Discussão:Antártida

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Discussão:Antártica)
Ir para: navegação, pesquisa


Estrela de artigo destacado Antártida é um artigo destacado; o que significa que ele (ou uma versão anterior) foi identificado como um dos melhores artigos produzidos pela comunidade da Wikipédia. Apesar disso, se puder actualizar ou melhorá-lo, por favor, faça-o.
Etapas passadas por este artigo
Data Processo Resultado
13 de abril de 2007 Candidato a artigo destacado Promovido
5 de setembro de 2009 Revalidação de artigo destacado Mantido
Estatuto actual: Artigo destacado

História das Expedições[editar | editar código-fonte]

O relato das expedições está incompleto e um pouco impreciso. Ao contrário do que o texto dá a entender, a expedição de Shackelton, no Nimrod, não foi a primeira ao polo. O próprio participou de um expedição anterior, comandada por Scott, em 1901, a bordo do Discovery. Além disso, não há informações a respeito da expedição de 1914 para cruzar o continente. Acredito que alguma referência a famosa cabana contruída por Shack, e posteriormente usada por Scott, seria de grande valia, afinal ela encontra-se na lista de patrimônios da humanidade em risco de desaparecimento.

Antártida ou Antártica[editar | editar código-fonte]

Já que sou brasileiro, lembro que todos os livros que consultávamos no 1º grau (durante os anos 80), incluindo as enciclopédias e atlas geográficos, chamavam o continente gelado de Antártida.

- "Antártida" é nome próprio, enquanto que "antártica" ou "antártico" são apenas adjetivos que se referem a algo da Antártida - diziam as professoras.

Apesar de ser tão simples ("Antártida" = nome próprio, "Antártica" e Antártico" = adjetivo), alguns alunos (normalmente, os mais desatentos da sala de aula...) costumavam confundir o nome de uma famosa marca de cerveja ("Antarctica", pronunciado nos comerciais de televisão como "Antártica") com o nome do continente ("Antártida"), perdendo pontos nas provas (às vezes, eles também confundiam "Amazônia" com "Amazonas"...

As professoras sempre ensinavam que o nome do continente antártico era, na verdade, "Antártida". Costumavam exibir para os alunos um famoso documentário, chamado: "Antártida - a Última Fronteira" (www.imdb.com/title/tt0363434).

De uns tempos pra cá, uma minoria "revisionista" (talvez magoados por terem sido chamados de "burros" quando ainda eram pequenos...), começou a estudar de que forma esse continente era chamado em outras línguas, com o objetivo de obter argumentos que sustentassem que o nome "Antártica" também poderia ser usado... Hoje em dia, além deles afirmarem que o termo "Antártica" não está errado, ainda por cima afirmam que esse termo é O MAIS CORRETO!

Descobriram que, apesar do Brasil, da Argentina, do Chile, da Espanha, e de tantos outros países chamarem aquele continente de Antártida, a origem da palavra poderia ter vindo de "anti-Ártico", e daí, "Antartica", e não "Antártida"... e que "Antártida" talvez viesse do nome "Atlântida"... tsc, tsc, tsc...

No Núcleo de Pesquisas Antárticas e Climáticas da UFRGS, aqui em Porto Alegre, conseguiram até mesmo lançar um CD-ROM interativo, chamado de (adivinhem...): "antártica - a última fronteira" (plágio "inconsciente" do filme que esses adultos revoltados assistiram na escola, ainda nos anos 80...).

Pois é... os mesmos burros dos anos 80 agora lançam produtos pra ensinar errado o nome do contintente antártico... E reparem no título do DVD, todo em minúsculas! Com certeza, esses maus alunos dos anos 80 ainda não aceitaram que nomes próprios devem ser escritos com a primeira letra em maiúscula (por enquanto...).

o comentário precedente não foi assinado por 201.34.102.183 (discussão • contrib.) 01h43min de 26 de Fevereiro de 2007

Seus argumentos beiram o total ridículo. Vá ler um dicionário etimológico. Dantadd 17h25min de 24 de Julho de 2007 (UTC)

Grafia, novamente[editar | editar código-fonte]

Creio que nos livros escolares atuais (e na maioria dos livros que conheço), Antártida ainda é a forma mais usada e reconhecida para se referir ao continente antártico, e além disso, diferencia o substantivo do adjetivo.

Por exemplo, se o continente se chamar Antártica (como os revisionistas acham que deveria ser), então quando se fala em Península Antártica, confunde-se o adjetivo com o próprio substantivo, mas usando o nome próprio "Antártida" não tem erro: Antártida é e sempre será o continente, e não a Península. Sem confusões.

Não querendo enaltecer nem menosprezar ninguém, fica a constatação: o nome Antártica sempre foi mais usado entre pessoas com nível baixo de escolaridade e cultura, por causa da associação com a marca de cerveja.

Então, pra que padronizar por baixo, e não por cima? Afinal, a língua portuguesa obedece regras criadas pela classe dominante, os intelectuais. E pela maioria deles, não pela minoria...

