Dogue de Bordéus

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Dogue de Bordeaux
Outros nomes Dogue de Bordéus
País de origem  França
Características
Classificação e padrões
Federação Cinológica Internacional
Grupo 2
Seção 2 - Cães de tipo pinscher e schnauzer, molossoides, cães montanheses e boieiros suíços - Molossóides
Estalão #116 14 de abril de 1995

O dogue de Bordéus[Nota] (em francês: Dogue de Bordeaux) é um molosso de origem francesa muito utilizado como cão de guarda. "Nascida" no sudoeste desta nação, precisamente na região de Bordéus, esta raça possui como prováveis ascendentes o buldogue inglês, o dogue de Burgos e o mastim do Tibet. Todavia, já que não há precisão nos dados, existe ainda a teoria de que teria aparecido na Grécia, sendo mais adiante utilizada pelos romanos para o entretenimento circense ou para as batalhas.[1]

Seu temperamento é descrito como territorial, protetor e fiel. Sua aparência é de um cão potente. Seu olhar é descrito como penetrante e o tamanho de sua cabeça impressiona. Foi cruzado com caninos de grande porte para amedrontar e espantar. Pode chegar aos 75 cm e pesar 65 kg. Sua pelagem é fina, curta e suave ao toque. Entre suas principais características físicas estão ainda suas rugas, resultado de sua pele solta.[1]

Referências

  1. a b Dogeu de Bordéus Revista Instinto. Página visitada em 19 de maio de 2011.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Dogue de Bordéus
Ícone de esboço Este artigo sobre cães, integrado ao Projeto Cães é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.