Don't Rush

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
"Don't Rush"
Imagem de uma mulher de cabelos longos e loiros a olhar para o lado com um plano de fundo em tons de rosa e branco. Possui uma camisa azul que descai através do seu ombro. Abaixo, as palavras "Don't Rush feat. Vince Gill" está escrito numa cor azul-cinza. O nome da mulher, "Kelly Clarkson", está logo abaixo e estilizado com letras maiúsculas e negras.
Single de Kelly Clarkson com a participação de Vince Gill
do álbum Greatest Hits: Chapter One
Lançamento 30 de Outubro de 2012 (2012-10-30)
Formato(s) Descarga digital
Gravação 2012;
Sound Stage Studios
(Nashville, Tennessee)
Género(s) Country, country soul, soft rock
Duração 4:02
Editora(s) RCA, Columbia Nashville
Composição Blu Sanders, Natalie Hemby, Lindsay Chapman
Produção Dann Huff
Cronologia de singles de Kelly Clarkson
Último
Último
"Catch My Breath"
(2012)
"People Like Us"
(2013)
Próximo
Próximo
Cronologia de singles de Vince Gill
Último
Último
"Train Wreck"
(2012)
"I Just Can't Help Believing"
(2013)
Próximo
Próximo
Lista de faixas de Greatest Hits: Chapter One
Último
Último
"People Like Us"
(14)
"A Moment Like This"
(16)
Próximo
Próximo

"Don't Rush" é uma canção da cantora norte-americana Kelly Clarkson, gravada para o seu primeiro álbum de grandes êxitos Greatest Hits: Chapter One. Conta com a participação de Vince Gill, sendo composta por Blu Sanders, Natalie Hemby, Lindsay Chapman e produzida por Dann Huff. A sua gravação ocorreu em 2012 nos estúdios Sound Stage, em Nashville, no Tennessee. A música estreou a 29 de Outubro de 2012 na estação de rádio WSIX-FM e foi disponibilizada digitalmente no dia seguinte nas lojas iTunes Store e Amazon nos Estados Unidos. Através da RCA Records, serviu como segundo single da compilação para os mercados norte-americanos, com impacto estabelecido a 12 de Novembro nas rádios country.

A nível musical, a canção demonstra uma sonoridade country, country soul e soft rock. A sua melodia é composta através dos vocais, juntando acordes de baixo, bateria, piano, violão de aço e guitarra eléctrica. Liricamente, o tema discute a forma como Kelly aproveita cada minuto para se dedicar ao amor. A obra recebeu críticas positivas, em que alguns analistas elogiaram a produção por lembrar a sonoridade de registos country do início da década de 1970 e 80. Contudo, também consideraram que não era tão poderosa quanto "Don't You Wanna Stay", com Jason Aldean. Comercialmente, teve um desempenho moderado nos Estados Unidos, atingindo a 23.ª posição na Billboard Country Songs e 89.º na principal Hot 100. Na Canadian Hot 100, tabela musical do Canadá, conseguiu obter o seu melhor desempenho ao alcançar o 53.º lugar.

A dupla de intérpretes fez a primeira actuação ao vivo da faixa durante a 46.ª cerimónia de entrega de prémios dos Country Music Association Awards a 1 de Novembro de 2012. O vídeo musical, dirigido por Glenn Weiss, foi concebido através de imagens retiradas dessa mesma performance transmitida no evento. Em 2013, "Don't Rush" voltou a ser divulgada por Clarkson através do seminário da Country Radio e nos Academy of Country Music Awards.

Antecedentes e lançamento[editar | editar código-fonte]

A cantora revelou-se entusiasmada pela participação do cantor Vince Gill (foto) na canção.