Só não esqueça que o que você fala é sobre o Brasil, em outros países de lingua portuguesa, é com C mesmo. E nesse caso, o ideal para o Wikipedia é o uso com C também. São mais países falando português dessa forma do que da nossa. —205.160.53.134 16:28, 18 Maio 2007 (UTC)

Caro colega

No Brasil, chamem o que quiserem ao continente, mas em pt-pt é Antárctida, e só outro português poderia alterar o que eu alterei, porque no único sítio onde os portugueses têm direito a ter opinião é onde eu alterei a palavra.JoséFernandes 14h41min de 24 de Julho de 2007 (UTC)

Amigo, aqui ninguém tem direito a opinião ou não baseando-se em sua nacionalidade. Não vou criar caso, pois não me apetece. Continue usando Antárctida, mas por coerência, passe a dizer "no Árctido" em vez de "no Árctico". Dantadd 14h47min de 24 de Julho de 2007 (UTC)


No texto está escrito:

A AntárticaPB ou AntárctidaPE... Nem que em português europeu o nome fosse "Hentártita", não tinhas o direito de dizer que esse nome não tinha legitimidade em português europeu, visto que não és português. Quando se usam estas duas letrasPE, acho que só diz respeito aos portugueses dizer como se deve escrever uma palavra.15h05min de 24 de Julho de 2007 (UTC)

Sou cidadão português e, mesmo que não o fosse, teria todo o direito de fazê-lo, pois, como disse acima, para saber como é o português europeu não é preciso ser nacional português. A edição não guarda nenhuma relação com a nacionalidade. Aliás, este é um argumento patético e sofrível. Dantadd 15h13min de 24 de Julho de 2007 (UTC)


Então, eu posso emigrar para o Brasil e viver lá alguns anos. Depois posso ensinar aos brasileiros a minha versão alternativa do português do Brasil. É isso que tu estás a fazer, não é?JoséFernandes 15h27min de 24 de Julho de 2007 (UTC)

Vamos esclarecer algumas coisas: para conhecer o português europeu não é necessário ser português, assim como para conhecer o português brasileiro não é necessário ser brasileiro. Somente alguém cegado pela xenofobia não consegue entender algo tão simples. Há muitos portugueses que conhecem melhor o português brasileiro do que muitos brasileiros e o contrário aplica-se perfeitamente. E o mesmo vale para outros idiomas. E para finalizar: não sou imigrante em Portugal, se isso lhe aflige. Dantadd 15h34min de 24 de Julho de 2007 (UTC)
Então eu sou xenófobo. É logo o que se diz nesta vikipédia, quando alguém quer fazer valer a especificidade da sua língua. Eu, até agora, só alterava alguma palavra se tivesse a certeza que essa palavra estava errada, visto que eu não conheço o português do Brasil. Aqui, na vikipédia, as vítimas de xenofobia são os vikipedistas portugueses que são sistematicamente injuriados, cada vez que escrevem alguma coisa que um brasileiro ache que está errado (um exemplo flagrante é "polaco").

Não me preocupo se estás imigrado em Portugal ou não. Não sou xenófobo em sentido nenhum.JoséFernandes 16h09min de 24 de Julho de 2007 (UTC)

José, as injúrias não partem de mim. Aliás, eu mesmo sendo brasileiro prefiro usar "polaco" a "polonês". "Polaco" é palavra também existente no português brasileiro. Este tipo de discussão "bairrista" é ridícula e dizer que apenas um português (só faltava dizer "português legítimo") pode opinar sobre os usos no português de Portugal é algo sem qualquer cabimento. Se houver um chinês que conheça bem a língua portuguesa, ele terá todo direito de expressar sua opinião e compartilhar conhecimento, que é algo completamente dissociado de nacionalidade, etnia, naturalidade etc. Se algum brasileiro tiver atitude incorreta com relação à variante portuguesa, fique tranqüilo que tomarei as mesmas providências de ocorre o contrário. Um exemplo recente está no histórico do artigo Metropolitano. Dantadd 17h11min de 24 de Julho de 2007 (UTC)
O mais interessante sobre o argumento explicando que o nome "Antártida" (sic) é correto para distinguir o substantivo do adjetivo ("antártica") é que os pobres brasileiros e portugueses não tiveram tal cuidado nem com "brasileiro", nem com "português". Realmente, a Antártica deve ser realmente um caso muitíssimo importante, neste caso... Etimologia é bom e faz bem para a cultura geral. Mschlindwein msg 17h41min de 24 de Julho de 2007 (UTC)
Sem dúvida. O mesmo valeria para frases como "esta mulher é argentina" e "esta mulher é da Argentina". Sugiro que mudemos o nome do país para "Argentida". Dantadd 17h44min de 24 de Julho de 2007 (UTC)

Já não sei como vos responder. Só me falta fazer um referendo a perguntar como se diz essa palavra aqui, para ver se vocês param com esta prepotência. JoséFernandes 22h02min de 24 de Julho de 2007 (UTC)

Não há prepotência alguma. No Brasil se usam palavras incorretamente num número bastante superior ao que ocorre em Portugal. Pare de ver este tema como uma disputa entre países, não se trata definitivamente disso. Dantadd 22h08min de 24 de Julho de 2007 (UTC)

Se isto não é uma disputa entre dois países, por favor aceita que em Portugal o termo que existe nos manuais escolares e enciclopédias é "antárctiDa". Eu não pretendo alterar nada do que se fala e escreve no Brasil, mas recuso-me a aceitar que tudo o que li até agora esteja errado, só porque alguém o decidiu. JoséFernandes 09h50min de 26 de Julho de 2007 (UTC)

