Driver: San Francisco

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Driver: Working Title)
Ir para: navegação, pesquisa
Driver: San Francisco
Produtora Ubisoft Reflections
Editora(s) Ubisoft
Diretor Martin Edmondson (director criativo)[1]

Craig Lawson (director criativo)
Mike Haynes (director de arte)
Jack Couvela (director de arte)

Produtor Marie-Jo Leroux
Chris Hadley
Designer Jean-Sebastien Decant
Andrew Willans
Dale Scullion
Matthew Dunthorne
Mark Sample
Tom Boggis
Justin Lim
Richard Baines
Jamie Smith
Escritor(es) Ian Mayor
James Worrall
David Midgley
Compositor(es) Marc Canham [2] [3] (ver Áudio)
Plataforma(s) PlayStation 3, Xbox 360, Wii,[4] Mac OS X, Microsoft Windows
Série Driver
Data(s) de lançamento PlayStation 3, Xbox 360, Wii

AN 6 de Setembro de 2011[5]
EU 2 de Setembro de 2011[6]
Microsoft Windows
AN 27 de Setembro de 2011[7] [8]
EU 30 de Setembro de 2011[9]

Gênero(s) Ação, condução, "Sandbox" (mundo aberto)
Modos de jogo Um jogador, ecrã dividido, multijogador online
Número de jogadores Um jogador, multijogador
Classificação Inadequado para menores de 14 anos i DEJUS (Brasil)
Inadequado para menores de 13 anos i ESRB (América do Norte)
Orientação dos pais recomendada i OFLCA (Austrália)
Inadequado para menores de 12 anos i PEGI (Europa)
Inadequado para menores de 12 anos i USK (Alemanha)
Média Disco óptico, distribuição online
Requisitos mínimos XP, Vista ou Windows 7:[10]
  • CPU: Pentium 4 @ 3.0 GHz ou AMD Athlon64 X2 4400+ 2.2Ghz
  • RAM: 1GB (XP) / 2GB (Vista e Windows 7)
  • HDD: 10GB
  • Gráficos: 256MB DirectX
  • Som: DirectX 9
  • DirectX: Versão 9.0c
  • Placa Gráfica: nVidia 7800 ou superior (recomendado: nVidia 8600 ou superior)[10]
Idioma Inglês, francês, alemão, italiano, espanhol, dinamarquês, holandês, norueguês, sueco, português
Hardware
Versão 1.02.0927

Driver: San Francisco é um jogo de acção em condução do estilo "sandbox", desenvolvido pela Ubisoft Reflections, e publicado pela Ubisoft. Driver: San Francisco é o quinto jogo da série principal de videojogos "Driver" e o primeiro na mais recente geração de consolas. San Francisco assinala também o regresso, como director criativo, de Martin Edmondson,[1] o criador da série.

O jogo foi revelado oficialmente na E3 de 2010 e lançado na América do Norte a 6 de Setembro de 2011[5] [11] e na Europa a 2 de Setembro de 2011,[6] [12] nas plataformas Xbox 360, PlayStation 3, Wii e no sistema OnLive,[13] [14] enquanto que a versão para Windows foi lançada a 27 de Setembro[7] [8] e a 30 de Setembro de 2011[9] na América do Norte e na Europa respectivamente. Uma demo para um jogador para Xbox 360 e PlayStation 3 ficou disponível a 10 de Agosto de 2011[15] e a demo para multijogador online a 17 de Agosto,[16] [17] ambas para transferência através da Xbox Live e da PlayStation Network.

O jogo acontece após os acontecimentos de Driv3r e conta a história do policia John Tanner na sua busca para capturar o criminoso Charles Jericho.

História[editar | editar código-fonte]

O jogo se passa alguns meses após os acontecimentos de Driv3r. É revelado que ambos Tanner e Jericho sobrevivem ao tiroteio em Istambul. No trailer do jogo, é revelado que, desde então, os dois homens se recuperaram e Jericho escapou em San Francisco,

Imagem retirada do filme inicial, mostra dois dos protagonistas do jogo: Tobias Jones (atrás) e o personagem principal John Tanner.

enquanto Tanner o persegue lá. Jericho é mostrado sendo transportado na parte traseira de um caminhão de prisão, mas consegue escapar com um frasco de ácido escondido dentro da sua boca. Ele domina os guardas, e sequestra o caminhão. Tanner e Tobias testemunham este acontecimento do carro de Tanner, perseguindo Jericho enquanto ele provoca o caos nas ruas da cidade. Tanner acaba na frente de Jericho num beco, e é empurrado para frente de um reboque de um tractor. Um acidente grave acontece,quando é atingido em cheio por uma carreta, colocando-o em coma. O jogo terá lugar no sonho de Tanner em coma.[18] [19]

Jogabilidade[editar | editar código-fonte]

O jogo é similar aos jogos anteriores da série. O jogador controla Tanner em várias missões através das ruas de San Francisco, embora agora seja impossível sair do carro a pé. Uma nova característica é o "SHIFT" (inspirado no Google Earth),[20] que permite a mudança de Tanner de um carro para outro para continuar a missão, embora não seja ilimitado. A barra de Shift pode ser de novo recarregada fazendo coisas como derrapagens, grandes saltos e conduzir em transito contrário. O Shift também pode ser actualizado de tempos em tempos, que permite ao jogador poder mudar para carros mais distantes e para outras partes da cidade ainda mais longe.[18] Com Shift, o jogador também pode iniciar missões. Usar o Shift, no entanto, não é obrigatório, por isso o jogador pode terminar o jogo sem mudar para qualquer outro carro.[21]

Em San Francisco, os jogadores podem mudar para qualquer carro a qualquer momento (Shift), sendo impossível circular a pé.[20]

Características[editar | editar código-fonte]

O modo Film Director, que esteve ausente em Parallel Lines está incluído, podendo os jogadores partilhar vídeos online (no site Driver Club).[18] O jogo também está sendo descrito como um "regresso às origens" para a série, como a capacidade de sair do carro, que foi introduzido em Driver 2, foi removido porque os desenvolvedores sentiram que muitos jogos já têm este tipo de recurso e já "não era desejável [por nós] a apenas copiar esse tipo de mecânica."[18] Espalhados pela cidade estão várias missões de história, missões secundárias, pequenos desafios ("Dares"),[22] a possibilidade de comprar garagens, mudar as peças dos carros, assim como adquirir novos veículos.[23] O jogo corre a 60fps em campanha para um jogador[4] e a 30fps no modo multiplayer.[24]

Multiplayer[editar | editar código-fonte]

O modo multijogador está disponível pela segunda vez na série (a primeira em Driver 2), com dezanove modos de jogo (onze online, cinco de ecrã dividido competitivo e três de ecrã dividido cooperativo),[25] incluindo:

  • "Trail Blazer": onde o jogador tem que seguir o percurso de um oponente controlado artificialmente.[26]
  • "Tag": é similar ao "tag" (pt: cola/pega) regular, mas em sentido inverso. Todos os jogadores estão tentando fazer "tag", ou bater, num jogador marcado. Uma vez atingido, a pessoa que o atingiu passa a ser a marcada. Quanto mais tempo permanecer "marcado" mais pontos acumula.[27] [28] [29] [30]
  • "Streamline": em que os jogadores seguem um carro que tem duas "correntes" amarelas que se arrastam atrás dele, os jogadores devem seguir o carro mantendo-se dentro das "correntes" para ganhar pontos. O carro da frente viaja a uma velocidade constante, assim sendo este modo de jogo recompensa a precisão na condução mais do que a velocidade.[30]
  • "Capture The Flag": são oito jogadores, duas equipas, e um porta-bandeira em constante mutação. Os jogadores estão autorizados a fazer Shift neste modo, desde não estejam a segurar a bandeira, o porta-bandeiras não pode fazer Shift e tem uma barra de saúde visível. Uma vez que o portador da bandeira fica destruído o suficiente, ele é forçado a fazer Shift e deixa cair a bandeira.[30]
  • "Takedown": consiste em policias perseguindo um motorista em fuga, a diferença aqui é que os policias podem fazer Shift, isto dá ao ladrão uma pequena vantagem, já que ele começa a conduzir cada vez mais rápido do que a policia. O ladrão deve sobreviver por um determinado período de tempo ao passar por checkpoints, enquanto a polícia tem de bater no motorista em fuga até a sua barra de saúde ficar esgotada.[30]

O modo multiplayer também inclui pontos de experiência,[31] que ao serem acumulados servem para desbloquear novos veículos, habilidades, etc.[31]

Cenário[editar | editar código-fonte]

A cidade do jogo, San Francisco, escolhida também por ser conhecida de filmes e séries que incluíam perseguições automóveis dos anos '60 e '70 como Bullitt (1968), Vanishing Point (1971) ou The Streets of San Francisco (1972/77),[32] [33] inclui um dos maiores ambientes de condução visto num videojogo, com cerca de 335 km (208 milhas) de estrada.[27] Vários ícones da cidade são recriados no jogo, incluindo a Bay Bridge, a "Russian Hill" e partes de Marin County e Oakland.[27]

Carros[editar | editar código-fonte]

