Donkey Kong Jr. (jogo eletrônico)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Donkey Kong Jr.
Desenvolvedora Nintendo
Publicadora(s) Nintendo
Compositor(es) Yukio Kaneoka
Artista Shigeru Miyamoto
Yoshio Sakamoto
Plataforma(s) Arcade, Atari 2600, Game & Watch, ColecoVision, Intellivision, Commodore VIC-20, Nintendo Entertainment System, Atari 8-bit, BBC Micro, Atari 7800, Virtual Console (Wii e Nintendo 3DS)
Série Donkey Kong
Data(s) de lançamento Arcade
NES
  • JP 15 de Julho de 1983
  • AN Junho de 1986
  • EU 15 de Junho de 1987
Virtual Console do Wii
  • JP 2 de Dezembro de 2006
  • AN 4 de Dezembro de 2006
  • EU 22 de Dezembro de 2006

Virtual Console do Nintendo 3DS

Embaixadores
  • AN 31 de agosto de 2011[1]
Público geral
  • AN 14 de junho de 2012[2]
Gênero(s) Plataforma
Número de jogadores 1
Hardware
Resolução Ráster, 224 x 256, orientação vertical
Último
Último
Donkey Kong
Donkey Kong 3
Próximo
Próximo

Donkey Kong Jr. ou Donkey Kong Junior (ドンキーコングJR., Donkī Kongu Junia?) é a sequência do videojogo Donkey Kong, desenvolvido pela Nintendo em 1982. O título foi incluído no pacote de 20 jogos do programa de "embaixadores" do Nintendo 3DS, que permitiu àqueles que haviam comprado o portátil antes do corte do preço baixar o jogo gratuitamente.[1]

História[editar | editar código-fonte]

Mario aprisionou Donkey Kong numa gaiola gigante como punição por ter amarrado Pauline e levado ela até o topo do prédio em construção no jogo anterior. Então Donkey Kong Jr., o filho de Donkey Kong, sobe para resgatar o pai. Mario, percebendo o erro, começa a jogar barris pelo campo para fazer o macaquinho se atrapalhar.

Personagens[editar | editar código-fonte]

  • Mario
  • Pauline
  • Donkey Kong
  • Donkey Kong Jr.

Referências

  1. a b Nintendo antecipa distribuição gratuita de games para o 3DS. G1 (31 de agosto de 2011). Página visitada em 3 de setembro de 2011.
  2. Pedro Henrique Lutti Lippe (14 de junho de 2012). eShop recebe um jogo original, uma demo e um jogo de Virtual Console. Wii Brasil. Página visitada em 21 de julho de 2012.