Doce (banda)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde janeiro de 2011).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Doce
Informação geral
Origem Lisboa
País  Portugal
Gênero(s) Pop
Período em atividade 1979-1987
Gravadora(s) Polygram
Ex-integrantes
Fátima Padinha
Teresa Miguel
Lena Coelho
Laura Diogo

Doce foi uma banda pop que existiu em Portugal na década de 1980. Foi uma das primeiras girl groups da Europa.

Biografia[editar | editar código-fonte]

O grupo formou-se em Setembro de 1979 e era composto por um quarteto feminino: Fá (Fátima Padinha), Teresa Miguel, Lena Coelho e Laura Diogo. Também foi integrante a cantora Fernanda de Sousa, atualmente com nome artistico de Ágata, que substituiu Lena Coelho durante a gravidez.

A ideia de criar um grupo de quatro mulheres, inexistente no mundo musical nacional e internacional, surge através do compositor e cantor Tozé Brito, na festa da despedida dos Gemini, sendo também responsável pela sua criação o brasileiro Cláudio Condé, que era o Presidente da Polygram.

Com exceção da Laura Diogo, modelo e Miss Fotogenia no concurso Miss Portugal de 1978, o grupo era constituido por cantoras com experiência: Fá e Teresa Miguel, eram ex-integrante do grupo recém-extinto Gemini; Lena Coelho, tinha feito parte das Cocktail e na fase final também dos Gemini1 .

As Doce foram sinónimo de sucesso, não só em Portugal mas também no estrangeiro, nomeadamente em Espanha, França, Estados Unidos da América, Filipinas, não só junto das comunidades lusófonas mas também cativou inumeros fãs estrangeiros. Este sucesso motivou a uma tentativa de internacionalização do grupo e, por isso, foram lançando vários temas em inglês.

Concorreram quatro vezes ao Festival da Canção: 1980, 1981, 1982 (onde se consagraram vencedoras e permitiu representar Portugal no Festival da Eurovisão de 1982 e, pela última vez, em 1984.


Um dos maiores contributos para a popularidade do grupo foi a sua imagem: visual totalmente arrojado com roupas extremamente sensuais, sendo da responsabilidade do estilista José Carlos. Outra caracteristica, foi a aposta na afirmação e sensualidade do corpo feminino, tendo uma postura ousada e provocante, aliado às fascinantes e meticulosas coreografias em palco, o que causou grande impacto mas uma importante e grande mudança de mentalidade no meio artistico. Era habitual, naquela época, um certo formalismo por parte dos cantores, tanto na indumentária como nas atuações mas, em especial, na televisão.

Mas foi em Março de 1981, no Festival RTP da Canção, que as Doce sofrem as consequências dessa ousadia: vestidas de odaliscas e com uma coreografia sensual, interpretam "Ali-Bábá - Um Homem das Arábias. O grupo foi desvalorizado pelo júri do concurso e foi alvo de imensas criticas nos jornais, embora tenha ficado em 4º lugar e o seu single Ali-Bábá (Um Homem das Arábias)/Jingle Tónico, foi um sucesso de vendas e do discos mais vendidos daquele ano. Meses mais tarde, mas ainda hoje, lamenta-se de a canção não ter sido a vencedora e representar Portugal no Festival da Eurovisão de 1981 e ter competido com o trio irlandês Sheeba.

A maioria das canções das Doce, transformaram-se em grandes sucessos sendo, atualmente, uma referência à década de oitenta no panorama musical. Tanto que é habitual, nos programa de televisão, nomedamente em concursos de canções, como os Idolos, A tua cara não me é estranha, Uma Canção para ti,..., os concorrentes interpretarem canções do grupo, nomeadamente a canção Amanhã de Manhã e Bem Bom. Também, no meio cinematográfico, foram incluidas no telefilme da SIC, em 2000, "O Lampião da Estrela", protagonizado por Herman José e realizado por Diamantino Costa. Na série juvenil, Morangos Com Açucar, foi feita uma adaptação à canção Amanhã de Manhã. Já a canção Bem Bom,embora a letra tenha sido alterada, fez parte de um anúncio de públicidade da cadeia alimentar Jumbo - campanha "O Top das Promoções - 40 anos Jumbo", em Maio de 2010, interpretada pela cantora Carolina Torres. Internacionalmente, entre a comunidade de fãs da Eurovisão, a canção Bem Bom é sempre recordada.