Pela primeira vez na série, o jogo inclui mais de 130 carros totalmente licenciados e totalmente destrutíveis, veículos desportivos, clássicos, modernos e "buggies" incluindo as marcas Cadillac (automóvel), Shelby, Alfa Romeo, Aston Martin, Chevrolet, Lamborghini, Ruf, Dodge, Pagani Zonda, DeLorean, Volkswagen e Ford.[18] [34] [35] Para além dos licenciados, juntam-se aproximadamente mais outros 20 veículos, como caminhões, autocarros, carros de bombeiros entre outros que permanecerão sem licença.[35] Num vídeo lançado em Julho de 2011 é mostrado alguns dos veículos usados no jogo.[34]

Versão Wii[editar | editar código-fonte]

A versão Wii tem um enredo diferente, é sobre os primeiros anos de Tanner como policia, onde terá de vingar a morte de seu parceiro actuando sob disfarce.[36] É uma prequela do primeiro jogo da série e tanto Tobias Jones como Salomão Caine aparecem no jogo como personagens jogáveis.[36] Como uma prequela para Driver, o jogo não inclui o modo Shift, nem tem controlos a pé, mas é possível usar armas durante a condução.[37]

Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

O jogo esteve em desenvolvimento durante cinco anos.[38] Um novo jogo da série foi confirmado que estava em produção no Tokyo Game Show de 2005, quando a Sony anunciou uma lista de 102 jogos que seriam lançados na PlayStation 3.[39] A Ubisoft confirmou mais tarde um novo jogo Driver depois de adquirir a série da Atari.[40] Em Junho de 2008, a BBC realizou relatórios sobre a indústria de jogos de computador,[41] entre os relatórios estavam imagens de desenvolvimento do novo jogo Driver.[42] Em 21 de Abril de 2009, a Ubisoft registou o nome Driver: The Recruit.[43]

Pela primeira vez na série, há veículos licenciados, todos com visão de interior e destrutiveis.[18] [34]

Em Janeiro de 2010, foi confirmado que um jogo novo de Driver estava em desenvolvimento e com lançamento previsto para o ano fiscal da Ubisoft que terminava em Março de 2011.[44] Em 23 de Abril de 2010, a Ubisoft registou o domínio "driversanfranciscogame.com", bem como "driversanfrancisco.com" e "driversanfran.com", sugerindo que a cidade de San Francisco iria ser o cenário do novo jogo da série.[45] [46] Em 27 de Maio de 2010, a Ubisoft confirmou que o próximo capítulo da série Driver apareceria na E3 de 2010, juntamente com outros jogos da empresa.[47] [48] Em 7 de Junho de 2010, a Ubisoft lançou um site com um teaser contendo um reboque de ação ao vivo, assemelhando-se à primeira missão do jogo driver original, juntamente com uma contagem regressiva para a conferência de imprensa da Ubisoft na E3 de 2010.[49] [50] A Ubisoft também criou a página do jogo no Facebook, que ao clicar no botão "Like", abre uma versão ligeiramente diferente do trailer, mostrando uma licença de condução californiana de John Tanner.[51] [52] Um cartaz promocional exibido no LA Convention Center durante a E3 de 2010 revelou o título do novo jogo a ser Driver: San Francisco.[53] A Ubisoft anunciou oficialmente o jogo na sua conferência na E3 de 2010.[54] Em 12 de Novembro de 2010 o jogo foi adiado e foi lançado no ano fiscal de 2012, que é entre 31 de Março de 2011 e a mesma data em 2012.[13]

O fundador da Reflections e criador da série, Martin Edmondson, voltou depois de deixar temporariamente a indústria dos jogos em 2004.[1] O jogo foi desenvolvido pela Ubisoft em cinco estúdios liderados pela Reflections, e quatro outros desenvolvedores: Vancouver, Kiev, Xangai e Montreal. [55]

A Ubisoft lançou uma plataforma online, intitulada de Driver Club onde oferece resultados exclusivos, acesso rápido a leaderboards, estatísticas podendo até o jogador partilhar os seus vídeos de "Film Director" e ver vídeos de amigos e classifica-los.[56] [57]

Áudio[editar | editar código-fonte]

O áudio do jogo foi misturado nos Estúdios Pinewood, Inglaterra, que são conhecidos dos filmes da série James Bond. O jogo inclui músicas licenciadas,[22] juntamente com uma nova versão do tema do jogo original, gravada nos estúdios Abbey Road,[2] com arranjos de Marc Canham e alguns temas originais também produzidos por Canham,[2] [3] [58] com o objectivo de recapturar a vibração dos anos '70 algo que pelo qual Driver se esforça em manter.[59] [60] [61] A banda sonora original foi misturada e produzida por Rich Aitken nos estúdios da Nimrod Productions.[3] A 30 de Agosto de 2011 foi revelado que o jogo tem 76 músicas licenciadas com géneros desde o hip hop, funk, hard rock, rock alternativo de artistas como Yelawolf, Aretha Franklin, Dr. John, DJ Shadow, The Black Keys, The Cure, Beastie Boys, Queens of the Stone Age, The Heavy, Unkle entre outros.[62] [63] As versões PlayStation 3 e Xbox 360 suportam banda sonora personalizada que permite que o jogador jogue com a sua própria música durante o jogo.[62]

