Divisões administrativas das Maldivas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Cada atol administrativo está indicado juntamente com a letra thaana usada para identificar o atol. Os atóis naturais estão indicados em azul claro. visão completa do mapa.


Maldivas
Coat of arms of Maldives.svg

Este artigo é parte da série:
Política e governo
das Maldivas



Outros países · Atlas

Geograficamente, as Maldivas são formadas por uma série de atóis naturais, além de algumas ilhas e recifes isolados que formam um padrão de norte a sul.

Para fins administrativos, o país está organizado em sete províncias, constituídas por 21 divisões administrativas (20 "atóis" administrativos e a cidade de Malé).

Uso da palavra "Atol"[editar | editar código-fonte]

Como as divisões administrativas das Maldivas são chamadas de 'atóis' (atoll ou atholu), mas nem sempre são constituídas por um atol efetivamente, elas não devem ser confundidas com os atóis naturais das Maldivas. Embora às vezes um atol natural coincida com um atol administrativo, como ocorre com Lhaviyani-Faaadhippolhu, existem muitas inconsistências que podem confundir, como parte de um atol natutal, ou até mesmo uma única ilha, sendo referido como um 'atol administrativo' ao invés de 'província' ou 'distrito'.

Códigos e nomes das divisões administrativas[editar | editar código-fonte]

A introdução de códigos-nomes para os atóis das Maldivas tem sido a origem de muitas confusões e equívocos, especialmente entre os estrangeiros. Muitos acham que o código-nome de um atol administrativo é seu novo nome e que ele substituiu o nome geográfico. Sob tais circunstâncias, é difícil saber qual é o nome correto a ser utilizado.

Cada divisão administrativa das Maldivas possui as seguintes identificações:

  1. um nome, por exemplo Thiladhunmati Uthuruburi (que significa Thiladhunmathi do Norte).
  2. um código-nome ou código de letras maldívio, por exemplo: Haa Alifu. Quando há duas sequência de letras, a segunda representa ou "Norte" (Alifu) ou "Sul" (Dhaalu).
  3. uma letra do alfabeto latino, por exemple: (A).

O primeiro corresponde ao nome geográfico maldívio do atol.

O segundo é um código-nome adotado por conveniência. Ele começou a ser usado com o objetivo de facilitar a comunicação por rádio entre os atóis e a administração central. Como existem algumas ilhas em diferentes atóis que possuem o mesmo nome, para fins administrativos este código é indicado antes do nome da ilha, por exemplo: Baa Funadhoo, Kaafu Funadhoo, Gaafu-Alifu Funadhoo. Como a maioria dos atóis possuem nomes geográficos muito extensos, este código também é usado sempre que o nome do atol precisa ser mencionado de forma curta, como por exemplo no nome do website do atol.

Este código-nome tem sido mal utilizado por estrangeiros e turistas que não compreendem o uso adequado desse código e, frequentemente, não identificam os verdadeiros nomes maldívios em publicações para turistas. Os maldívios podem usar o código-nome na conversação coloquial, mas em publicações geográficas, históricas ou culturais, o verdadeiro nome geográfico sempre tem prioridade.

A letra do alfabeto latino é normalmente usada em matrículas de barcos. A letra representa o atol e o número a ilha.

Cada atol é administrado por um "Chefe de Atol" (Atholhu Veriyaa) indicado pelo Presidente. O Ministério da Administração do Atol e suas agências regionais do norte e do sul, agências dos atóis e agências das ilhas são coletivamente responsáveis perante o Presidente pela administração dos atóis. O responsável administrativo de cada ilha é o "Chefe de Ilha" (Katheeb), nomeado pelo presidente. O superior imediato do chefe de ilha é o chefe de atol. O superior imediato do chefe de atol é o Ministro de Estado da Província, também nomeado pelo presidente.

Província do Extremo Norte (Província Mathi-Uthuru)[editar | editar código-fonte]

Letra latina Cód. Abrev. Letra local Código-nome Nome oficial Capital
A HA ހއ Haa Alif Thiladhunmathi Uthuruburi Didhdhoo
B HDh ހދ Haa Dhaalu Thiladhunmathi Dhekunuburi Kulhudhuffushi
C Sh ށ Shaviyani Miladhunmadulu Uthuruburi Funadhoo

Província do Norte (Província Uthuru)[editar | editar código-fonte]

Letra latina Cód. Abrev. Letra local Código-nome Nome oficial Capital
D N ނ Noonu Miladhunmadulu Dhekunuburi Manadhoo
E R ރ Raa Maalhosmadulu Uthuruburi U'ngoofaaru
F B ބ Baa Maalhosmadulu Dhekunuburi Eydhafushi
G Lh ޅ Lhaviyani Faadhippolhu Naifaru

