Dokkōdō

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Dokkōdō (独行道 Dokkōdō; "O Caminho da Solidão" ou "O Caminho a ser Seguido Sozinho") foi um livro escrito por Miyamoto Musashi (宮本 武蔵) uma semana antes de morrer em 1645. É um trabalho curto, consistindo vinte e um preceitos; os preceitos 4 e 20 são omitidos na primeira versão. Foi composto quando Musashi entregou suas posses em preparação para a morte, e foi dedicado ao seu discípulo favorito, Terao Magonojo (a quem o Go rin no sho também fora dedicado). Expressa um estilo de vida honesto e ascético.

Os preceitos[editar | editar código-fonte]

  1. Aceite tudo como é.
  2. Não procure o prazer físico para seu proprio partido.
  3. Em nenhuma circunstância, dependa de um sentimento parcial.
  4. Considere a si mesmo com leveza; considere o mundo com profundidade.
  5. Durante a sua vida, evita o desejo, até o proprio desejo de nada desejar.
  6. Não lamente o que fez.
  7. Não possua inveja.
  8. Não se deixe entristecer por uma separação.
  9. Ressentimento e reclamação são inadequadas tanto para si como para os outros.
  10. Não deixe se guiar pelos sentimentos de luxuria ou amor.
  11. Em todas as coisas, não tenha preferencias.
  12. Seja indiferente ao local onde reside.
  13. Não persiga o gosto da boa comida.
  14. Não carregue bens que já não necessita.
  15. Não aja de acordo com as crenças habituais.
  16. Não coleccione ou pratique com armas para além do necessario.
  17. Não tenha receio da morte.
  18. Não tenha a intenção de possuir objetos ou um feudo na velhice.
  19. Respeite deuses e Buda sem contar com o seu auxilio.[1]
  20. Ainda que abandone sua vida, preserve a sua honra.
  21. Nunca se afaste do Caminho.

Notas[editar | editar código-fonte]

  1. O novelista Eiji Yoshikawa, em sua obra Musashi, afirma que esse preceito se originou durante o terceiro duelo de Musashi contra o clã Yoshioka, quando ele se deparou com um santuário para pedir proteção antes do combate, e violentamente voltou atrás quando percebeu que não deveria estar orando.

Referências[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um livro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.