Domingos Pellegrini

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Domingos Pellegrini (Londrina, 23 de julho de 1949) é um escritor brasileiro. Filho de um barbeiro e de uma dona de pensão, desde pequeno ouviu muitos "causos" contados por viajantes na barbearia de seu pai ou na pensão da sua mãe. Formado em Letras, e mais tarde passou a trabalhar como jornalista. Logo após,lançou o primeiro livro em 1977, O homem vermelho, uma coletânea de contos. Com ele recebeu o Prêmio Jabuti, um dos mais importantes prêmios literários do país. Nesse mesmo ano, lançou uma nova coletânea de contos, Os meninos. Além da literatura, escreve para jornais e revistas e faz trabalhos publicitários. Entre as suas obras destacam-se Terra Vermelha, que conta a história da colonização do Paraná, O Caso da Chácara Chão e o já citado O Homem Vermelho, tendo recebido por estas duas últimas obras o prêmio Jabuti.

Nasceu e vive em Londrina, onde estudou Letras. Trabalha com jornalismo e publicidade. É autor de contos, poesias, romances e romances juvenis.

Vive atualmente na Chácara Chão, em sua cidade natal, de onde envia colunas para o Jornal de Londrina e para a revista Globo Rural, entre outras publicações.

Obras[editar | editar código-fonte]

  • O Homem Vermelho (contos), 1977.
  • "Os Meninos" (contos), 1977
  • As Sete Pragas (contos).
  • Paixões (contos).
  • Os Meninos não Crescem (contos).
  • Tempo de Meninos (contos).
  • Negócios de Família (contos).
  • Meninos e Meninas (contos).
  • Bicho-gente (contos).
  • Tempo de Guerra (contos), Cia. das Letras, 1998.
  • Terra Vermelha (romance), Moderna, 1998, Geração Editorial, 2008.
  • Questão de Honra (romance), Moderna, 1999.
  • O Caso da Chácara Chão (romance), Record, 2000.
  • A Árvore que Dava Dinheiro, 1981, (Ed. Ática).
  • Andando com Jesus (Ed. Ática).
  • As Batalhas do Castelo (Ed. Moderna).
  • A Última Tropa (Ed. Moderna).
  • O Dia em que Choveu Cinza (Ed. Moderna).
  • Água Luminosa (Ed. Moderna).
  • A Guerra de Platão (Quinteto Editorial).
  • A Guerra de Macarrão (Quinteto Editorial).
  • O Dia em que Deus Criou as Frutas (FTD).
  • Conversas de Amor, 2004.
  • Não Somos Humanos, 2005.
  • O Mestre e o Herói (romance), Moderna, 2006.
  • Mestres da Paixão
  • " O Professor milionário " 2009 (FTD)
  • No começo de tudo (2002)
  • Bendito Assalto (romance), Editora Leitura, 2009.
  • Estação Brasil Editora FTD 2011

Prêmio Jabuti[editar | editar código-fonte]

O livro de contos O Homem Vermelho, sua primeira publicação, lhe valeu o Prêmio Jabuti em 1977. Em 2001 foi novamente agraciado com o Prêmio Jabuti (juntamente com Milton Hatoum e Patrícia Melo) pelo romance O caso da Chácara Chão.

Precedido por
Regina Célia Colônia
Jabuti 01.jpg Prêmio Jabuti - Contos / Crônicas / Novelas
1977
Sucedido por
Hermann José Reipert
Precedido por
Moacyr Scliar / Flávio Aguiar / Carlos Heitor Cony
Jabuti 01.jpg Prêmio Jabuti - Romance
2001
Sucedido por
Rubens Figueiredo


Ícone de esboço Este artigo sobre a biografia de um(a) escritor(a), poeta ou poetisa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.