Diocese de Cremona

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Diocese de Cremona
Diœcesis Cremonensis
Localização
País Itália
Arquidiocese Metropolitana Arquidiocese de Milão
Estatísticas
Área km²
Informação
Rito romano
Criação da Diocese IV seculo
Padroeiro São Omobono
Governo da Diocese
Bispo Dante Lafranconi
Jurisdição diocese
Página Oficial www.diocesidicremona.it/

A Diocese de Cremona (Dioecesis Cremonensis) é uma circunscrição eclesiástica da Igreja Católica na Itália, pertencente à Província Eclesiástica de Milão e à Conferenza Episcopale Italiana, sendo sufragânea da Arquidiocese de Milão.

A episcopal está na Catedral de Cremona, na Região da Lombardia.

Territorio[editar | editar código-fonte]

Em 2004 contava 330.000 batizados numa população total de 348-393 habitantes

O territorio è dividido em 224 paròquias, e vai até Casalmaggiore, ao extremo leste da provincia. Ao noroeste chega atè a comuna de Cassano d'Adda e o Santuario de Nossa Senhora de Caravaggio.

Não faz parte da Diocese a Cidade de Crema, que tem jurisdição eclesiastica pròpria.

História[editar | editar código-fonte]

Jà no ano 55 tinha-se noticia da presença cristã no territorio. A Diocese foi erguida no seculo IV.

O bispo mais famoso da epoca da edade-media foi Liutprando, diplomàtico em Costantinopole.

Durante a ocupação francesa, o bispo Omobono Offredi obteve de Napoleão o calice de ouro pertencido à São Carlos Borromeu.

Desde 1962, o bispo Danio Bolognini nomeou Nossa Senhora de Caravaggio co-padroeira da diocese.

Lista dos Bispos do sèculo XX[editar | editar código-fonte]

Conexões externas[editar | editar código-fonte]