Penso que "Antárctida" seja um erro difundido, procurando "Antárctica" e "Antárctida" no Priberam: antárctica do Gr. ant-arktikós, oposto a árctico, enquanto que antárctida é marcado como erro ortográfico sendo sugerido antárctica. Eduardo 10h28min de 26 de Julho de 2007 (UTC)
Desculpe, mas você interpretou mal os resultados do dicionário da Priberam. Esse dicionário: não conhece "antárctida" - está certo porque esse termo não existe em português, quer como substantivo quer como adjectivo; conhece "Antárctida" - está certo porque é o topónimo usado no português europeu, obrigatoriamente grafado como maiúscula inicial; e conhece "antárctica" - está certo, porque é o adjectivo relacionado com a Antárctida. Para mais, veja a fonte que divulgo abaixo a propósito da vergonha do destaque deste artigo na Página principal.--maf 21h01min de 27 de Julho de 2007 (UTC)

Ainda a grafia[editar | editar código-fonte]

JoséFernandes, não há razão para brigar ou se ofender. Parece-me que tanto em Portugal como no Brasil o uso de Antárctica ou Antárctida (em Portugal) e Antártica ou Antártida (no Brasil) seja corrente, e creio que ambas as formas são aceitas. Consulta http://ciberduvidas.sapo.pt/pergunta.php?id=5133 e http://www.sualingua.com.br/02/02_antartica.htm para veres defensores de uma ou outra forma. Pessoalmente, prefiro seguir a etimologia e usar "o Ártico" e "a Antártica", essa última como "oposto ao Ártico". Se preferes "Antárctida", então penso que deverias usar "Árctida", por coerência, para designar a região em torno do Pólo Norte, como sugere o primeiro link. Eu, pessoalmente, nunca ouvi nem li "Ártida" (ou "Árctida"). Uma votação, como propões em Wikipedia:Antárctida ou Antárctica?, não faz sentido: não somos nós que devemos resolver dúvidas ortográficas ou gramaticais, são as academias de Letras dos nossos países. Cordiais saudações, Mschlindwein msg 12h10min de 26 de Julho de 2007 (UTC)

PS: Noto que uma busca por "Árctida" em http://www.google.pt (em Portugal) trouxe somente um site que utiliza essa forma (o que, repito, não significa que esteja errada...): http://texto-lda.com/geo/geo_pt.php Saudações, Mschlindwein msg 12h26min de 26 de Julho de 2007 (UTC)

Bastaria esta resposta para me deixar mais tranquilo, e esta interminável discussão não teria começado. Mas deixa-me dar-te a minha explicação por que não há "Árctido". Como sabes os nomes dos oceanos e mares são sempre a palavra Oceano/Mar (substantivo) seguidos por um adjectivo (Árctico, Atlântico, Mediterrâneo...etc) Nós facilitamos, dizendo só o adjectivo. Do mesmo modo nós dizemos Continente Europeu, Continente Antárctico, Península Ibérica... etc, mas além destes nomes+adjectivos temos Europa, Antárctida, Ibéria etc...., mas isto só para terra firme. Como não há um Continente Árctico, nem nada que se pareça, não deve haver Árctido, nem qualquer outro substantivo equivalente. Portanto para resumir há uma única maneira de nos referirmos aos mares com adjectivos, mas poderá haver duas maneiras de nos referirmos à terra firme. A nossa discussão começa porque eu defendo, que para o continente gelado, o adjectivo é diferente do substantivo, e tu defendes que é igual. Quanto às academias de letras, acreditas que eu veria escrito "Antárctida" nos manuais escolares se a academia de Letras/Ciências de Portugal não concordasse com isso?JoséFernandes 15h14min de 26 de Julho de 2007 (UTC)

Em nenhum momento se disse que "Antárctida" ou "Antártida" seriam erros ortográficos como são "caza" ou " excepssão". Apenas, desde início, dissemos que a forma "Antárctica" é preferível à "Antárctida" por uma questão de fidelidade etimológica. Apenas e tão somente isso. Infelizmente, tentou-se transformar o tema numa questão entre brasileiros e portugueses, sendo que no Brasil também é mais comum ouvir "Artártida", mesmo sendo forma menos fiel à origem etimológica. Dantadd 16h57min de 26 de Julho de 2007 (UTC)

Apenas a título de informação[editar | editar código-fonte]

Em 1948, o Lello Popular - Novo Dicionário Ilustrado da Língua Portuguesa, de Lello & Irmão Editores, Porto, registrava: 1) Árctico, adj. Do norte; boreal. 2) Antárctico, adj. Que habita ou está além do círculo polar do sul. Sds. - Pelagio 01h23min de 28 de Julho de 2007 (UTC)

A vergonha do destaque deste artigo na Página principal[editar | editar código-fonte]

Não frequento muito a pt.wikipedia e nunca tinha vindo a este artigo, mas chocou-me vê-lo hoje destacado na Página principal referindo que a forma usada no português europeu é "Antárctica" [sic]. Chocou-me ainda mais ver a discussão maioritariamente ignorante ou xenófoba que vai por aqui, mas sobre isso nada posso (nem quereria) fazer. Como o artigo se encontra protegido e assim permanecerá enquanto desgraçadamente tiver o destaque, e porque eu só poderia regressar aqui dentro de uma semana, agradeço que alguém, logo que possível e depois de comprovar a forma correcta aqui, corrija o artigo e mencione essa página como fonte definitiva e irrefutável da grafia do topónimo no português europeu. Obrigado. --maf 20h28min de 27 de Julho de 2007 (UTC)

