Dispensação

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde Dezembro de 2008).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Em todo mundo, a dispensação de medicamentos e produtos para saúde representa a principal atividade farmacêutica, entre as várias desenvolvidas tanto no meio hospitalar como ambulatorial, e a principal demanda dos consumidores. Há várias definições para dispensação disponíveis na literatura nacional e internacional. Segundo o Conselho Federal de Farmácia (Brasil), consiste no “Ato do farmacêutico de orientação e fornecimento ao usuário de medicamentos, insumos farmacêuticos e correlatos, a título remunerado ou não”.

A OMS e o Ministério da Saúde Brasileiro a considera como o "ato profissional farmacêutico de proporcionar um ou mais medicamentos a um paciente, geralmente como resposta à apresentação de uma receita elaborada por um profissional autorizado. Nesse ato, o farmacêutico informa e orienta o paciente sobre o uso adequado do medicamento. São elementos importantes da orientação, entre outros, a ênfase no cumprimento da dosagem, a influência dos alimentos, a interação com outros medicamentos, o reconhecimento de reações adversas potenciais e as condições de conservação dos produtos”.

O Consenso Espanhol de Atenção Farmacêutica à caracteriza como a situação em que uma pessoa procura a farmácia e solicita um medicamento concreto, geralmente, mediante uma prescrição médica ou sem ela caso pretenda se automedicar (de forma adequada ou não). A atuação profissional do farmacêutico vai além da simples entrega do produto, devendo ser voltada à detecção de problemas potenciais relacionados à utilização do medicamento e à orientação sobre a adequada utilização do medicamento.

Pode ser entendido ainda como a atuação profissional de um farmacêutico por meio da qual se proporciona a um paciente, ou a seus cuidadores, os serviços clínicos que acompanham a entrega de medicamentos ou produtos para saúde, com objetivo de melhorar seu processo de uso.

Ícone de esboço Este artigo sobre farmácia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.