Diurético da ansa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Fórmulas estruturais de alguns diuréticos da ansa.

Os diuréticos da ansa ou da alça, são um grupo de fármacos diuréticos que actuam no Rim, aumentando o volume e diminuindo a concentração da urina.

Mecanismo de ação[editar | editar código-fonte]

Eles inibem o transportador de Na+/K+/2Cl-, que reabsorve sal e água do filtrado. Este transportador está presente nas células da porção ascendente da alça de Henle. Inibem ainda a reabsorção de ion magnésio e cálcio.

Efeitos[editar | editar código-fonte]

Aumentam muito a diurese (micção), sendo dos diuréticos mais potentes.

Cerca de um quarto do volume do filtrado são excretados com um diurético de alça em dose máxima, em comparação a 1% no individuo normal.

Causam vasodilatação venosa.

Usos clínicos[editar | editar código-fonte]

Não são potentes hipotensores para as formas leve e moderada. Só devem ser usados na hipertensão arterial em situações especiais como estados edematosos ou em emergências hipertensivas. Pela via oral tem início de ação em 30 min, pico em 2h e fim de ação após 4 a 6 h. Pela via parenteral tem início de ação em 5 min, pico em 30min e fim de ação após 2h.

Efeitos adversos[editar | editar código-fonte]

Usos clínicos[editar | editar código-fonte]

O uso de diuréticos deve ser feito com restrição do sal na dieta, pois o seu efeito poderá aumentar o apetite por sal, e se este for ingerido em grandes quantidades, não terá benefício.