O link indicado por você também diz: Isto independentemente de haver dicionários que admitem o substantivo próprio "Antárctica", mas isso você faz de conta que não vê. Quanto à discussão, não tem nada de xenófoba; seu comentário, no entanto, parece-me bastante agressivo. Também gostaria de saber quem nomeou o site "Ciberdúvidas da língua portuguesa" como fonte definitiva e irrefutável da grafia do topónimo no português europeu (sic). Você? Mschlindwein msg 20h49min de 27 de Julho de 2007 (UTC)
Por favor cite fontes linguísticas (incluindo dicionários) que refiram que "Antárctica", o topónimo, é legítimo no português europeu. Online, pode procurar no dicionário (de português europeu) da Priberam (autora também do Corretor Aurélio, mas neste caso em português brasileiro), pode procurar no dicionário (de português europeu) da Porto Editora, e pode procurar na Infopédia (em português europeu). Em relação à fiabilidade do Ciberdúvidas, veja por favor se é de confiar nesta pessoa: [1], autora da referência que citei.--maf 21h26min de 27 de Julho de 2007 (UTC)
Caro Mafmafmaf, o seu venerado Ciberdúvidas já concedeu que há dicionários que admitem o substantivo próprio "Antárctica", de modo que penso não ser preciso eu, pobre e ignorante brasileiro, indicá-los. Peça ao Ciberdúvidas, que tocou no assunto, para apresentar tais referências. Ou o Ciberdúvidas é bom quando diz que o correto é "Antártida" e deixa de ser bom quando admite que outros dicionários aceitem "Antárctica" para o substantivo? Nota que eu nunca disse que "Antárctida" (em Portugal) ou "Antártida" (no Brasil) não sejam empregados ou sejam incorretos; eu disse apenas que prefiro, pessoalmente, a forma "Antártica" por uma questão de etimologia da palavra. Saudações. Mschlindwein msg 21h47min de 27 de Julho de 2007 (UTC)
É escusado. Só estou a falar da grafia em português europeu actual e nada mais. Reafirmo (ao contrário do que você diz) que tanto o Ciberdúvidas como todos os dicionários e enciclopédias em português europeu actual não admitem outras formas para o português europeu actual que não sejam "Antárctida" (topónimo) e "antárctica/antárctico" (adjectivo, incluindo o seu uso em Continente Antárctico e Oceano Glaciar Antárctico). Só estou a falar da grafia em português europeu actual e nada mais, nem correcção etimológica, nem preferência etimológica, nem consagração inventada. Não há livro escolar escrito em português europeu actual que não escreva "Antárctida". Não há livro académico escrito em português europeu actual que não escreva "Antárctida". Não há livro escrito em português europeu actual que não escreva "Antárctida". Não chega? Então é escusado. A minha intervenção termina aqui. A vergonha continua ou não, ao vosso critério.-maf 02h17min de 28 de Julho de 2007 (UTC)
Regressei porque Dantadd continua na sua e tive de o reverter. Por isso, as notas que acrescentei ao artigo são dedicadas a ele e ao seu co-defensor da pureza etimológica, Mschlindwein. Deixem-me no entanto recordar a ambos que a apresentação/justificação etimológica de termos não cabe na WP, mas sim no Wiktionary (de que nem sei se existe versão em português). A partir de agora, se quiserem reverter a grafia em PE, ou apresentam referências, ou por favor estejam quietos, que já fizeram perder muito tempo com as vossas "preferências pessoais por uma questão de etimologia" (palavras de Mschlindwein).--maf 02h14min de 25 de Setembro de 2007 (UTC)
José Pedro Machado, em seu nada importante DOELP, admite ambas as formas e também informa qual forma mais fiel etimologicamente. "Antárctida" ou "Antártida" são invenções consagradas para o continente anti-árctico. Dantadd 21h48min de 27 de Julho de 2007 (UTC)

Apenas a título de informação[editar | editar código-fonte]

Em 1948, o Lello Popular - Novo Dicionário Ilustrado da Língua Portuguesa, de Lello & Irmão Editores, Porto, registrava: 1) Árctico, adj. Do norte; boreal. 2) Antárctico, adj. Que habita ou está além do círculo polar do sul. Sds. - Pelagio 01h23min de 28 de Julho de 2007 (UTC)

Pelágio, não se trata do adjetivo; sobre isso todo mundo está de acordo que é "ártico" e "antártico" (ou "árctico" e "antárctico"). Trata-se do substantivo, do nome próprio, e este não está, normalmente, nos dicionários. Mschlindwein msg 17h42min de 28 de Julho de 2007 (UTC)

Caro maf

Agradeço a tua resposta indignada. Estava a sentir-me sozinho nesta discussão e às vezes perdi a paciência. Já pedi ajuda ao Instituto Geográfico Português e à Academia de Ciências. Espero que me respondam depressa, porque só assim convencerei os nossos oponentes. Infelizmente a correcção não virá a tempo de ainda apanhar o artigo em destaque.JoséFernandes 17h04min de 28 de Julho de 2007 (UTC)

"Oponentes"? Em inglês há uma expressão que resume bem a vossa visão deste debate: "you're overreacting". E digo mais, pelo visto, nada do que eu disso foi compreendido. Dantadd 17h28min de 28 de Julho de 2007 (UTC)

Para mim oponente significa adversário e não precisa de envolver qualquer violência.Pode usar-se num jogo ou numa discussão amigável. Eu tinha uma posição num discussão, e outros tinham outra, logo posso usar a palavra oponente. Se para ti significa outra coisa, não quero começar outra discussão. As minhas desculpas.JoséFernandes 09h56min de 30 de Julho de 2007 (UTC)

