Doença terminal

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O termo doença terminal é utilizado para designar o estágio da doença em que não há mais possibilidade de se restabelecer a saúde, evoluindo para a insuficiência de órgãos-alvo e iminência de morte. Em geral, relacionado com doença crônica, também pode ocorrer em situações agudas e subagudas. Ao sujeito que se encontra nesse estado denominamos paciente terminal, sendo a eles dirigidos cuidados que melhorem a qualidade de vida, como alívio da dor e tratamento da depressão, chamados de paliativos, por não serem curativos. Um paciente terminal não tem cientificamente chances de sobreviver, fica-se esperando a sua morte.. O sofrimento e a impotência experimentados pelos pacientes e familiares torna-os vulneráveis ao charlatões.

Do ponto de vista religioso, uma doença terminal é aquela que não tem cura por meios científicos, mas curável por meio de milagres. Religiosos acreditam que os milagre podem fazer qualquer coisa, inclusive ressuscitar mortos. As doenças terminais se diferem entre si, sendo algumas causadoras de dores e outras características por causarem o estado vegetativo ou o coma;

Alguns filmes retratam a vida e o cotidiano de pacientes terminais, como "A culpa é das estrelas" de John Green e ''Antes de Partir'' de Rob Reiner.

Ver também: