Dois Homens e Meio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde Janeiro de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
TV Future Icon.svg
Two and a Half Men é uma série em exibição.
As informações podem mudar rapidamente. Editado pela última vez em 10 de julho de 2014.
Two and a Half Men
Two and a Half Men
Dois Homens e Meio (PT/BR)
Informação geral
Formato Sitcom
Gênero Comédia
Duração 21 Minutos
Criador(es) Chuck Lorre
Lee Aronsohn
País de origem  Estados Unidos
Idioma original (em inglês)
Produção
Produtor(es) Executivos:
Chuck Lorre
Lee Aronsohn
Eric Tannenbaum
Kim Tannembaum
Eddie Gorodetsky
Susan Beavers
Jim Patterson
Don Reo
Co-executivos:
David Richardson
Michael Collier
Elenco Charlie Sheen (1ª a 8ª temporada)
Ashton Kutcher (a partir da 9ª temp.)
Jon Cryer
Angus T. Jones (1ª a 10ª temp.)
Amber Tamblyn (a partir da 11ª temp.)
ver mais
Tema de abertura "Manly Men", Grant Geissman (interpretado por Charlie Sheen, Ashton Kutcher, Angus T. Jones e Jon Cryer)
Exibição
Emissora de
televisão original
Estados Unidos CBS
Formato de exibição 480i (SDTV)
1080i (HDTV)
Transmissão original 22 de setembro de 2003 - presente
N.º de temporadas 11
N.º de episódios 246 (lista de episódios)

Dois Homens e Meio (no original, Two and a Half Men) é uma série de televisão americana criado por Chuck Lorre e Lee Aronsohn, que estreou no dia 22 de setembro de 2003.

Situada na praia de Malibu, Califórnia, a atração é sobre dois irmãos bem diferentes um do outro. Charlie Harper um solteiro que está sempre de bem com a vida, se envolvendo com jogos, bebidas, e mulheres. Charlie tem um irmão, chamado Alan Harper, que tem um filho, Jake Harper, que junto com ele passa a morar com Charlie em sua mansão na praia de Malibu, depois que sua esposa pede divórcio.

No dia 15 de janeiro de 2011 na sua oitava temporada, a produção suspendeu as gravações de alguns episódios para que Charlie Sheen se tratasse de sua dependência química. No dia 24 de fevereiro do mesmo ano, a Warner Bros e o empresário de Sheen, Stan Rosenfield, disseram que as filmagens seriam retomadas com o regresso do ator. Mas, no dia seguinte, em 25 de fevereiro, Charlie fez declarações ofensivas para a produção do programa, mesmo assim continuou no seriado por mais um mês. Em 7 de março de 2011, Charlie Sheen foi demitido após ofender novamente os diretores da série. Em 13 de maio a Warner Bros anuncia a contratação de Ashton Kutcher para a série.

Com um novo enredo, a série passa a ter Walden Schimidt (Ashton Kutcher), um bilionário da internet que compra a antiga casa de Charlie Harper. Sem ter para onde ir, Alan pede para que Walden deixe ele passar uns dias em sua nova casa, com pena de Alan, Walden o acolhe.

Em maio de 2014, após quedas na audiência, a rede de televisão americana CBS anunciou que a série seria cancelada após a décima segunda temporada.[1]

Enredo[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Charlie Harper (Charlie Sheen), é um compositor de jingles, que mora numa bela casa na praia de Malibu, em Los Angeles. É rico, por isso tem uma enorme facilidade de conquistar as mulheres. Possui um belo carro na garagem, e sempre se envolve em confusões devido ao seu consumo de bebidas alcoólicas, com mulheres, jogos, e apostas. Seu estilo de vida muda, quando seu irmão Alan Harper (Jon Cryer), que esta no meio de um divórcio com a esposa, passa a morar com ele, junto com o seu filho Jake Harper (Angus T. Jones).

Para complicar ainda mais a vida dos dois, eles tem uma mãe chamada Evelyn Harper (Holland Taylor), que não liga muito para eles, e esta sempre dando o desprezo para ambos. É bem claro notar a preferência de Evelyn por Alan. Charlie ainda tem que lidar com a sua vizinha estranha, Rose (Melanie Lynskey) que esta sempre o perseguindo, e vigiando. Rose teve um breve relacionamento com Charlie, e é bem visível de se notar a paixão dela por ele. Embora ele tenta se afastar dela, sempre chamando ela de louca. Alan também tem de aturar sua ex-esposa que esta sempre lhe dando o fora.

Apesar de Charlie ser muito diferente de seu irmão, ele o recebe em sua casa, pelo fato de não ter pra onde ir, e estar com o seu sobrinho. Embora sejam diferente um do outro, eles tem uma coisa em comum: Os dois amam o Jake, e querem o melhor para o menino.

Demissão de Charlie Sheen e reorganização no roteiro[editar | editar código-fonte]

Em fevereiro de 2010 Charlie Sheen estava entrando na reabilitação de drogas, as filmagens da série foram canceladas por algumas semanas, e Charlie Sheen afastou-se das gravações, mas voltou no mês seguinte. Em 1 de abril de 2010, o site People.com relatou que após sete temporadas Sheen anunciou que estava prestes a deixar a atração. De acordo com uma fonte, Sheen deixou o show após filmar o episódio final da 7 ª temporada, supostamente devido à sua rejeição da oferta da CBS de US $ 1 milhão por episódio como muito baixo. Sheen eventualmente afirmou que ele estaria de volta para mais duas temporadas. Em 18 de maio de 2010, o site da Nova Zelândia stuff.co.nz informou que um comunicado de imprensa emitido pelo agente de Sheen confirmou que Sheen tinha assinado um novo contrato por mais um dois anos em 1,78 milhão dólares por episódio. "Para colocar um fim adequado nos dois meses e meio de especulação, eu estou ansioso para voltar para minha casa CBS nas noites de segunda-feira".

Ashton Kutcher e Jon Cryer em 2011.

Comentário de Charlie Sheen se mostrando ansioso para voltar as gravações da série da CBS. Em 28 de janeiro de 2011, Sheen entrou voluntariamente num centro de reabilitação pela terceira vez em 12 meses, de acordo com a Warner Bros Television e CBS, o programa foi colocado em hiato para tempo indeterminado. No mês seguinte, após os ataques verbais de Sheen contra Chuck Lorre, o diretor e criador de Two and a Half Men, durante uma entrevista de rádio com Alex Jones e uma entrevista online com TMZ. com, a CBS anunciou que Sheen deixaria a produção para o resto de sua oitava temporada afetando cerca de 200 colaboradores, e fazendo com que a Warner Bros, Lorre, Sheen, e os outros participantes lucro não recebessem cerca de US$ 10 milhões da perda dos oito episódios restantes. Em seguida, Sheen foi entrevistado no ABC 20/20, Today da NBC, e da CNN Piers Morgan Tonight, continuando a fazer comentários hostis sobre Lorre. Em 07 de março, a CBS e Warner Bros anunciaram que Sheen havia sido demitido de Two and a Half Men, citando "torpeza moral" como a principal causa da separação. Nenhuma decisão sobre o futuro da série foi anunciado naquele tempo. Outros membros do elenco, como Marin Hinkle e Holland Taylor, expressaram tristeza na partida Sheen por problemas pessoais. Jon Cryer não quis falar publicamente e nem comentar sobre o assunto. Em resposta, Sheen chamou Chuck Lorre de traidor numa entrevista on-line, embora mais tarde tenha emitido um pedido de desculpa para Cryer. Sheen processou Lorre e a Warner Bros por US$ 100 milhões, alegando que ele tinha arquivado o processo em nome de si mesmo. Em abril de 2011, Sheen foi mencionado durante uma entrevista de rádio após a parada da sua turnê em Boston que ele e a emissora CBS estavam falando sobre um possível retorno para o show. Não obstante, Lorre anunciou no mesmo mês que ele tinha desenvolvido uma idéia para o seriado Two and a Half Men, reinicialização que vai excluir Sheen e tem Jon Cryer em um papel-chave ao lado de um novo personagem. Em 13 de maio, a CBS anunciou que Ashton Kutcher iria se juntar ao elenco. Kutcher foi citado como dizendo, "Eu não posso substituir Charlie Sheen, mas eu vou trabalhar pra caramba para entreter o inferno fora de gente!" Em 2 de agosto do mesmo ano, foi relatado que a nona temporada de estreia começaria com o personagem de Sheen ter sido morto e os seus amigos e ex-namoradas iriam assistir ao seu funeral. A casa de Charlie em Malibu onde ele morava seria acondicionados para venda e os compradores interessados ​​que incluem celebridades de outras sitcoms. Após seu funeral, Ashton Kutcher (Walden Schmidt nome dado para ele no seriado) um bilionário da Internet com o coração partido compra a casa que era de Harper.

Os críticos compararam esta situação ao que aconteceu em 1987 com Valerie Harper, que também foi demitido de uma sitcom, Valerie (mais tarde intitulado "Família Valerie: Os Hogans" e "A Família Hogan"), também teve seu personagem morto fora da tela, e também foi substituído por outra pessoa, Sandy Duncan na temporada seguinte.

