Domingos Fernandes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes fiáveis e independentes. (desde abril de 2014). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Domingos Fernandes foi um bandeirante que viveu no Brasil no século dezessete.

Irmão de André Fernandes, em 1602 figurou na bandeira de Nicolau Barreto ao Guairá.

Entre 1610 e 1636, fundou a aldeia de Utuguaçu (a atual cidade de Itu) nos campos de Piratininga com bugrada (índios) vinda do sertão e com seu genro, o sertanista Cristóvão Diniz (descrito por Silva Leme no volume IX da Genealogia paulistana), que era casado com sua filha Isabel da Costa e que foi chefe de uma bandeira ao Guairá em 1631.

Ergueu, ali, uma capela sob a invocação de Nossa Senhora da Candelária de Itu (onde hoje, fica a Igreja do Bom Jesus), elevada a freguesia em 1653 e que foi a origem da atual cidade de Itu.

Figurou na entrada de 1628. Exercia na vila da Parnaíba o cargo de avaliador.

Fez testamento, aberto a 24 de janeiro de 1652. Era casado com Ana da Costa, filha do reinol Belchior da Costa, família estudada por Silva Leme no volume VII p. 247 da Genealogia paulistana.

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.