Não é necessário se desculpar. Apenas creio que estamos acirrando posições sem que seja necessário. Dantadd 12h13min de 30 de Julho de 2007 (UTC)

Wikipedia:Antárctida ou Antárctica?[editar | editar código-fonte]

O texto seguinte foi movido de: Wikipedia:Antárctida ou Antárctica? Caros Wikipedistas


Eu sou um teimoso que insiste que o palavra "Antárctida" é uma versão válida para o continente que rodeia o pólo sul. Na página de discussão sobre este assunto, eu estou isolado. Desejo saber a opinião de mais pessoas, no entanto não estou habituado a instituir votações. A maioria pode não concordar comigo, talvez eu seja o único maluco que se lembrou de escrever antárctida com D, mas ao menos gostaria que me ajudassem a organizar uma votação. Normalmente eu não faria isto, mas eu sinto-me como se fosse o parvo de uma anedota de mau gosto.JoséFernandes 11h39min de 26 de Julho de 2007 (UTC)

Bom, devo dizer que você não utilizou o formato adequado para votações aqui, mas antecipo meu apoio a sua proposição: para mim, a forma mais correta é com "d", não com "c". Parece-me correto referir-se à Antár(c)dita, ou ao Continente Antár(c)tico. Arges 14h22min de 26 de Julho de 2007 (UTC)

Como escrevi em Discussão:Antártica#Ainda a grafia, não somos nós que devemos definir a forma correta, mas sim as respectivas Academias de Letras do Brasil e de Portugal. Se as duas formas forem aceitas, então que cada um use a que lhe melhor apetecer. Não será uma votação da WP que decidirá se uma expressão é correta ou errada, não somos competentes para isso. Arges, quiseste escrever "Antár(c)tida", e acabaste escrevendo "Antár(c)dita", o que certamente não é a forma correta ;o). Saudações, Mschlindwein msg 14h33min de 26 de Julho de 2007 (UTC)


CONTRIBUIÇÃO PACÍFICA: minha versão da Barsa eletrônica também menciona a possível relação entre os nomes "Antártida" e "Atlântida". Pauloacbjr 20h38min de 18 de Agosto de 2007 (UTC)

É como o José Fernandes disse: Antár(c)tica é mais apropriado ao adjetivo, como Ártico ou Atlântico, ao passo que Antár(c)tida o é para o continente, como Atlântida. Essa explicação que consta no rodapé sobre "castelhanismo" é para mim tão insólita que a consideraria mesmo uma pesquisa inédita. --Tonyjeff ¿Uíqui-o-quê? 12h58min de 4 de Dezembro de 2007 (UTC)


Concordo com quem disse que quem define o correto são as academias de letras de cada país. Se eles disserem que é certo, torna-se certo. Se depois eles decidirem dizer que é errado, torna-se errado. Mas entendo qual a questão fundamental da discussão. Ora, ninguém discute que o termo original tem relação com o Ártico, oposto ao Ártico, "Antártico", e logo Antártica resta lógico. De repente surge um "d" e o nome vira Antártida. Por quê? Meio sem sentido não? As explicações colhidas parecem realmente sugerir um mistura entre os nomes Antártica e Atlântida, o que acabou virando Antártida. Se é certo ou não este nome, como disse, só as academias podem dizer. Mas concordo que, ainda que certo, é uma corruptela meio bizarra. Pauloacbjr (discussão) 21h01min de 19 de Fevereiro de 2008 (UTC)

Grafia do topônimo[editar | editar código-fonte]

Senhores:

Discussão é debater, examinar, investigar, tendo em vista provas e razões pró e contra. Portanto há necessidade de se entender que discutir não é brigar. Para tal tenho um argumento que pode dirimir essa dúvida. A etimologia, no que se refere a esta palavra, reza o seguinte: anti é um prefixo que significa aquele que se opõe. Segundo a gramática da língua portuguesa, verifiquem, um prefixo não altera a classe gramatical da base(raiz), diferentemente de um sufixo que pode alterá-la. Ártico referido a continente é substantivo, ártico referido ao que é do continente é adjetivo. Não seria uma "pseudo-desinência", ...tica ou ...tida, que realizaria essa mudança de classe gramatical. Assim temos no polo norte o polo ártico, continente Ártico, calota polar ártica. E em oposição temos o polo antiártico, o continente antártico, a calota polar antártica. Ninguém se refere ao polo norte como o continente "Ártido" ou o "Ártido". A professora Therezinha de Castro, e quem se interessa pelo estudo do continente gelado do polo sul tem que conhecê-la, sempre usou esse argumento para referir-se ao continente como ANTÁRTICA.

E mais, a cerveja apropriou-se do nome, que é de domínio público, para batizar sua cerveja. Não há propaganda nenhuma quando alguém se vale dessa palavra. Se assim fosse não deveríamos falar em atirador de skol ou nos referirmos ao Kaiser(asteróide 1694) que é um asteróide da cintura principal e que foi descoberto em 29 de setembro de 1934 por Hendrick van Gent, bem antes do lançamento da cerveja homônima. Ou ainda, no hinduísmo, nos referirmos a Brahma que é considerado pelos hindus a representação da força criadora ativa no universo. Imagina falarmos com frequência da Rua Bela Cintra, e ainda por cima "bela".

