Drive-in

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Drive-in
Farmácia drive-in em Witten, Alemanha
McDrive da McDonald's em Sindelfingen, Alemanha.
Serviço drive-through da Burger King, em Redwood City, Califórnia.

O drive-in é um local de serviços que para obtê-los o cliente não precisa sair do carro.

O termo drive-in é um pseudo-anglicismo. O termo original norte-americano é drive-through (ou drive-thru).

Na Europa o termo drive-in se estabeleceu para descrever todos os serviços onde o cliente é servido ficando sentado no carro. Estes serviços são oferecidos por bancos, farmácias supermercados, cinemas e redes de fast-food, como Burger King ou a marca McDrive da McDonald's ou em restaurantes take-away.

Nos Estados Unidos da América o termo drive-in é empregado para serviços no qual o cliente é encorajado a (no caso de fast-food) consumir o produto enquanto fica estacionado no local. O termo drive-through é empregado para serviços no qual o cliente é encorajado a deixar o local com o carro e a comida.

No Brasil o termo drive-in é também um local destinado a realização do ato sexual dentro de um carro. A prática é realizada por pessoas que tem o fetiche de transar dentro do carro num local permitido, visto que praticar sexo em via pública é crime.[1] [2]

Notas e referências

  1. Comportamento - Namorando no carro. Página visitada em 10/02/2009.
  2. ALVES, Stella. Carro, ônibus, trem. Página visitada em 10/02/2009.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Drive-in