Diocese de Cremona

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Diocese de Cremona
Diœcesis Cremonensis
Localização
País Itália
Arquidiocese Metropolitana Arquidiocese de Milão
Estatísticas
Área km²
Informação
Rito romano
Criação da Diocese IV seculo
Padroeiro São Omobono
Governo da Diocese
Bispo Dante Lafranconi
Jurisdição diocese
Contactos
Endereço Piazza S. Antonio M. Zaccaria 5, 26100 Cremona, Italia, 11
Página Oficial www.diocesidicremona.it/

A Diocese de Cremona (Dioecesis Cremonensis) é uma circunscrição eclesiástica da Igreja Católica na Itália, pertencente à Província Eclesiástica de Milão e à Conferenza Episcopale Italiana, sendo sufragânea da Arquidiocese de Milão.

A episcopal está na Catedral de Cremona, na Região da Lombardia.

Territorio[editar | editar código-fonte]

Em 2004 contava 330.000 batizados numa população total de 348-393 habitantes

O territorio è dividido em 224 paròquias, e vai até Casalmaggiore, ao extremo leste da provincia. Ao noroeste chega atè a comuna de Cassano d'Adda e o Santuario de Nossa Senhora de Caravaggio.

Não faz parte da Diocese a Cidade de Crema, que tem jurisdição eclesiastica pròpria.

História[editar | editar código-fonte]

Jà no ano 55 tinha-se noticia da presença cristã no territorio. A Diocese foi erguida no seculo IV.

O bispo mais famoso da epoca da edade-media foi Liutprando, diplomàtico em Costantinopole.

Durante a ocupação francesa, o bispo Omobono Offredi obteve de Napoleão o calice de ouro pertencido à São Carlos Borromeu.

Desde 1962, o bispo Danio Bolognini nomeou Nossa Senhora de Caravaggio co-padroeira da diocese.

Lista dos Bispos do sèculo XX[editar | editar código-fonte]

Conexões externas[editar | editar código-fonte]