Dodecassílabo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Dodecassílabo, no poema, é chamado o verso que apresenta doze sílabas métricas, ou sílabas poéticas.

Ritmo[editar | editar código-fonte]

De acordo com o ritmo do verso, o dodecassílabo típico pode ser classificado em duas formas:

Alexandrino[editar | editar código-fonte]

É o verso que apresenta sílabas tônicas nas posições 6 e 12, caracterizando uma cesura e dois hemistíquios.

Cada hemistíquio pode apresentar ainda uma ou duas sílabas tônicas a mais.

Um dos exemplos mais citados de verso alexandrino é o nome completo do poeta Olavo Bilac:

Olavo Brás Martins dos Guimarães Bilac.

Trímetro peônico[editar | editar código-fonte]

O trímetro peônico (três peônios de quarta) apresenta sílabas tônicas nas posições 4, 8 e 12.


Ver também[editar | editar código-fonte]