"Uplay Passport"[editar | editar código-fonte]

Em 15 de julho de 2011 a Ubisoft anunciou que todos os seus futuros jogos com modo online irão exigir um código que permite aceder a essa funcionalidade chamado "Uplay Passport".[64] [65] [66] Driver: San Francisco é o primeiro jogo da empresa a utilizar esse recurso.[64] [65] [66] No entanto, devido a códigos mal impressos, o que deixou jogadores norte americanos que compraram novas cópias do jogo não conseguissem jogar online, o "Uplay Passport" foi dispensado mundialmente sendo o conteúdo on-line de Driver: San Francisco gratuito para todos os utilizadores.[67] [68]

Conteúdo transferível[editar | editar código-fonte]

A Ubisoft revelou que Driver: San Francisco tem conteúdo transferível gratuito para a Xbox 360 e Playstation 3. O conteúdo inclui 20 novas rotas para os modos multiplayer online e ficou disponível a 15 de Setembro de 2011.[56] [57] [69]

Marketing[editar | editar código-fonte]

Banda desenhada[editar | editar código-fonte]

Uma mini-série de história em quadradinhos publicada pela Wildstorm Productions baseada no jogo será lançada. O enredo tem lugar após os acontecimentos de Driv3r e antes de San Francisco, e incidirá sobre a vingança pessoal de Tanner contra Jericho. A mini-série foi escrita por David Lapham e ilustrada por Greg Scott e tem a capa desenhada por Jock,[70] prevista para ser lançada no início de 2011.[70]

Uma edição #0 intitulada "The Pursuit of Nothingness" esteve disponível na Comic-Con 2010.[70] [71]

Edição de Coleccionador de Driver: San Francisco.[72]

Edição de coleccionador[editar | editar código-fonte]

Uma edição de coleccionador foi editada em Setembro de 2011 nos territórios PAL para as versões PlayStation 3, Xbox 360 e Windows.[72] O pacote inclui a banda desenhada oficial, uma réplica de tamanho 18 × 9 × 9 cm de um 1970 Dodge Challenger R/T 440 Six Pack, um mapa da cidade de San Francisco com a localização de todos os desafios e coleccionáveis do jogo, três carros exclusivos para o jogo (Aston Martin DB5, 1963), Lamborghini Miura (1972), e o Shelby Cobra 427 (1966), 4 desafios para um jogador: "Mass Chase" - onde um condutor injustamente acusado tenta escapar à força policial inteira de San Francisco e provar a sua inocência; "Relay Race" - uma corrida onde em cada volta se troca de carros; "Russian Hills Racers" - uma corrida contra 3 super carros no famoso bairro; "Táxi" - uma corrida contra outros táxis na baixa da cidade.[73] [74]

Demos[editar | editar código-fonte]

A demo para um jogador de San Francisco foi confirmada pela Ubisoft Reflections na página do Twitter,[75] e teve data prevista de lançamento para 17 de Agosto de 2011,[76] [77] tendo sido no entanto antecipada e ficado disponível na PlayStation Network e na Xbox Live a 10 de Agosto.[15] [78] [79] Inclui 3 modos de jogo: "The Escapist" em que os jogadores terão que escapar à polícia com um passageiro "VIP"; "Prove It", os jogadores são desafiados a realizar acrobacias e a despistar a polícia; e o modo "Team Colours" em que os jogadores vão alternando entre dois veículos para se certificarem que ficam nos dois primeiros lugares numa corrida.[76] [77] [80]

A demo para multijogador foi confirmada pela Ubisoft durante a Gamescom 2011[16] e teve lançamento na PlayStation Network[81] e na Xbox Live a 17 de Agosto de 2011.[16] [17] Contém os modos Tag e Trail Blazer.[16] [17]

Recepção[editar | editar código-fonte]

Criticas profissionais[editar | editar código-fonte]