Atingiram quase 250 000 álbuns vendidos e foram top de vendas por diversas vezes.

Paralelamente, foram capa de inúmeras revistas e jornais, tanto nacionais como internacionais (com grande enfoque no Festival da Eurovisão de 1982), onde foram as mais fotografadas2 .

Em 1985, Lena Coelho, engravida e é substituida por Fernanda de Sousa e, no ano seguinte, Fá decide deixar de fazer parte da banda. Foi o inicio do declino do grupo que, na fase final, apenas integravam três elementos: Teresa Miguel, Laura Diogo e Lena Coelho. Foi no programa de Júlio Isidro, que oficializam a extinção do grupo.

Trajetória artística[editar | editar código-fonte]

O primeiro disco, "Amanhã de Manhã", saído em 1980, ganhou uma enorme popularidade e continua a ser até hoje das músicas que maior sucesso fizeram no nosso país. Ainda nesse ano, concorreram ao Festival da RTP da canção com "Doce". Obtiveram o segundo lugar, mas acederam, a nível nacional, a um lugar destacado no mundo da televisão e do espectáculo.

O primeiro album, saído ainda nesse ano , chamou-se "OK.KO." e foi o ponto de partida para várias incursões internacionais. Nesse album encontram-se uma série impressionante de êxitos: "Café com Sal", "O Que Lá Vai Lá Vai", "Depois de Ti" e o próprio tema "OK.KO.", single que foi editado antes do album.

Mas outro dos maiores êxitos do grupo teve lugar em 1981, graças a uma canção que apresentaram no Festival RTP: "Ali-Babá". Não ganharam, o festival, mas viram a sua canção elevada ao maior sucesso comercial de sempre da história deste evento da música portuguesa. Entretanto, estava consolidada a imagem das Doce, no seu papel inovador, entre nós, capaz de alguma agressividade e de provocar o desafio. Em termos estritamente musicais, pode dizer-se que nas suas canções se cruzam e combinam aspectos próprios da "pop", do "disco" e do "rock".

O segundo album, "É Demais", marca também uma mudança radical de "look" e consolida-se a posição de grupo polémico, a imagem das Doce ultrapassa aqui todas as espectativas e ganham uma projeção nacional que atravessa todos os estratos. Fazem parte desse album temas a solo como: "Uau", na voz de Lena, "Eu Sou", na voz de Laura, "Dói Dói", na voz de Fá e "Desatino", na voz de Teresa.

O primeiro lugar no festival RTP da canção, obtiveram-no em 1982 , com "Bem Bom". O facto de representarem Portugal na Eurovisão constituiu um impulso para a experiência de um percurso internacional, tendo editado discos em espanhol e inglês, os singles "Bingo", "Bim Bom", "For the Love of Conchita" e "Starlight". Com a edição internacional destes discos as Doce dão a "volta ao mundo" visitando ínumeros países nos vários continentes. Das Filipinas aos Estados Unidos fizeram furor e foram notícia na imprensa internacional.

Regressando ao Festival em 1984, com "O Barquinho da Esperança", assinaram ainda nesse ano um novo sucesso chamado "Quente, Quente, Quente". Em 1987 despedem-se com um duplo album "Doce 1979-1987", onde aparece "Rainy Day" gravado nas sessões da fase em inglês3 .


Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns
Ano Disco Certificação Portuguesa Editora Edição Vendas em Portugal
1982 OK KO Disco de Platinum.png Platina Polygram LP 000.000
1981 É Demais Disco de Platinum.png Platina Polygram LP 000.000
1987 Doce 1979-1987 Disco de Platinum.png Platina Polygram LP dupla Compilação 000.000
Compilações
Ano Disco Certificação Portuguesa Editora Edição Vendas em Portugal
1986 Doce 1979-1987 Disco de Platinum.png Platina Polygram LP dupla Compilação 000.000
2001 O Melhor de 2 Doce/Gemini Disco de Platinum.png Platina Universal CD conjunto 000.000
2002 15 anos Depois Disco de Platinum.png Platina Universal CD Compilação 000.000
2003 Doce Mania Disco de Platinum.png Platina Universal CD Compilação 000.000
2004 A Arte e a Música - Doce Disco de Platinum.png Platina Universal CD Compilação 000.000
Singles
Ano Disco Certificação Portuguesa Editora Edição Vendas em Portugal
1980 Amanhã de Manhã/Depois de Ti Disco de Gold.png ouro Polygram Single 000.000
1980 Doce/Um Beijo Só Disco de Platinum.png Platina Polygram Single 000.000
1980 OK KO/Doce Caseiro Disco de Platinum.png Platina Polygram Single 000.000
1981 Ali-Bábá (Um Homem das Arábias)/Jingle Tónico Disco de Gold.png ouro Polygram Single 000.000
1981 É Demais/Dói-dói Disco de Platinum.png Platina Polygram Single 000.000
1982 Bem Bom/Perfumada Disco de Gold.png ouro Polygram Single 000.000
1982 For The Love Of Conchita/Choose Again Disco de Platinum.png Platina Polygram Single 000.000
1983 Starlight/Stepping Stone Disco de Platinum.png Platina Polygram Single 000.000
1984 Quente, Quente, Quente/Eu e o meu namorado Disco de Platinum.png Platina Polygram Single 000.000
1984 O Barquinho da Esperança/A história do barquinho Disco de Platinum.png Platina Polygram Single 000.000
Internacionais
Ano Disco País Lançamento Editora Edição Vendas
1981 É demais Diversos países Polygram K7 desconhecido
1982 Bem Bom/Bingo Diversos países Polygram Single desconhecido
1983 Estrella de Luz - Starlight/Stepping Stone Espanha Philips Single desconhecido
Outras Edições
Ano Disco País Lançamento Editora Edição Vendas
2011 "Bandas Miticas II (Nº 24)" Portugal Edição Correio da Manhã / Levoir CD + Livro desconhecido


Prémios, homenagens e outras distinções[editar | editar código-fonte]

Ano Promotor Meio Nome Descrição Link
1982 RTP Concurso Canção Bem Bom Canção vencedora do XIX Festival RTP da Canção 1982 Site RTP
2009 Eurovision Party – Portugal 2009 e a Câmara Municipal de Setúbal Festa de fãs da Eurovisão Homenagem às Doce Homenagem ao grupo Doce - recebeu Teresa Miguel
2009 Particulares com apoio da Casa do Artista Gala Noite das Estrelas e dos 45 anos do Festival da Canção Prémio Prestigio Homenagem ao grupo Doce - recebeu Teresa Miguel

Atividades e aparições recentes[editar | editar código-fonte]

Em 2002 é editada a compilação "15 Anos Depois". Em 2003 foi lançado o disco "DOCEMANIA" que incluia um disco com remisturas.

Em 2006 participam num dos concertos comemorativos do programa "Febre de Sábado de Manhã" de Júlio Isidro.

Em 2007, Lena Coelho, uma das ex-integrantes do grupo, criou o grupo "Docemania", composto por quatro meninas e, na primeira fase do projeto foram reeditadas algumas das canções mais populares e de grande sucesso das Doce, tendo sido lançado um disco intitulado também "Docemania"4 .


Clube de Fãs[editar | editar código-fonte]

Datas Presidente
1980–1987 Portugal Paulo Scavullo
2005–2010 Portugal Miguel Almeida
2012–... Portugal Página do Facebook Doce Fan club Oficial



Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]