Comentário de Angus T. Jones[editar | editar código-fonte]

Em novembro de 2012, Angus publicou um vídeo dizendo que por ter se tornado Adventista do Sétimo Dia, não se sentia confortável em desempenhar seu papel em Two and a half men, o ator também chamou a série de "suja". Leia a declaração a seguir:[2]

Cquote1.svg Por favor, pare de assistir e encher a sua cabeça com sujeira. Eu estou em Two and a Half Men mas eu não quero estar. Por favor, pare de assistir. Cquote2.svg

Dias depois ele se desculpou, dizendo que tinha o maior respeito pelos atores, produtores e diretores da série. O futuro do jovem ator deve ser decidido antes do 12º episódio que vai ao ar dia 3 de janeiro de 2013.[3]

Morte de Charlie Harper[editar | editar código-fonte]

Charlie se casa com a vizinha Rose e viajam para Paris no fim da 8ª temporada. No dia 19 de setembro de 2011 foi exibido o primeiro episódio da 9ª temporada, em que, no funeral de Charlie, Rose conta como ele morreu: um dia após ela ter flagrado Charlie no chuveiro com outra mulher, os dois esperavam um metrô em Paris quando Charlie escorregou e caiu nos trilhos e sendo atropelado por uma das composições[4] . Ao ouvir isso, Alan e Berta ficam bastante desconfiados se foi mesmo um acidente. Todas as mulheres que estiveram com ele em algum relacionamento estarão no funeral.[5] Charlie Sheen disse ao site TMZ que "Eu assistirei ao meu falso funeral com a presença de minhas falsas ex-namoradas; na TV da minha sala de cinema muito real, com a minha mulher muito real comigo".[5] Sobre seu funeral disse "Fico orgulhoso ao pensar que precisaram de algo tão grande como um trem em alta velocidade para me tirar de cena. Menos que isso seria um insulto!"[6] Também disse ao site americano EXTRA que "Quem não vai assistir? Estou tão curioso quanto todo mundo".[7]

Novidades na 11 Temporada[editar | editar código-fonte]

A 11ª temporada de Two and Half Men apresentará para o público a filha de Charlie Harper (Charlie Sheen). Interpretada por Amber Tamblyn (House), Jenny chega em Los Angeles em busca de uma carreira como atriz. Ela então decide procurar seu pai biológico, Charlie, o que a leva a bater na porta de Alan e Walden. Embora nunca tenham se conhecido, Jenny e Charlie são muito parecidos. Tendo os mesmos gostos do pai, incluindo a preferência por mulheres, ela passa a fazer parte da família Harper. O contrato da atriz estabelece sua participação em cinco episódios da temporada, podendo se estender. A intenção é torná-la uma personagem recorrente. Esta é a primeira sitcom da atriz que, além de ter passado por House, também estrelou a série Joan of Arcadia.[8]

Elenco[editar | editar código-fonte]

Personagens Interpretado por Temporadas
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11
Charlie Harper Charlie Sheen Regular Participação
Walden Schmidt Ashton Kutcher Regular
Alan Harper Jon Cryer Regular
Jake Harper Angus T. Jones Regular
Jenny Amber Tamblyn Regular
Berta Conchata Ferrell Recorrente Regular
Evelyn Harper Holland Taylor Regular
Judith Harper-Melnick Marin Hinkle Regular
Rose Melanie Lynskey Regular Recorrente Participação Recorrente Participação
Kandi April Bowlby Recorrente Regular Participação
Chelsea Jennifer Taylor Recorrente Regular Participação


Lista de episódios[editar | editar código-fonte]

Temporada Episódios Exibição Espectadores
(em milhões)
1 24 22 de Setembro de 2003 - 24 de Maio de 2004 15.31
2 24 20 de Setembro de 2004 - 23 de Maio de 2005 16.45
3 24 19 de Setembro de 2005 - 22 de Maio de 2006 15.14
4 24 18 de Setembro de 2006 - 14 de Maio de 2007 14.43
5 19 24 de Setembro de 2007 - 19 de Maio de 2008 13.68
6 24 22 de Setembro de 2008 - 18 de Maio de 2009 15.06
7 22 21 de Setembro de 2009 - 24 de Maio de 2010 14.95[9]
8 16 20 de Setembro de 2010 - 14 de Fevereiro de 2011 12.73[10] [11]
9 24 19 de Setembro de 2011 - 14 de Maio de 2012 14.64 [11]
10 23 26 de Setembro de 2012 - 9 de Maio de 2013 13.78
11 22 26 de Setembro de 2013 - 8 de Maio de 2014 -

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Two and a Half Men
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Dois Homens e Meio