Portanto, senhores esses desentendimentos só devem estar ocorrendo devido à tolerância dos linguistas, que se dedicam ao estudo científico da linguagem verbal humana. E esse tema só ocorre devido à linguagem falada.

Obrigado pelo espaço e atenção.

Até a próxima,


Volner Amaral

Caro senhor Volner Amaral
Eu pensava que este assunto já estava arrumado, mas infelizmente ainda não.
O que venho aqui dizer (outra vez!!) é que árctico não é nem será substantivo, tal como antárctico, atlântico, mediterrâneo, vermelho, amarelo, negro, morto . Não sei se reparou, todos estes adjectivos se referem a mares ou oceanos. Já as terras podem ser designadas como adjectivos (continente europeu) ou como substantivos (Europa). Já ouviu falar nos continentes Europeia e Americana? Então porque é que o continente antárctico não pode ser designado por um substantivo? Em Portugal (e não só) decidiu-se criar um: "Antárctida". Repare que o português de Portugal é muito rígido, não se criam palavras assim de um dia para outro. A flexibilidade em criar e adoptar palavras novas é maior no português do Brasil. O caso da "Antárctida" é um dos poucos casos em que é o português de Portugal que apresenta uma inovação. Se eu sou obrigado a conviver com "usuário" e "acessar", por favor aceite "Antár(c)tida" porque só lhe fica bem.
(Já agora, o seu anti-antarctidismo não é mais importante que o dos outros, por isso movi a sua discussão para o fim, para preservar a ordem cronológica.)JF (discussão) 11h30min de 13 de Março de 2008 (UTC)

Suposto interesse territorial brasileiro[editar | editar código-fonte]

Sobre o suposto interesse do Brasil em apresentar uma reivindicação, isso não é verdade.

A reivindicação brasileira foi proposta originalmente por Therezinha de Castro e Delgado de Carvalho na chamada Teoria da Defrontação, mas jamais foi reconhecida pelo governo, apesar de ter tido razoável aceitação em alguns círculos durante o regime militar. Ver Antártida Brasileira.

O Brasil não reconhece nenhuma reivindicação territorial na Antártica, a posição brasileira é que o Tratado da Antártica (e as demais normas dele emanadas) é o único instrumento jurídico válido para a região. Pelo Tratado, há total liberdade de acesso à Antártica, o que implica dizer que o Brasil tem interesse na Antártica como um todo, por sua importância científica, ambiental e estratégica, mas esse interesse não se reflete em uma reivindicação territorial.

Minha sugestão seria excluir todo o tópico "Os países interessados em participar numa futura divisão territorial da Antártica", já que os demais países citados tembém têm participação ativa no Sistema do Tratado da Antártica.

Felipe Ferreira, diplomata. Autor de "O Sistema do Tratado da Antártica: evolução do regime e seu impacto na política externa brasileira". No prelo.

Geologia (Futuro)[editar | editar código-fonte]

É um ótimo artigo, por isso venho dar uma sugestão para melhorá-lo. Na parte da Geologia, fala da antártida em várias épocas, fala no presente, mas não faz a mais leve previsão para o futuro. Em manuais escolares já vi como, em principio ficará daqui a vários milhões de anos e sabe-se que os continentes se mexem que a zona em que, seguindo o seu percurso atual (não sou experiente nisto) ficará bem mais a norte. Se acharem razoável utilizar a minha ideia por favor façam-no, eu próprio fazia-o mas trata-se de um artigo destacado e penso que há gente mais qualificada para o melhorar do que eu. Obrigado. Sarilho1 (discussão) 19h03min de 26 de setembro de 2011 (UTC)

Encerrar a discussão antártida/antártica e criar uma nota de rodapé fundamentada[editar | editar código-fonte]

O problema

Como se pode ver pela discussão, desde há anos que existe uma disputa sobre se o termo correto para designar este território será unicamente Antártida ou Antártica ou, por outro lado ainda, se ambos estão corretos. Na verdade, as notas atuais do artigo pouco ou nada esclarecem a situação:

  • há uma afirmação sobre a origem grega da palavra, mas sem se deter no termo contemporâneo nem esclarecendo sobre qual seria o correto na atualidade;
  • há uma afirmação sobre o uso de "Antártida" num tratado oficial brasileiro, mas é igualmente inconclusiva. Ou melhor, pode indicar que Antártida é, de certa forma, de uso oficial, mas não esclarece os termos da relação entre Antártida e Antártica, nem de nenhuma forma se é uma das formas de uso oficial ou se é a única forma de uso oficial, que era o que interessava aqui;
  • há uma afirmação que o único termo admissível em Portugal pré-AO é "Antárctida". Isto é pesquisa inédita porque nenhuma das fontes sustenta tal afirmação. Pegou-se em três exemplos aleatórios e extrapolou-se a conclusão de que mais nenhum seria admissível. Mais do que isso: foi-se buscar a definição de dicionários que, como sabemos, não têm entradas para topónimos e apenas listam o adjectivo antártico, misturando as duas coisas.

