Divino

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Divino
Divino MG Cachoeira.jpg

Bandeira desconhecida
Brasão de Divino
Bandeira desconhecida Brasão
Hino
Aniversário 25 de janeiro
Fundação 25 de janeiro de 1939
Gentílico divinense
Lema Decus et Labore ("Honra e Trabalho")
Prefeito(a) Mauri Ventura Do Carmo (PT)
(2013–2016)
Localização
Localização de Divino
Localização de Divino em Minas Gerais
Divino está localizado em: Brasil
Divino
Localização de Divino no Brasil
20° 36' 50" S 42° 08' 56" O20° 36' 50" S 42° 08' 56" O
Unidade federativa  Minas Gerais
Mesorregião Zona da Mata IBGE/2008[1]
Microrregião Microrregião de Carangola IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes São João do Manhuaçu, Luisburgo, Orizânia, Santa Margarida, Pedra Bonita, Fervedouro, Carangola, Espera Feliz e Caparaó.[2]
Distância até a capital 350 km
Características geográficas
Área 338,716 km² [3]
População 19 131 hab. Censo IBGE/2010[4]
Densidade 56,48 hab./km²
Altitude 650 m
Clima Tropical de altitude
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,692 médio PNUD/2000[5]
PIB R$ 116 173,595 mil IBGE/2008[6]
PIB per capita R$ 5 820,61 IBGE/2008[6]
Página oficial

Divino é um município brasileiro no interior do estado de Minas Gerais. Sua população estimada em 2010 era de 19.131 habitantes. Divino está a 320 km de Belo Horizonte

História[editar | editar código-fonte]

Divino era uma terra de índios da tribo goitacases e em 1833 foi desbravada por "brancos" que se dedicavam a agricultura. O povoado foi fundado por um grupo de moradores que decidiram sair em excursão, descendo pelo atual ribeirão São João do Norte, que ainda é uma região de fazendas, até alcançar o rio Carangola.

Caminharam pela margem do rio e no caminho sentiram fome e no local que pararam e comeram, eles ergueram a bandeira com as insígnias do Divino Espírito Santo, por serem religiosos.

Naquele local construíram uma capela, que deu origem ao povoado. Em 23 de setembro de 1882, pela Lei Provincial nº 2.905, o povoado foi elevado a distrito com a denominação de Divino Espírito Santo e confirmado em 14 de setembro de 1891 pela Lei Estadual nº 2.

Em 7 de setembro de 1923, após aprovada a Lei Estadual nº 843, o nome do distrito é alterado para Divino de Carangola, uma vez que o distrito pertencia ao município vizinho, Carangola.

Já em 17 de dezembro 1938, uma data a ser lembrada por todos, houve a emancipação do município e então ganhou o nome de Divino.

Nos dias atuais, há em Divino uma grande esperança de crescimento, um município que hoje é sustentado pela prática agropecuária, pecuária, está aos poucos se desenvolvendo.

O último senso realizado pelo IBGE em 2007, revelou que Divino tinha uma população de 19.245 pessoas, numa área territorial de 338,716 km².

Geografia[editar | editar código-fonte]

Rodovias[editar | editar código-fonte]

Administração[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  2. [1].
  3. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Visitado em 5 dez. 2010.
  4. Censo Populacional 2010 Censo Populacional 2010 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Visitado em 11 de dezembro de 2010.
  5. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  6. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Visitado em 11 dez. 2010.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Minas Gerais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.