 Recepção
Resenha crítica
Publicação Nota
IncGamers 6/10% [82]
IGN 8.0/10 (PS3, X360)[83]
7.0/10 (Wii)[84]
Edge 8/10[85]
MyGames 8.5/10[86]
GameSpot 8/10[87]
Official PlayStation Magazine (RU) 8/10
Strategy Informer 6/10[88]
Computer and Video Games 8.5/10[89]
Official Xbox Magazine (RU) 8.0/10[90]
VideoGamer 8/10[91]
Total Video Games 8/10[92]
Metro GameCentral 6/10[93]
Eurogamer Portugal 8/10[94]
PlayStation Universe 8/10[95]
The Guardian.co.uk 4 de 5 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar full.svgStar empty.svg[96]
GamesRadar 9/10[97]
1UP B+ [98]
Joystiq 4.5 de 5 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar full.svgStar half.svg[99]
Driving Games Pro 8/10[100]
AllGame PlayStation 3, Xbox 360:
3.5 de 5 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar half.svgStar empty.svg[101]
Wii:
3 de 5 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar empty.svgStar empty.svg[101]
Pontuação global
Publicação Nota média
GameRankings 79.17% (PS3)[102]
81.05% (X360)[103]
65.25% (Wii)[104]
80% (PC)[105]
Metacritic 79/100 (PS3)[106]
80/100 (X360)[107]
64/100 (Wii)[108]
82/100 (PC)[109]

O jogo recebeu críticas positivas para a maioria da crítica especializada. O site de criticas agregadas Metacritic, mantém a revisão média para PlayStation 3 em 79%, Xbox 360 em 80% e para a versão Wii em 64%. A maioria dos críticos elogiaram a mecânica "Shift" citando-a como "inovadora" e "interessante", a quantidade "gigantesca" de missões "diversificadas" e o multiplayer descrito às vezes como "inesperadamente brilhante" e "impressionante". O enredo foi, no entanto, criticado como sendo "muito ridículo" podendo facilmente "ficar pelo caminho":

O blog especializado em vídeo jogos Joystiq (4.5/5) diz: "A Ubisoft Reflections estudou o peso morto da série Driver, e o resultado é uma experiência pura, focada, livre de mecânica redundantes e escolhas de design "eu também"."[99]

A GamesRadar (9/10) diz que: "Driver: San Francisco é um golpe nas nossas mentes, é diversão a 100%, mais do que esperávamos e imediatamente re-estabelece a série de frente para o mercado. Não é comum que uma nova mecânica possa revigorar todo um género, mas este aqui consegue. Merece a sua atenção. Não se vai arrepender."[97]

O site Computer and Video Games (8.5/10) comenta: "Assim, a princípio, a história vai ficar pelo caminho - a Reflections está, obviamente, um pouco nervosa sobre a introdução do seu conceito "Shift" sem um explicação narrativa - mas, uma vez atrás do volante, você vai perceber que San Francisco vem com um longo atraso mas um bom retorno à forma para a série Driver." [89]

A MyGames (8.5/10) comenta: "Driver: San Francisco surpreendeu pela positiva e é sem dúvida alguma um dos melhores jogos da série. A nova mecânica intitulada de Shift conseguiu revigorar por completo o género e dar-nos ao mesmo tempo uma panóplia de diversão, alterando por completo as regras dos jogos ditos "comuns". Se são adeptos do Driver, então certamente não se irão arrepender." [86]

A PlayStation Universe (8/10) diz: "Carros fixes, uma mecânica 'Shift' nova e muito interessante e um multiplayer impressionante faz das ruas de San Francisco dignas de uma visita." [95]

O jornal The Guardian na seu site (4/5) refere que: "Não é perfeito - o enredo é um pouco superficial, seu estilo de forma livre pode ser ilusória, quando se obriga a executar determinadas missões e torna-se um pouco repetitivo nas últimas fases. Mas é um jogo sandbox alegre em que você pode conduzir como um lunático, em máquinas exóticas que você mesmo com um piscar de olhos consegue na vida real conduzir sem ferir ninguém.[96]

A revista Official Xbox Magazine no Reino Unido (8/10) comenta: "É um jogo de condução alimentado de turbo e 'drift' com uma premissa amorosa mas fracturada e um mundo cheio de desafios e de acrobacias. É jogo melhor do que ele tem o direito de ser."[90]

A revista Edge (8/10) comenta: "Driver: San Francisco envia os tradicionais costumes do multijogador numa rotação vertiginosa e, apoiado por um enredo de tom alegre e amigável, cria emoções em constante evolução ao longo do curso da campanha de singleplayer." [85]

O site Total Video Games (8/10) refere que "Sem dúvida, a mais completa oferta na série até à data. Rasgando as ruas de San Francisco, forçando seu carro em manobras que ele provavelmente não deve ser capaz de fazer com o conhecimento que você pode bater "X" e assumir o controle de um outro carro a qualquer momento, é tão divertido quanto parece." [92]