Natalie Hemby, uma das compositoras do tema, foi quem teve a ideia de o escrever: "O meu amigo Blu Sanders e eu estávamos juntos, e ele disse, 'Já alguma vez conheceste Lindsay Champan?', e eu respondi 'Não!'. Basicamente ele considerou, 'Porque não escrevemos com ela? Tem uma voz [típica do] R&B absolutamente linda'. Ele continuou, 'Vamos reunir-nos e ver o que conseguimos desenvolver'".[1] Hemby também admitiu que a canção foi escrita por Chapman porque a ideia era naquela altura ter sido parte da sua direcção musical.[1] "Tem uma vibração de um tipo de retrocesso aos anos 70, e foi nesse sentido que estávamos a caminhar em relação à sua sonoridade", afirmou a escritora.[1] Após a obra estar completa, nunca foi gravada e Hemby afirmou que acabou "por cair numa espécie de esquecimento".[1] Sendo amigo de Clarkson, Sanders teve a iniciativa de enviá-la em conjunto com outros trabalhos para a cantora.[1]

De acordo com Kelly, quando escutou pela primeira vez a música em Março de 2012, decidiu colocar em lista de espera. "O meu objectivo como cantora é capturar o sentimento de uma canção e fotografá-lo. Estou num relacionamento e super feliz, e não acho que teria sido capaz de a cantar há oito meses. O amor deve ser comemorado, e isso é uma grande descrição do estado actual da minha vida".[2] "Don't Rush" tornou-se numa das três obras inéditas, em conjunto com "Catch My Breath" e "People Like Us", a serem gravadas para o seu primeiro álbum de grandes êxitos, Greatest Hits: Chapter One.[3] Numa entrevista para a revista norte-americana Billboard, a intérprete expressou o seu entusiasmo em relação ao trabalho:[4]

A melodia tornou-se no segundo single country lançado pela artista. Depois de colaborar com Reba McEntire em 2007 numa versão de "Because of You" adaptada ao estilo musical, seguiu-se ainda "Don't You Wanna Stay" com Jason Aldean e "There’s a New Kid in Town" com Blake Shelton.[5] "Mr. Know It All" também foi relançado em formato digital com alterações a nível de género.[6] O tema estreou na rádio WSIX-FM a 29 de Outubro de 2012[7] e foi disponibilizado para descarga digital na Amazon no dia seguinte nos Estados Unidos.[8] A 1 de Novembro, a dupla interpretou a melodia nos Country Music Awards de 2012,[9] e devido à recepção positiva pelos fãs, a RCA Records enviou a faixa para as rádios de música country a 12 de Novembro, para servir como segundo single da compilação de grandes sucessos.[10]

Estilo musical e letra[editar | editar código-fonte]

Demonstração de 23 segundos de "Don't Rush", que foi composta por sintetizadores, teclado, bateria, guitarra acústica, instrumento de cordas, baixo e piano.

Problemas para escutar este arquivo? Veja a ajuda.

"Don't Rush" é uma canção que deriva de origens estilísticas de country,[11] country soul[12] e soft rock,[11] [13] produzida pelo guitarrista norte-americano Dann Huff.[14] A sua gravação esteve a cargo de Steve Marcantonio e decorreu em 2012 nos estúdios Sound Stage, em Nashville, no Tennessee.[15] A sua sonoridade foi construída através de vocais, juntando acordes de baixo por Tony Lucido, bateria de Chris McHugh, piano por Steve Nathan, violão de aço de Paul Franklin e guitarra eléctrica por Gill, Jerry McPherson, J.T. Corenflos eCherie Oakley.[15] Justin Niebank ficou responsável pela mistura, com assistência de Drew Bollman, e Mike Griffith foi creditado pela coordenação de produção.[15] Will Hermes da Rolling Stone realçou que, à medida que o tema chega ao seu refrão, tanto Clarkson como Gill soam "um pouco estranhos" nos versos "Paro a cada minuto apenas porque estás nele / Desejo que todos os dias fossem domingo, estás bem perto de mim / É como deve de ser".[16]

Jonathan Keefe da Slant Magazine elogiou o trabalho de produção da obra pela sua abordagem hábil que remonta ao trabalho no início da década de 1980 de artistas como Barbara Mandrell e Ronnie Milsap.[17] Mark Blankenship do canal Logo também considerou que a música "soa como uma escuta fácil de uma batida dos anos 70 ou 80, debaixo de um vocal descontraído".[18] Zara Golden do VH1 classificou o instrumental como "alegre e brilhante" e realçou que o considerava mais soft rock que "Don't You Wanna Stay".[11] Sam Lansky do portal Idolator observou que os vocais contidos da cantora estão imbuídos com um sotaque country que é adequado, acrescentando que ter um parceiro de dueto "traz vida aos vocais impressionantemente emotivos de Clarkson".[13]

