Diocese da Gália

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Dioecesis Galliarum
Diocese da Gália
Diocese do(a) Império Romano
314386
Location of Diocese da Gália
Gália Romana por volta de 400, mostrando as Gálias no alto à esquerda
Capital: Augusta Treveroro
Governador: vigário
Período : Antiguidade Tardia
 -  Reformas administrativas de Diocleciano e Constantino 314
 -  Último território romano a ser invadido pelos francos 486

A Diocese da Gália (em latim: Dioecesis Galliarum - "diocese da província da[s] [províncias da] Gália"), chamada também de Diocese das Gálias, foi uma diocesa do Império Romano subordinada à prefeitura pretoriana da Gália. Ela abrangia o norte e o leste da Gália, ou seja, o norte e o leste da região do Loire da moderna França, incluindo os Países Baixos e a região a oeste do Reno na moderna Alemanha.

História[editar | editar código-fonte]

A diocese da Gália foi criada depois das reformas administrativas de Diocleciano e Constantino I por volta de 314 d.C. Em 407, a fronteira do Reno foi rompida e a maior parte da Gália foi perdida para as tribos bárbaras temporariamente. O controle romano na Gália e na região do Reno foi restaurado depois da morte de Valentiniano III em 455. Depois disso, o único território que ainda estava sob controle romano era o noroeste, o chamado "Reino de Soissons". Depois da queda deste para os francos em 486 e o fim da administração romana na Gália, a diocese de facto deixou de existir.

Subdivisões[editar | editar código-fonte]

A diocese tinha as seguintes províncias:

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • P. Heather, La caduta dell'Impero romano. Una nuova storia, 2006. (em italiano)
  • G. Halsall, Barbarian migrations and the Roman West, 376-568, 2007. (em italiano)