Domício Alexandre

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Domício Alexandre
Usurpador do Império Romano
Follis com efígie de Domício Alexandre
Governo
Reinado 308-311
Antecessor Diocleciano
Sucessor Diocleciano
Vida
Nome completo Lúcio Domício Alexandre
(Lucius Domitius Alexander)
Morte 311

Lúcio Domício Alexandre (em latim: Lucius Domitius Alexander), provavelmente nascido na Frígia, foi vigário da África (303-306) e um usurpador do trono romano. A mais detalhada descrição, embora confusa, da insurreição é dada por Zósimo. Ele relata que Magêncio enviou seu retrato para a África para ganhar o reconhecimento como imperador, mas as tropas resistiram por causa de sua lealdade a Galério. Magêncio ordenou que Domínio Alexandre enviasse seu filho para Roma como refém para garantir sua lealdade. No entanto, Alexandre recusou-se e foi coroado imperador pelo seu exército.[1] Na verdade, este incidente foi provocado pelo conflito entre Magêncio e seu pai, Maximiano, no início de 308, e Zósimo confundiu Galério com Maximiano em seu relato.[2]

Além das províncias da África do Norte, Alexandre também controlava a Sardenha. Tais províncias tinham como principal função econômica abastecer os armazéns de Roma com grãos tendo, a partir desta conturbação, ocorrido uma escassez de alimentos na capital, o que fez Magêncio aumentar os impostos, principalmente aqueles pagos pelos senadores.[3] Alexandre, no momento de sua insurreição já estava em idade avançada e há evidências em uma inscrição de que Alexandre e Constantino se aliaram em oposição à Magêncio. Salama sugere que o pacto teria sido firmado no outono de 310.[4] Magêncio enviou seu prefeito pretoriano, Rúfio Volusiano, e um certo "Zenas" para sufocar a rebelião, e Alexandre acabou preso e, depois, estrangulado.[1] Aparentemente suas tropas não ofereceram muita resistência devido ao despreparo em frente aos exércitos bem treinados de Volusiano.[5]

Referências

  1. a b Smith 1867, p. 126
  2. Paschoud 2000, p. 213
  3. Van Dam 2011, p. 230
  4. Salama 1973, p. 365
  5. Barnes 1981, p. 33

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Barnes, Timothy. Constantine and Eusebius. [S.l.: s.n.], 1981.
  • Paschoud, Francois. Zosime: Histoire Nouvelle. Paris: [s.n.], 2000.
  • Smith, William. Dictionary of Greek and Roman Biography and Mythology. Boston: [s.n.], 1867.
  • Salama, P.. Recherches numismatiques sur l'usurpateur africain L. Domitius Alexander. [S.l.: s.n.], 1973.
  • Van Dam, Raymond. Remembering Constantine at the Milvian Bridge. [S.l.: s.n.], 2011.