A letra foi concebida por Blu Sanders, Natalie Hemby e Lindsay Chapman.[19] [20] Liricamente, o tema discute a forma como Kelly aproveita cada minuto para se dedicar ao amor.[21] [22] Sam Wilbur do AOL Radio ficou satisfeito com o tema central da faixa, escrevendo "É simples, descontraída e uma boa mudança de ritmo para Clarkson, que, juntamente com 'Catch My Breath', está a cantar mais sobre o amor e a felicidade, em vez de separações e desgostos".[6]

Recepção pela crítica[editar | editar código-fonte]

Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
New York Post 4 de 5 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar full.svgStar empty.svg[23]
Taste of Country 4.5 de 5 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar full.svgStar half.svg[12]

As críticas após o lançamento da faixa foram geralmente positivas. Michaelangelo Matos do New York Post atribuiu três de cinco estrelas possíveis e elogiou Clarkson por "entrar completamente dentro da personagem" e entregar com sucesso a emoção da melodia.[23] Sam Wilbur da AOL Radio concordou com Matos, acrescentando que é "uma faixa com uma boa sensação nostálgica, um sentimento clássico do country".[6] Rachel Brodsky do canal MTV fez uma análise positiva, escrevendo o seguinte: "É verdade -- não estamos totalmente acostumados a ouvir Kelly a explorar o seu lado country (embora ela seja do Texas, então vá descobrir [o porquê]), mas a julgar pelos vocais em "Don't Rush", acho que nos poderíamos acostumar à Kelly do country".[21] Billy Dukes do sítio Taste of Country classificou o tema com quatro estrelas e meia, realçando que "é difícil para uma vocalista feminina soar sensual sem atrair críticas negativas". "A voz de Clarkson é um romance de vinho e rosas, em vez de ansiar a devassa de uma beleza numa saia muito curta. A 'American Idol' original pode ter encontrado a sua imagem de marca", considerou.[12]

Mark Blankenship do portal Logo elogiou a cantora por explorar o seu lado country. Blankenship adjectivou como sendo "uma boa música", concluindo que "ainda melhor, é um amor sedutor, e não um hino furioso sobre o final de uma relação, o que é uma óptima mudança depois de dez anos de raiva com o coração partido".[18] De mesma opinião, Jessica Sager do PopCrush que considerou que a obra é "fácil, alegre e de tempo moderado", acrescentou à sua análise que embora o single não seja tão poderoso quanto o dueto de Kelly com Jason Aldean em "Don't You Wanna Stay", "é um grande lembrete de que Clarkson é capaz de muito mais do que hinos sobre separações".[24] Chuck Dauphin da revista norte-americana Billboard colocou a música na oitava posição da lista das dez melhores do género musical em 2012, afirmando que "é uma das canções sobre o amor que soa mais deliciosamente". "É a definição de 'Ear Candy'. Se não está apaixonado, vai querer estar depois de ouvi-la", escreveu Chuck.[25] O tema foi ainda nomeado na categoria Vocal Event of the Year da cerimónia Academy of Country Music Awards de 2013.[26]

Divulgação[editar | editar código-fonte]

Clarkson e Gill interpretaram a canção ao vivo pela primeira vez durante a 46.ª cerimónia de entrega de prémios Country Music Association Awards a 1 de Novembro de 2012.[9] A actuação recebeu análises positivas por parte dos críticos; Grady Smith da revista Entertainment Weekly caracterizou-a como "esfumaçada, suave, com alma e discreta".[27] Natalie Finn do canal E! observou que a performance lembrava a música "Islands in the Stream", e congratulou a cantora por se aventurar no country.[28] Story Gilmore do Neon Limelight comentou o seguinte: "As duas estrelas deslumbraram simplesmente pelo canto, e cantaram bem no seu desempenho. Kelly cantou perfeitamente ao lado de Vince, enquanto o ícone do country tocava a sua guitarra e adicionava os seus suaves vocais".[29] O vídeo musical para "Don't Rush" foi composto através de imagens desse mesmo espectáculo, com a direcção de Glenn Weiss.[30] [31] A 28 de Fevereiro de 2013, Kelly voltou a subir a palco para interpretar a obra durante o concerto do seminário da Country Radio,[32] acompanhada por Jason Sellers que cantou a parte de Vince.[33] [34] Em Abril, a artista voltou a interpretar a melodia a solo e ao vivo no evento Academy of Country Music Awards.[35]

Faixas e formatos[editar | editar código-fonte]

A versão digital de "Don't Rush" contém apenas uma faixa com duração de quatro minutos e dois segundos.[8]

Descarga digital[8]
N.º Título Duração
1. "Don't Rush" (com Vince Gill) 4:02

Desempenho nas tabelas musicais[editar | editar código-fonte]

Após a actuação de Clarkson e Gill durante a cerimónia Country Music Association Awards, "Don't Rush" vendeu 41 mil cópias digitais[36] e estreou-se na 35.ª posição da Billboard Digital Songs,[37] bem como na 97.ª na tabela principal, na semana de 17 de Novembro de 2012.[38] Na edição seguinte, a música obteve uma novo melhor posto na Hot 100, subindo até ao 89.º lugar.[39] Debutou ainda no 25.º na Country Songs,[40] tornando-se a quinta obra da cantora a conseguir entrar na lista, sucedendo a "A Moment Like This", "Because of You", "Don't You Wanna Stay" e "Mr. Know It All".[41] A faixa estableceu-se como a melhor estreia de Vince na tabela de country e o seu melhor desempenho desde "Building Bridges", que alcançou a quarta posição em Setembro de 2006.[42] Mais tarde, subiu mais dois números para o melhor lugar conseguido, a 24 de Novembro.[41] Nessa mesma semana, no Canadá, estreou em 53.º lugar na Canadian Hot 100.[43] A 20 de Março de 2013, nos Estados Unidos, o single já tinha conseguido vender 215 unidades digitais.[44]

Posições[editar | editar código-fonte]

Tabela musical (2012) Melhor
posição
 Canadá - Canadian Hot 100[45] 53
 Estados Unidos - Billboard Hot 100[39] 89
 Estados Unidos - Billboard Country Songs[41] 23

Créditos[editar | editar código-fonte]

Todo o processo de elaboração da canção atribui os seguintes créditos pessoais:[15]

  • Kelly Clarkson – vocalista principal;
  • Vince Gill - vocalista convidado, vocais de apoio, guitarra eléctrica;
  • Blu Sanders - composição;
  • Natalie Hemby - composição;
  • Lindsay Chapman - composição;
  • Dann Huff - produção;
  • Chris McHugh - bateria;
  • Tony Lucido - baixo;
  • Jerry McPherson - guitarra eléctrica;
  • J.T. Corenflos - guitarra eléctrica;
  • Cherie Oakley - guitarra eléctrica, vocais de apoio;
  • Steve Nathan – piano, hammond B-3;
  • Paul Franklin - violão de aço;
  • Steve Marcantonio - gravação;
  • Justin Niebank - mistura;
    • Drew Bollman - assistência;
  • Mike "Frog" Griffith - coordenação de produção.

Histórico de lançamento[editar | editar código-fonte]

"Don't Rush" foi lançada digitalmente a 30 de Outubro de 2012 nos Estados Unidos, sendo posteriormente enviada para as rádios country a 12 de Novembro do mesmo ano.