Há duas conclusões que podem desde já ser tiradas, sendo portanto inútil incluí-las no debate porque não levam a lado nenhum:

  • independentemente da conclusão a que se chegue, em virtude do AO, "antárctida" passa a ser "antártida" e "antárctico" passa a ser "antártico", sendo a grafia igual em ambos os países.
  • qualquer referência futura deve levar em conta ou enciclopédias ou dicionários de topónimos. Os dicionários comuns não têm entradas para topónimos nem servem para demonstrar nada. A única coisa que dicionários como o Priberam mostram é o uso e existência do adjetivo que, mais do que comprovado, é unicamente "antártico" (continente antártico, fauna antártica, península antártica, etc.)
Proposta

Então o que se pretende? Muito simplesmente, fazer aqui uma coleção de obras de referência reputadas que tenham entradas para o topónimo (substantivo). Fazer uma lista das que referem "antár(c)tida" e das que referem "antár(c)tica". No fim, pode-se fazer uma nota esclarecedora, listando especificamente que o termo X ou Y é citado nesta ou naquela obra, a ver se se estanca a hemorragia de protestos relativos ao termos. Repito: a ideia não é de forma alguma debater o que se "acha" correto ou de onde "pode" vir a palavra. É, tão simplesmente, listar as fontes para uma e para outra expressão. Polyethylen (discussão) 19h12min de 28 de agosto de 2012 (UTC)


obra antár(c)tida antár(c)tica
Infopédia
Enciclopédia online da Porto Editora
sim

Esta polémica é largamente discutida em muitos sites, mas o problema é saber o que é que se pode considerar como fonte confiável. Coloquei na tabela referências ao ciberdúvidas e um texto publicado pelo governo brasileiro.JF (discussão) 21h16min de 28 de agosto de 2012 (UTC)

Peço perdão, mas retirei da lista o que não é obra de referência. Talvez não tenha sido muito claro. A ideia não é fazer uma simples "lista de ocorrências": isso nunca leva a parte nenhuma. A ideia é ter única e exclusivamente uma lista de entradas do termo em obras de referência, feitas e elaboradas por linguistas. Entenda-se: entradas do artigo em enciclopédias, em dicionários onomásticos, em dicionários geográficos e eventualmente em prontuários de jornais de grande circulação (embora não esteja muito convicto deste último) Ou seja, vamos até à raiz da questão para resolver de uma vez por todas o problema. Porque todos os milhares de sites de "ciberdúvidas" e todos os textos oficiais (e não-oficiais) se devem reger por essas obras de referência. Se não se estão a reger, então os próprios estão a incorrer em pesquisa inédita e a dissertar sobre um termo que não é aprovado pelos linguistas. Eu sei que é complicado, porque a quase totalidade das enciclopédias de referência não estão online, mas muita gente há-de ter acesso em casa ou numa instituição perto. Eu próprio me comprometo a, na próxima oportunidade, verificar de que forma é que o termo ocorre em várias enciclopédias. Polyethylen (discussão) 21h46min de 28 de agosto de 2012 (UTC)
Só hoje vi que você tinha revertido a minha edição. As duas referências que coloquei vieram de fontes governamentais. Da brasileira não posso dizer nada,porque não conheço, mas a Fundação para a Ciência e Tecnologia é o braço científico do governo português. Se esta não for uma fonte de referência "oficial", não sei o que possa ser.JF (discussão) 16h15min de 17 de setembro de 2012 (UTC)

Se o assunto é polêmico e ainda não se chegou a uma conclusão, não vejo motivo para a imposição do termo Antártida com a eliminação de Antártica no artigo Idade Heroica da Exploração da Antártida com a argumentação:(termo incorreto até demonstração em contrário). Se o assunto já está revolvido, devemos montar uma força tarefa para eliminar a palavra Antártica em toda a Wikipédia-pt, se isso ainda não aconteceu devemos ser um pouco tolerantes e aceitar as duas grafias como corretas, ou alguém tem alguma sugestão melhor. --HTPF (discussão) 22h06min de 9 de novembro de 2012 (UTC)

Que fontes reputadas é que referem Antártica? Fiz essa questão mas ainda ninguém respondeu... Polyethylen (discussão) 22h36min de 9 de novembro de 2012 (UTC)
Consultei a seguinte referência: HOUAISS, Antônio (ed.). Dicionário Inglês-Português. Rio de Janeiro: Record, p.32 (1982). Esse dicionário, cujo editor é um renomado dicionarista brasileiro, traz a seguinte tradução para o verbete Antarctica: Antártica, Antártida. Portanto parece-me claro que as duas formas são aceitas em PT-BR. Py4nf (discussão) 22h49min de 9 de novembro de 2012 (UTC).
Isso é o adjetivo antártico/a. Um dicionário não lista topónonimos. Polyethylen (discussão) 23h16min de 9 de novembro de 2012 (UTC)
O verbete a que me refiro é de fato o topônimo, pois está grafado com inicial maiúscula e trata-se do verbete Antarctica. O verbete imediatamente anterior, grafado com inicial minúscula, é o adjetivo antarctic, cuja tradução é "região antártica" (substantivo) e "antártico" (adjetivo). A propósito, esse dicionário traz vários topônimos, todos eles com inicial maiúscula. Py4nf (discussão) 23h53min de 9 de novembro de 2012 (UTC)

Seção específica sobre o nome[editar | editar código-fonte]

Criei uma seção específica sobre a questão do topônimo "Antática"/"Antártida". Creio que assim fica mais claro e didático para os leitores. Contribuições são bem-vindas. Registro, ainda, que a forma "Antártica", embora minoritária, também se usa em Portugal: [2], [3], [4], [5], [6]... Dantadd (α—ω) 15h30min de 16 de dezembro de 2013 (UTC)