Província do Centro-Norte (Província Medhu-Uthuru)[editar | editar código-fonte]

Letra latina Cód. Abrev. Letra local Código-nome Nome oficial Capital
H K ކ Kaafu Malé Atoll Thulusdhoo
U AA އއ Alif Alif Ari Atoll Uthuruburi Rasdhoo
I ADh އދ Alif Dhaal Ari Atoll Dhekunuburi Mahibadhoo
J V ވ Vaavu Felidhu Atoll Felidhoo

Província Central (Província Medhu)[editar | editar código-fonte]

Letra latina Cód. Abrev. Letra local Código-nome Nome oficial Capital
K M މ Meemu Mulak Atoll Muli
L F ފ Faafu Nilandhe Atholhu Uthuruburi Magoodhoo
M Dh ދ Dhaalu Nilandhe Atholhu Dhekunuburi Kudahuvadhoo

Província do Extremo Sul (Província Mathi-Dhekunu)[editar | editar código-fonte]

Letra latina Cód. Abrev. Letra local Código-nome Nome oficial Capital
N Th ތ Thaa Kolhumadulu Veymandoo
O L ލ Laamu Haddhunmathi Fonadhoo

Província do Centro-Sul (Província Medhu-Dhekunu)[editar | editar código-fonte]

Letra latina Cód. Abrev. Letra local Código-nome Nome oficial Capital
P GA ގއ Gaafu Alif Huvadhu Atholhu Uthuruburi Villingili
Q GDh ގދ Gaafu Dhaalu Huvadhu Atholhu Dhekunuburi Thinadhoo

Província do Sul (Provínvia Dhekunu)[editar | editar código-fonte]

Letra latina Cód. Abrev. Letra local Código-nome Nome oficial Capital
R Gn ޏ Gnaviyani Fuvammulah Fuamulaku
S S ސ Seenu Addu Atoll Hithadhoo

Malé[editar | editar código-fonte]

Letra latina Cód. Abrev. Letra local Código-nome Nome oficial Capital
T - - - Malé Atoll Malé

Tradicionalmente, os maldívios chamam os atóis com nomes terminados em '-madulu' ou '-mathi' pelos seus respectivos nomes sem adicionar a paravra equivalente a 'atol' no fim. Por exemplo, é correto escrever apenas Kolhumadulhu, sem adicionar a palavra 'Atholhu' ou 'Atoll'. Este também é o caso do atol conhecido como Faadhippolhu.

As Províncias de Maldivas[editar | editar código-fonte]

A partir de 2008, em uma tentativa de descentralizar o governo do país, as 20 divisões administrativas foram agrupadas em sete províncias da seguinte forma:[1]

Província
Nome local
Nome em português compreende os seguintes
atóis administrativos
Capital Localização
da Capital
Área
km²
População[2]
(Censo 3/2006)
Mathi-Uthuru Extremo norte Haa Alif, Haa Dhaalu, Shaviyani Kulhudhuffushi capital do Atol de Haa Dhaalu 41 672
Uthuru Norte Noonu, Raa, Baa, Lhaviyani Felivaru Atol de Lhaviyani 43539
Malé Malé Malé Malé Distrito Capital 103 693
Medhu-Uthuru Centro-norte Kaafu, Alifu Alifu, Alifu Dhaalu, Vaavu Maafushi Atol de Kaafu 31202
Medhu Central Meemu, Faafu, Dhaalu Atoll Kudahuvadhoo capital do Atol de Dhaalu 13 442
Mathi-Dhekunu Extremo sul Thaa, Laamu Gan Atol de Laamu 20 483
Medhu-Dhekunu Centro-sul Gaafu Alifu, Gaafu Dhaalu Thinadhoo capital do Atol de Gaafu Dhaalul 19 275
Dhekunu Sul Gnaviyani, Seenu Hithadhoo capital do Atol de Seenu 25 662
Maldivas Malé Distrito Capital 298 968

O presidente Nasheed foi o arquiteto do processo de descentralização. Esta será a primeira vez na história das ilhas Maldivas desde 1117 A.D., que o poder governante foi afastado da capital Malé. As sete províncias de perto correspondem às divisões históricas de Uthuru Boduthiladhunmathi. Dhekunu Boduthiladhunmathi, Uthuru Medhu-Raajje, Medhu-Raajje, Dhekunu Medhu-Raajje, Huvadhu (ou Uthuru Suvadinmathi) e Addumulakatholhu (ou Dhekunu Suvadinmathi).

Notas

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Muhammadu Ibrahim Lutfee. Divehiraajjege Jōgrafīge Vanavaru. G.Sōsanī. Malé 1999.
  • Hasan A. Maniku. The Islands of Maldives. Novelty. Male 1983.
  • Hasan A. Maniku. Changes in the Topography of the Maldives. Novelty. Male 1990.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]