipchaks),[2] . De acordo com Plamen Pavlov, os Terter foram um ramo da nobre dinastia cumana que tinha se estabelecido na Bulgária como parte da segunda onda de migração cumana vinda do Reino da Hungria depois de 1241. O clã Terteroba tinha governado o proto-estado da estepe de Cumânia no final do século XI e novamente em meados do século XIII sob o comando de Köten.[3]

Os primeiros membros da dinastia na Bulgária foram os déspotas Aldimir (Eltimir) e seu irmão mais velho Jorge Terter, que foi coroado imperador da Bulgária como Jorge I da Bulgária (r. 1280–1292), casando-se com a búlgara Maria Terter. Depois de seu reinado, a Bulgária ficou sob o domínio de facto da Horda Dourada, com Nogai Khan nomeando o próximo imperador, Smilets (r. 1292–1298), que foi um outro de família nobre e foi sucedido brevemente por seu filho João II (r. 1298–1299). Entre 1299 e 1300, a Bulgária foi controlada pelo mongol Chaka, por sua vez deposto pelo filho de Jorge Terter, Teodoro Svetoslav da Bulgária (r. 1300–1321), começando o segundo reinado dos Tertéridas, que também abarcou o reinado de seu filho, Jorge II da Bulgária.

A dinastia Terter foi sucedida pela dinastia dos Shishman de Vidin, também de origem parcialmente cumana.[1]

Membros[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b Vásáry, István. Cumans and Tatars: Oriental Military in the Pre-Ottoman Balkans, 1185-1365. [S.l.]: Cambridge University Press. ISBN 0-521-83756-1.
  2. Cuman Britannica Online Encyclopedia. Visitado em 2008-08-25.
  3. Павлов, Пламен. Бунтари и авантюристи в средновековна България (em ). Варна: LiterNet, 2005.