Diotima de Mantineia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Diotima de Mantinea)
Ir para: navegação, pesquisa
Diotima de Mantineia
Pré-socráticos
Nome completo Διοτίμα
Data de nascimento: Não disponível
* Local: Não disponível
Trabalhos notáveis Papel relevante no 'Banquete (Symposion) de Platão.
Influências: Platão
Portal Filosofia

Diotima de Mantinea (em grego antigo: Διοτίμα) é uma filósofa e sacerdotisa grega com um papel importante no Banquete (Symposion) de Platão.

A filosofia de Diotima está na origem do conceito platônico de amor. A única fonte sobre ela é o próprio Platão e por isso não é possível assegurar se era uma personagem ou alguém que de fato tenha existido. Entretanto, praticamente todos os personagens dos diálogos platônicos correspoderam a pessoas que viviam na antiga Atenas.

Na obra, há uma passagem sobre o significado do amor. Sócrates é o mais importante dentre os homens presentes. Ele diz que na juventude foi iniciado na filosofia do amor por Diotima, que era uma sacerdotisa. Diotima lhe ensinou a genealogia do amor e por isso as idéias de Diotima estão na origem do conceito socrático-platônico do amor.

Segundo Joseph Campbell, "não é por acaso que Sócrates nomeia Diotima como aquela que lhe deu as instruções e os métodos mais significativos para amar/falar. A palavra falada por amor é uma palavra que vem das origens.1 "

Referências

  1. Campbell, Joseph. Mitos, sonhos e religião, p. 162