País Data Formato Editora discográfica
 Estados Unidos[8] [10] 30 de Outubro de 2012 Descarga digital RCA
12 de Novembro de 2012 Rádio country RCA, Columbia Nashville

Referências

  1. a b c d e Alanna Conaway (6 de Dezembro de 2012). Kelly Clarkson (Featuring Vince Gill), ‘Don’t Rush’ – Lyrics Uncovered (em inglês) Taste of Country. Visitado em 20 de Julho de 2013.
  2. Cindy Watts (13 de Novembro de 2013). Kelly Clarkson’s duet with Vince Gill featured on new ‘Greatest Hits’ (em inglês) The Tennessean. Visitado em 20 de Julho de 2013.
  3. Brian Mansfield (14 de Novembro de 2013). Kelly Clarkson didn't rush 'Greatest Hits' (em inglês) USA Today. Visitado em 20 de Julho de 2013.
  4. Gary Graff (20 de Novembro de 2013). Kelly Clarkson Has Some 'Bowie Meets U2' Music in Her Back Pocket (em inglês) Billboard. Visitado em 20 de Julho de 2013.
  5. Jessica Nicholson (18 de Outubro de 2012). Kelly Clarkson to Duet With Vince Gill on ‘Greatest Hits’ Album (em inglês) Taste of Country. Visitado em 20 de Julho de 2013.
  6. a b c Sam Wilbur (13 de Novembro de 2012). Kelly Clarkson, 'Don't Rush' (Feat. Vince Gill) -- New Song (em inglês) AOL Radio. Visitado em 20 de Julho de 2013.
  7. Andrea Salazar (29 de Outubro de 2012). Kelly Clarkson debuts new country song, ‘Don’t Rush’ [Listen] (em inglês) Hypable. Visitado em 6 de Novembro de 2012.
  8. a b c d Don't Rush: Kelly Clarkson feat. Vince Gill (em inglês) Amazon. Visitado em 31 de Outubro de 2012.
  9. a b Jason Aldean, Luke Bryan and Eric Church to open CMA Awards show (em inglês) MSN. Visitado em 6 de Novembro de 2012.
  10. a b Future Releases for Country Radio Stations (em inglês) AllAccess. Visitado em 31 de Outubro de 2012. Cópia arquivada em 31 de Outubro de 2012.
  11. a b c Sarah Golden (30 de Outubro de 2012). Kelly Clarkson And Vince Gill Are In "No Rush" (em inglês) VH1. Visitado em 19 de Julho de 2013.
  12. a b c Billy Dukes (30 de Outubro de 2012). Kelly Clarkson (Feat. Vince Gill), ‘Don’t Rush’ – Song Review (em inglês) Taste of Country. Visitado em 19 de Julho de 2013.
  13. a b Sam Lansky (30 de Outubro de 2012). Kelly Clarkson’s "Don’t Rush": Hear Her Country Single With Vince Gill (em inglês) Idolator. Visitado em 19 de Julho de 2013.
  14. Robert Silva (30 de Outubro de 2012). 2013 Academy of Country Music Awards (em inglês) About.com. Visitado em 19 de Julho de 2013.
  15. a b c d (2012) Créditos do álbum Greatest Hits: Chapter One por Kelly Clarkson, pg. 13 [CD]. 19 Entertainment/RCA Records.
  16. Kelly Clarkson feat. Vince Gill "Don't Rush" (em inglês) Rolling Stone (12 de Novembro de 2012). Visitado em 22 de Julho de 2013.
  17. Jonathan Keefe (30 de Outubro de 2012). Kelly Clarkson Greatest Hits: Chapter One (em inglês) Slant Magazine. Visitado em 22 de Julho de 2013.
  18. a b Mark Blankenship (30 de Outubro de 2012). Kelly Clarkson And Vince Gill Are In "No Rush" (em inglês) Logo. Visitado em 22 de Julho de 2013.
  19. DONT RUSH (em inglês) ASCAP. Visitado em 22 de Julho de 2013.
  20. DON T RUSH (Legal Title) (em inglês) BMI. Visitado em 22 de Julho de 2013.
  21. a b Rachel Brodsky (30 de Outubro de 2012). New Song: Kelly Clarkson Featuring Vince Gill, 'Don't Rush' (em inglês) MTV. Visitado em 24 de Julho de 2013.
  22. Kelly Clarkson Teams Up With Vince Gill for Twangy Single, "Don't Rush" (em inglês) Fuse (30 de Outubro de 2012). Visitado em 22 de Julho de 2013.
