Dique

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
O dique Afsluitdijk, nos Países Baixos. À esquerda, situa-se o Mar do Norte, e, à direita, o IJsselmeer.

Dique é uma obra de engenharia hidráulica com a finalidade de manter determinadas porções de terra secas. Sua estrutura pode ser de concreto, de terra ou de enrocamento e possibilita manter secas determinadas áreas, chamadas de pôlderes.

Não se deve confundir um dique, o qual possui sempre as duas pontas na terra, com um quebra-mar, que possui as duas extremidades dentro d 'água; nem com um molhe, que possui uma extremidade em terra e outra no mar. Apesar desta diferença fundamental, em hidráulica marítima esta confusão é muito comum entre as pessoas leigas.

Atualmente, os Países Baixos possuem a mais avançada rede de diques no mundo. O principal desafio desta obra de engenharia é fazê-la resistir às tempestades marítimas ou às enchentes no caso de rios. Para escoar as águas, utilizavam-se, na Holanda, os moinhos de vento e, atualmente, as bombas, principalmente do tipo parafuso de Arquimedes.

A passagem do furacão Katrina por Nova Orleans, nos Estados Unidos, no dia 29 de agosto de 2005, causou grande número de mortes e destruição devido ao rompimento dos diques da cidade.

Na América do Sul, existem diques que protegem a região costeira da Guiana (incluindo a capital Georgetown), sendo esta uma das regiões mais baixas do continente.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui multimídias sobre Dique
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Dique