Não, o topónimo "Antártica" não se usa em Portugal, já que não consta em nenhuma obra de referência. A validade de um termo determina-se com recurso a dicionários, linguistas e fontes de autoridade em geral, e não com erros ortográficos de sites da internet. Antero de Quintal (discussão) 15h38min de 16 de dezembro de 2013 (UTC)
Bom, não vou criar uma discussão sobre isso, mas reduzir periódicos como Diário de Notícias e Correio da Manhã a "sites da internet" é um tanto estranho. O mesmo vale para a referência da Universidade de Évora. Não creio que sejam simples "sites da internet". De qualquer maneira, um dia "Antártica" vai ser parte de obras de referência (isto se já não o for). É inevitável. Dantadd (α—ω) 15h51min de 16 de dezembro de 2013 (UTC)
Qualquer jornal tem erros. Jornalista é uma profissão como qualquer outra, que não representa qualquer autoridade linguística; não percebo esta lógica de que "se-apareceu-no-jornal-é-porque-é-verdade". O trabalho de um jornalista consiste em relatar factos de forma precisa, tal como o de um investigador académico consiste em produzir conteúdo científico preciso; e se ambos podem ser fontes reputadas naquilo que é o seu trabalho, não o são para questões que não são da sua competência ou esfera. Quando há dúvidas sobre a validade de um termo, consulta-se as obras de referência e dicionários, e não "aquilo que se escreve por aí". Quanto a ser inevitável que o termo possa vir a aparecer em obras de referência fora do Brasil, é futurologia pouco credível uma vez que por aqui quase não se usa o termo; mas se assim se decidir no futuro cá estaremos para registar o facto. Antero de Quintal (discussão) 16h20min de 16 de dezembro de 2013 (UTC)


Link quebrado[editar | editar código-fonte]

Foi checado os links externos deste artigo por vários minutos. Alguém verifique por favor se a ligação estiver fora do ar e tente arrumá-lo ou removê-la!

--LijeBot (discussão) 15h49min de 21 de dezembro de 2013 (UTC)


Link quebrado 2[editar | editar código-fonte]

Foi checado os links externos deste artigo por vários minutos. Alguém verifique por favor se a ligação estiver fora do ar e tente arrumá-lo ou removê-la!

--LijeBot (discussão) 15h49min de 21 de dezembro de 2013 (UTC)


Link quebrado 3[editar | editar código-fonte]

Foi checado os links externos deste artigo por vários minutos. Alguém verifique por favor se a ligação estiver fora do ar e tente arrumá-lo ou removê-la!

--LijeBot (discussão) 15h49min de 21 de dezembro de 2013 (UTC)


Link quebrado 4[editar | editar código-fonte]

Foi checado os links externos deste artigo por vários minutos. Alguém verifique por favor se a ligação estiver fora do ar e tente arrumá-lo ou removê-la!

--LijeBot (discussão) 15h49min de 21 de dezembro de 2013 (UTC)


Link quebrado 5[editar | editar código-fonte]

Foi checado os links externos deste artigo por vários minutos. Alguém verifique por favor se a ligação estiver fora do ar e tente arrumá-lo ou removê-la!

  • http://www2.mre.gov.br/dai/m_75963_1959.htm
    • In Antártica on 2013-12-12 02:21:25, Socket Error: 'Uma tentativa de liga\xe7\xe3o falhou porque o componente ligado n\xe3o respondeu\r\ncorretamente ap\xf3s um per\xedodo de tempo, ou a liga\xe7\xe3o estabelecida falhou\r\nporque o anfitri\xe3o ligado n\xe3o respondeu'
    • In Antártica on 2013-12-21 15:49:43, Socket Error: 'Uma tentativa de liga\xe7\xe3o falhou porque o componente ligado n\xe3o respondeu\r\ncorretamente ap\xf3s um per\xedodo de tempo, ou a liga\xe7\xe3o estabelecida falhou\r\nporque o anfitri\xe3o ligado n\xe3o respondeu'

--LijeBot (discussão) 15h50min de 21 de dezembro de 2013 (UTC)


Link quebrado 6[editar | editar código-fonte]

Foi checado os links externos deste artigo por vários minutos. Alguém verifique por favor se a ligação estiver fora do ar e tente arrumá-lo ou removê-la!

--LijeBot (discussão) 15h50min de 21 de dezembro de 2013 (UTC)


Link quebrado 7[editar | editar código-fonte]

Foi checado os links externos deste artigo por vários minutos. Alguém verifique por favor se a ligação estiver fora do ar e tente arrumá-lo ou removê-la!

--LijeBot (discussão) 15h50min de 21 de dezembro de 2013 (UTC)


Link quebrado 8[editar | editar código-fonte]

Foi checado os links externos deste artigo por vários minutos. Alguém verifique por favor se a ligação estiver fora do ar e tente arrumá-lo ou removê-la!

--LijeBot (discussão) 15h50min de 21 de dezembro de 2013 (UTC)


Link quebrado 9[editar | editar código-fonte]

Foi checado os links externos deste artigo por vários minutos. Alguém verifique por favor se a ligação estiver fora do ar e tente arrumá-lo ou removê-la!

--LijeBot (discussão) 15h50min de 21 de dezembro de 2013 (UTC)


Link quebrado 10[editar | editar código-fonte]

Foi checado os links externos deste artigo por vários minutos. Alguém verifique por favor se a ligação estiver fora do ar e tente arrumá-lo ou removê-la!

--LijeBot (discussão) 15h50min de 21 de dezembro de 2013 (UTC)