O site 1UP (B+): "Alguns pontos negativos visuais à parte, Driver SF é um jogo notável que resgata a franquia com 12 anos de idade, a partir da sucata. A habilidade 'Shift' acrescenta mecânica impressionantes que são únicas para um jogo sobre perseguições a alta velocidade e de condução. No geral, é um desafio divertido, também, que não exagera na medida em que a dificuldade está em causa."[98]

A IGN (8/10) comenta : "Aparenta óptimo, tem muita personalidade, conta uma história divertida e é muito divertido de jogar. Alguns picos de dificuldade frustrante e a história que termina prematuramente, são os únicos pontos negativos." [83]

O site GameSpot (8/10) refere: "Driver: San Francisco com a mecânica de Shift muito inspirada e riqueza de conteúdo cheio de acção vai torná-lo numa explosão absoluta que faz reviver a série." [87]

A Eurogamer Portugal (8/10) refere: "Com Driver San Francisco, a Reflections Interactive mostra que refletiu o suficiente para fazer um jogo capaz de corresponder ao forte sentimento de imediata conquista deixado pelo original. Não sendo um jogo superlativo perante a concorrência, apresenta uma imensa liberdade e uma quantidade de desafios que garantem uma boa longevidade." [94]

A VideoGamer (8/10) conta que: "Driver: San Francisco poderia ter sido um pônei de um só truque, mas conseguiu usar esse truque em uma variedade de maneiras inteligentes e interessantes, garantindo que a jogabilidade da condução nunca se torna cansativo ou repetitivo." [91]

O site Strategy Informer (6/10) diz: "Idéias inteligentes são intercaladas com componentes que falham miseravelmente, tornando este jogo como uma boa definição de "saco de gatos". A Ubisoft tentou tudo para trazer o corpo de volta à boa forma, mas com muitas mazelas ao longo do caminho".[88]

A Metro Game Central (6/10) diz: "Terrivelmente inconsistente, mas também muita ousadia imaginativa, mas mesmo com as suas falhas este é um dos jogos de condução mais inovadores em anos." [93]

O site IncGamers (6/10) refere: "Driver: San Francisco seria um jogo fácil para recomendar se o protejo das missões da campanha de single player estavessem em pé de igualdade com a qualidade de seus elementos técnicos. Como as coisas estão, porém, parece que algumas ideias da boa jogabilidade foram desperdiçados ao nível dos "designers" que simplesmente não sabem como fazer melhor uso deles." [82]

Prémios[editar | editar código-fonte]

O jogo ganhou o prémio de Melhor Jogo de Condução da E3 de 2010 da Ripten.[110] O jogo também recebeu indicações da Kotaku [111] e da GameTrailers.[112] Durante a E3 de 2011 também recebeu o prémio de Melhor Jogo de Corrida da Machinima.com e nomeações da GameTrailers, G4tv, e prémios Game Critics.[113] [114] [115] [116]

Vendas[editar | editar código-fonte]

A Ubisoft anunciou que as vendas de Driver: San Francisco excederam as suas expectativas no seu último relatório financeiro. A Ubisoft revelou também que as vendas aumentaram devido à recepção muito boa que o jogo teve junto da critica especializada, apesar de não terem anunciado o número de unidades vendidas.[117]

