Diuris pardina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Como ler uma caixa taxonómicaDiuris pardina
Diuris pardina 08.jpg

Classificação científica
Domínio: Eukaryota
Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Liliopsida
Ordem: Asparagales
Família: Orchidaceae
Subfamília: Orchidoideae
Tribo: Diurideae
Subtribo: Diuridinae
Género: Diuris
Espécie: D. pardina
Nome binomial
Diuris pardina
Lindl. 1840

Diuris pardina é uma espécie geófita pertencente à família das orquídeas, ou Orchidaceae, endêmica do sudeste da Austrália, em Nova Gales do Sul, Austrália Meridional, Tasmânia e Vitória.[1] até 200 metros de altitude.</ref name=DJ> Habitam áreas abertas de clima marcadamente sazonal, de modo que esta espécie têm períodos diferentes de crescimento, floração e dormência.

São plantas herbáceas perenes que podem ser reconhecidas facilmente pela aparência de suas flores cujas pétalas são grandes e voltadas para cima como se fossem as orelhas de um burro. Têm um par de tubérculos despidos, carnosos, e raízes filamentosas. Seus caules são muito curtos, eretos, e dão origem a folhas basais, longas e estreitas, de margens inteiras, que se confundem com capim. A inflorescência é racemosa, com flores ressupinadas com segmentos livres; pétalas com istmo basal, sépaladorsal tombada sobre a coluna, mais curta e larga que as laterais, estas paralelas atrás do labelo; labelo tri-lobulado, com os lobos laterais inicialmente ao lado da coluna e então explanados; Coluna curta, apoda, com asas laterais estreitas, fundidas na base e paralelas à coluna; Antera bi-locular dorsal ereta com duas polínias brancas clavadas aderidas ao viscídio e rostelo praticamente livre. São polinizadas por pequenas abelhas, que também polinizam as flores da família Fabaceae, uma vez que suas flores imitam as flores desta família. Ocasionalmente podem ser polinizadas por moscas e besouros. Seus frutos são capsulares, de paredes finas, contendo entre 30 e 500 sementes minúsculas.[2]

Esta espécie pertence a um grupo de espécies caracterizado por ter flores amarelas com fortes manchas marrons, pétalas eretas, em formato de raquete, e labelo com lobo intermediário em forma que leque, levemente dobrado ao longo da linha central com calo formado por duas carenas.[3]


Publicação e sinônimos[editar | editar código-fonte]

  • Diuris pardina Lindl., Gen. Sp. Orchid. Pl.: 507 (1840).


Referências

  1. R. Govaerts et al (2009). World Checklist of Orchidaceae. The Board of Trustees of the Royal Botanic Gardens, Kew.Publicado na Internet (em inglês)
  2. Jones, David: (2001) Diuris em A. M. Pridgeon et al eds., Genera Orchidacearum, vol. 2, Orchidoideae part 1. Oxford University Press, Oxford, UK ISBN 0198507100.
  3. David L. Jones (2006). Diuris in Native Orchids of Australia: 118-138. Reed Natural History Australia (Publ.) ISBN 9781877069123



Ver também[editar | editar código-fonte]


Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Diuris pardina
Wikispecies
O Wikispecies tem informações sobre: Diuris pardina


Ícone de esboço Este artigo sobre orquídeas (família Orchidaceae), integrado no Projeto Plantas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.