Domenico Zampieri

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Domenico Zampieri (ou Domenichino) (Bolonha, 21 de outubro de 1581Nápoles, 15 de abril de 1641) foi um pintor barroco italiano da Escola Bolonhesa ou Escola Carracci de pintura, em estilo barroco.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Adão e Eva, 1633
Museu de Grenoble, França
A dama e o unicórnio, afresco no Palazzo Farnese em Roma, obra atribuída a Domenichino, c. 1602

Domenico era filho de um sapateiro e foi aprendiz de Denys Calvaert, mas cedo deixou o estúdio para trabalha na Accademia degli Incamminati dos irmãos Carracci.

Ao mudar-se para Roma, em 1601, converteu-se num dos aprendizes mais talentosos do círculo de Annibale Carracci, e trabalhou junto a grandes mestre contemporâneos como Albani e Guido Reni, como também junto a rivais destes, a exemplo de Lanfranco.

Devido à sua baixa estatura recebeu a alcunha de Domenichino (pequeno Domingos). Além de "a dama e o unicórnio", cuja autoria lhe é atribuída, pintou para o Palazzo Farnese três imagens mitológicas.

Com apoio do Monsenhor Giovanni Battista Agguchi, mordomo do Cardeal Aldobrandini e mais tarde do Papa Gregório XV, e do irmão de Giovanni, o Cardeal Girolamo Aggychi, Demenichino obteve o encargo de pintar a capela do Santissimi Fondatori na basílica medieval de Grottaferrata (1605-10), sita a alguns quilômetros de Roma, e onde o abade titular era Odoardo Farnese. Também recebeu a encomenda de afrescos para a igreja de Santo Onofre.

Junto a Albani participou da decoração do Palazzo Mattei (1606-07) e da Villa Odescalchi, em Bassano di Sutri (hoje Bassano Romano). Com Reni realizou os afrescos do Oratório de Sant'Andrea (na igreja de São Gregório Magno), na qual diz-se que o artista laborou com tanta paixão, usando palavras e gestos ameaçadores, que Annibale Carracci, surpreendendo-o, exclamara com alegria: "Hoje, meu caro Domenichino, você está a me ensinar".

Depois da morte de Annibale, em 1609, o cenário artístico romano estava dominado pelos discípulos do mestre. As encomendas seguintes de Domenico foram afrescos com cenas da vida de Santa Cecília para a Capela Polet de São Luís dos Franceses (1613-14).

Pintou afrescos no Quirinale, em San Carlo ai Catinari, na Basílica de Santa Maria em Trastevere, em Sant'Andrea della Valle e Santa Maria della Vittoria, em Roma, assim como na Villa Aldobrandini, de Frascati.

Tanto Annibale como Domenichino estiveram entre os poucos artistas do início do barroco romano, e influíram Claude Lorrain na fase seguinte.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Domenico Zampieri
Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) pintor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.