  23. a b Michaelangelo Matos. No apologies, just dance hits (em inglês) New York Post. Visitado em 24 de Julho de 2013.
  24. Jessica Sager (30 de Outubro de 2012). Kelly Clarkson goes country on 'Don't Rush' duet with Vince Gill (em inglês) PopCrush. Visitado em 19 de Julho de 2013.
  25. Chuck Dauphin. 615 Picks: Top 10 Country Songs of the Year (em inglês) Billboard. Visitado em 19 de Julho de 2013.
  26. Brian Mansfield (13 de Fevereiro de 2013). Nominees' list for the 48th annual ACM Awards (em inglês) USA Today. Visitado em 19 de Julho de 2013.
  27. Grady Smith (2 de Novembro de 2012). CMA Awards: Best and worst of the broadcast (em inglês) Entertainment Weekly. Visitado em 9 de Abril de 2013.
  28. Natalie Finn (2 de Novembro de 2012). 2012 CMA Awards: 5 Biggest Jaw-Droppers (em inglês) E!. Visitado em 9 de Abril de 2013.
  29. Story Girlmore (2 de Novembro de 2012). Video: Kelly Clarkson And Vince Gill Perform "Don’t Rush" At 2012 CMA Awards (em inglês) Neon Limelight. Visitado em 9 de Abril de 2013.
  30. "Don't Rush (feat. Vince Gill)" Video Now on VEVO (em inglês) Kellyclarkson.com (20 de Novembro de 2012). Visitado em 9 de Abril de 2013. Cópia arquivada em 9 de Abril de 2013.
  31. Don't Rush (CMA Awards Performance 2012) by Kelly Clarkson (feauring Vince Gill) (em inglês) CMT. Visitado em 9 de Abril de 2013.
  32. Deborah Evans-Price (1 de Março de 2013). Kelly Clarkson Debuts New Songs, Brad Paisley Rocks With REO at Cruise Concert (em inglês) Billboard. Visitado em 9 de Abril de 2013.
  33. Calvin Gilbert (1 de Março de 2013). Brad Paisley Jams With REO Speedwagon at Sony Music's CRS Party (em inglês) CMT. Visitado em 9 de Abril de 2013.
  34. Deborah Evans-Price (1 de Março de 2013). Country Radio Seminar: Miranda Lambert, Brad Paisley, Pistol Annies and REO Speedwagon Rock the Boat (em inglês) Billboard.biz. Visitado em 9 de Abril de 2013.
  35. Deborah Evans-Price (8 de Abril de 2013). Luke Bryan and Miranda Lambert lead country music awards (em inglês) Metro. Visitado em 9 de Abril de 2013.
  36. Brian Mansfield (7 de Novembro de 2012). Carrie Underwood leads Idol sales after post-CMA bump (em inglês) USA Today. Visitado em 9 de Abril de 2013.
  37. Digital Songs: Week of November 17, 2012 (em inglês) Billboard. Visitado em 9 de Abril de 2013.
  38. Hot 100: Week of November 17, 2012 (em inglês) Billboard. Visitado em 9 de Abril de 2013.
  39. a b Kelly Clarkson Album & Song Chart History » Hot 100 (em inglês) Billboard. Visitado em 25 de Agosto de 2012.
  40. Country Songs: Week of November 17, 2012 (em inglês) Billboard. Visitado em 9 de Abril de 2013.
  41. a b c Kelly Clarkson - Chart History » Country Songs (em inglês) Billboard. Visitado em 9 de Abril de 2013.
  42. Fred Bronson. 'American Idol' on the Charts: Kelly Clarkson Teams With Vince Gill, Earns Fifth Hit on Hot Country Songs (em inglês) The Hollywood Reporter. Visitado em 9 de Abril de 2013.
  43. Canadian Hot 100 - Week ending November 24, 2012 (em inglês) Billboard. Visitado em 9 de Abril de 2013.
  44. Brian Mansfield (20 de Março de 2013). Phillip Phillips' 'Idol' return means big sales boost (em inglês) USA Today. Visitado em 9 de Abril de 2013.
  45. Kelly Clarkson - Chart History » Canadian Hot 100 (em inglês) Billboard. Visitado em 9 de Abril de 2013.