Referências

  1. a b c Giantbomb.com Game Biography - Martin Edmondson
  2. a b c marccanham.com News
  3. a b c Driver San Francisco Music. ultimatedriver.info (5 de Fevereiro de 2011). Página visitada em 23 de Agosto de 2011.
  4. a b Miller, Greg. "E3 2010: Driver 5 Preview", 14 June 2010. Página visitada em 15 June 2010.
  5. a b Buy Driver® San Francisco Deluxe Edition. UbiShop. Página visitada em July 25, 2011.
  6. a b Yin-Poole, Wesley (April 19, 2011). Driver: San Francisco out this September. Eurogamer. Página visitada em April 19, 2011.
  7. a b "Driver: San Francisco PC delayed". Página visitada em 11 August 2011.
  8. a b Daniel Silvestre (11/08/2011). Driver San Francisco adiado no PC. MyGames. Página visitada em 16 de Agosto de 2011.
  9. a b "PC Driver: San Francisco delayed". Página visitada em 11 Agosto 2011.
  10. a b downloadatoz.com driver-san-francisco-minimum-and-recommended-system-requirements-for-pc
  11. Driver: San Francisco. Amazon.com. Página visitada em 10 Agosto de 2011.
  12. Driver: San Francisco. Amazon.co.uk. Página visitada em 10 Agosto de 2011.
  13. a b Robinson, Andy. "Ghost Recon, Driver delayed", 15 Novembro 2010. Página visitada em 15 Novembro 2010.
  14. Holt, Chris. "OnLive Unveils Launch Titles, Details for June 17 Release", PCWorld, 15 June 2010. Página visitada em 15 June 2010.
  15. a b Driver San Francisco: Demo anunciada. Maxi Consolas (9 Agosto de 2011). Página visitada em 10 Agosto de 2011.
  16. a b c d Felipe Demartini (16 Agosto 2011). Demo multiplayer de Driver: San Francisco será lançada amanhã. Baixaki Jogos. Página visitada em 17 Agosto 2011.
  17. a b c Correia, Jorge (17 de Agosto de 2011). Demo multijogador de Driver San Francisco disponível. Games Republica. Página visitada em 17 de Agosto de 2011.
  18. a b c d e f Smith, Jamin. "Driver: San Francisco Interview", Videogamer, 15 June 2010. Página visitada em 15 June 2010.
  19. driver-thegame.ubi.com
  20. a b g4tv.com driver san francisco new shift mode detailed
  21. "Driver: San Francisco, E3 2010: Demo Walkthrough", GameTrailers, 1 July 2010. Página visitada em 1 November 2010.
  22. a b Driver San Francisco Fact Sheet. ultimatedriver.info. Página visitada em 23 de Agosto de 2011.
  23. Bruno Sirgado (14 Julho de 2011). Driver San Francisco - Antevisão. MyGames. Página visitada em 18 Julho de 2011.
  24. Ruben Remédios (18 de Julho de 2011). Driver: San Francisco com framerate a metade. MyGames. Página visitada em 18 de Julho de 2011.
  25. drivinggamespro.com Driver: San Francisco Multiplayer hands-on – feeling Shifty
  26. baixakijogos Driver: San Francisco - Seja quem você quiser, desde que tenha um motor potente
  27. a b c Chester, Nick. "E3 10: First look at Ubisoft's Driver: San Francisco", Destructoid, 14 June 2010. Página visitada em 15 June 2010.
  28. Donlan, Christian. "Driver: San Francisco Hands On", Eurogamer, 15 June 2010. Página visitada em 15 June 2010.
  29. thesixthaxis.com
  30. a b c d gamesradar.com Driver: San Francisco - Multiplayer Preview
  31. a b Cullen, Johnny (June 15, 2010). Hands-on preview: Driver: San Francisco. VG247. Página visitada em March 19, 2011.
  32. digitaltrends.com Driver: San Francisco goes retro in this new trailer
  33. Thierry Nguyen (14 de Junho de 2010). E3 2010: Driver San Francisco Is Basically Quantum Leap With Cars. 1up. Página visitada em 16 de Julho de 2011.
  34. a b c Remédios, Rúben (8 de Julho de 2011). Driver: San Francisco com novo trailer. Driver: San Francisco - Meet The Cars. MyGames.pt. Página visitada em 8 de Julho de 2011.
  35. a b Martin Bigg (7 de Julho de 2011). Driver: San Francisco’s official car list unveiled. drivinggamespro.com. Página visitada em 20 de Julho de 2011.
  36. a b "Driver: San Francisco - Wii screens, preview from Nintendo Power", GoNintendo, 15 June 2010. Página visitada em 1 November 2010.
  37. Driver San Francisco. ESRB. Página visitada em 9 January 2011.
  38. Alexander, Leigh (November 15, 2010). Ubisoft's Guillemot Talks Driver Delay, Studio Restructuring. Gamasutra. Página visitada em 2011-03-19.
  39. Dunham, Jeremy. "TGS 2005: Sony Confirms 102 PS3 Games", IGN, September 16, 2005. Página visitada em 14 Junho 2010.
  40. Atari sells Reflections.
  41. How a computer game is made. BBC (June 18, 2008). Página visitada em 2008-06-18.
  42. UK games industry needs brains. BBC (Junho 18, 2008). Página visitada em 2008-06-18.
