Divã (filme)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Divã
 Brasil
2009 • cor • 90 min 
Direção José Alvarenga Jr.
Elenco Lília Cabral
José Mayer
Alexandra Richter
Cauã Reymond
Reynaldo Gianecchini
Paulo Gustavo
Eduardo Lago
Gênero comédia
Idioma Português
Estúdio Globo Filmes
Distribuição Downtown Filmes
Lançamento 17 de abril de 2009
Página no IMDb (em inglês)

Divã, o Filme é um filme brasileiro dirigido por José Alvarenga Jr. e inspirado na obra literária de mesmo nome da autora Martha Medeiros lançado em 17 de abril de 2009. O filme conseguiu um público de 1,5 milhão de espectadores. A continuação do mesmo, foi autorizada pela Ancine.[1]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Divã conta a história de Mercedes.

Mercedes é uma mulher que não tem do que reclamar: é bonita, bem vivida, casada, mãe de dois filhos, sempre próxima a sua melhor amiga Mônica e é muito feliz. Aparentemente a vida dela é perfeita, o que desperta a curiosidade dela mesma em descobrir o porquê de sua vida ser tão completa. É quando Mercedes resolve fazer análise com um psicanalista, Dr. Lopes, para descobrir o motivo de não ver nem a sombra dos problemas.

O que Mercedes não imaginava era que sua vida iria mudar a partir do dia em que ela entrasse naquele consultório. Ao longo de seu tratamento psicológico, Mercedes descobre muitas insatisfações próprias, assim como a necessidade de se conhecer cada vez mais fundo, a vontade de aproveitar cada momento, de realizar sonhos e desejos que não sabia que existia.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Prêmio Contigo! Prêmio do Público

Prêmio do Júri

Brazilian Film Festival of Miami

  • Melhor Filme - José Alvarenga Jr.
  • Melhor Atriz - Lília Cabral
  • Melhor Direção de Arte - Cláudio Domingos
  • Melhor Diretor - José Alvarenga Jr.
  • Melhor Edição - Diana Vasconcellos
  • Melhor Roteiro - Marcelo Saback

Grande Prêmio Cinema Brasil

  • Melhor Atriz - Lília Cabral
  • Melhor Edição - Diana Vasconcellos
  • Melhor Trilha Sonora - Guto Graça Mello
  • Melhor Filme
  • Melhor Roteiro - Marcelo Saback [2]

Referências

  1. Lauro Jardim (21 de maio de 2012). Divã 2 Editora Abril. Veja. Página visitada em 23 de maio de 2012.
  2. http://www.imdb.com/title/tt1278336/awards?ref_=tt_awd

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um filme brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.