  43. Driver: The Recruit trademarked by Ubisoft. VG247 (Abril 25, 2009). Página visitada em 2009-04-26.
  44. Kietzmann, Ludwig. "Raving Rabbids 4, new Driver planned for Ubisoft's fiscal 2010-11", Joystiq, 13 January 2010. Página visitada em 16 Fevereiro 2010.
  45. Hinkle, David. "Assassin's Creed: Brotherhood, Driver: San Francisco domains registered by Ubisoft", Joystiq, April 23, 2010. Página visitada em 23 Abril 2010.
  46. Cullen, Johnny. "Assassin’s Creed: Brotherhood, Driver: San Francisco domains registered by Ubisoft", VG247, April 23, 2010. Página visitada em 23 Abril 2010.
  47. Gilbert, Ben. "New 'Driver' game parked at Ubisoft's E3 booth", Joystiq, 27 Maio 2010. Página visitada em 28 Maio 2010.
  48. Warmoth, Brian. "New 'Driver' Game Coming At E3 From Ubisoft", MTV Multiplayer, 27 Maio 2010. Página visitada em 28 Maio 2010.
  49. Brudvig, Erik. "E3 2010: New Driver Game Teased", IGN, 7 June 2010. Página visitada em 7 June 2010.
  50. G, Lewis. "Driver Pre-Reveal Teaser", TheSixthAxis, 7 June 2010. Página visitada em 7 Junho 2010.
  51. Facebook | Driver. Página visitada em 8 Junho 2010.
  52. Scalzo, John. "E3 2010: Driver 5 teaser site launched", Gaming Target, 7 Junho 2010. Página visitada em 8 Junho 2010.
  53. Totilo, Stephen. "The Giant Video Game Banners E3 Didn't Want You To See", Kotaku, 13 June 2010. Página visitada em 14 Junho 2010.
  54. Griffin, McElroy. "Driver: San Francisco coming to 360, PS3, Wii and PC", 15 June 2010. Página visitada em 15 Junho 2010.
  55. Hinkle, David. "Driver: San Fran dev Ubisoft Reflections suffers layoffs", Joystiq, 29 November 2010. Página visitada em 9 January 2011.
  56. a b David Hinkle (6 Setembro 2011). Driver: San Francisco getting free content later this month. Joystiq. Página visitada em 7 Setembro 2011.
  57. a b Martin Baker (7-9-2011). Ubisoft Announce Free Driver Multiplayer Content and Driver Club. god is a geek. Página visitada em 8-9-2011.
  58. Driver: San Francisco - PlayStation 3 - GameSpy. GameSpy. Página visitada em 9 January 2011.
  59. "Secretary of State for Culture, Olympics, Media and Sport visits Pinewood Studios", Gamasutra, 17 Novembro 2010. Página visitada em 9 January 2011.
  60. "Secretary of State for Culture, Olympics, Media and Sport visits Pinewood Studios", Gamasutra, 17 November 2010. Página visitada em 9 Janeiro 2011.
  61. drivinggamespro.com
  62. a b "DRIVER: San Francisco - Full Soundtrack Listing", Saving Content. Página visitada em 31 Agosto 2011.
  63. "Driver San Francisco's Tracklist!", Driver: San Francisco Official Website. Página visitada em 12 Setembro 2011.
  64. a b Alexander Sliwinski (15 de Julho de 2011). Ubisoft announces 'Uplay Passport' online pass for Driver: SF, future games. Joystiq. Página visitada em 6 Agosto 2011.
  65. a b Ubisoft Confirms Online Pass. IGN (15 de Julho de 2011). Página visitada em 6 de Agosto de 2011.
  66. a b Ruben Remédios (15/07/2011). Ubisoft também adopta Online Pass. MyGames. Página visitada em 15/08/2011.
  67. Matt Bradford (7-9-2011). Ubisoft makes Driver: San Francisco online content free for all. GamesRadar. Página visitada em 7-9-2011.
  68. gamespot.comDriver: San Francisco online pass now free
  69. New multiplayer content available!. Driver: San Francisco Official Website (12 Setembro 2011). Página visitada em 13 Setembro 2011.
  70. a b c Brandon Hofer (21 de Julho de 2010). Ubisoft Unveils Driver Comic Book. TGN - Totally Gaming Network. Página visitada em 11 de Julho de 2011.
  71. George, Richard. "SDCC 10: The Return of Driver", IGN, 20 July 2010. Página visitada em 22 July 2010.
  72. a b Amazon.co.uk Driver San Francisco - Collector's Edition
  73. Nunneley, Stephany. "Driver: San Francisco gets the Collector’s Edition treatment", VG247, 18 June 2010. Página visitada em 14 August 2010.
  74. Bigg, Martin. "Driver: San Francisco Collector Pack detailed", Driving Games Pro, 27 May 2011. Página visitada em 21 July 2011.
  75. Martin Bigg (15 Julho de 2011). Driver: San Francisco demo confirmed. Driving Games Pro. Página visitada em 21 Julho de 2011.
  76. a b Joe Anderson (25 Julho de 2011). Driver San Francisco demo coming August 17. Shop To News. Página visitada em 29 Julho de 2011.
  77. a b Bruno Sirgado (1/Agosto/2011). Driver: San Francisco com demo. MyGames. Página visitada em 9/Agosto/2011.
  78. Driver: San Francisco com demo amanhã. Portugal Gaming (9 Agosto de 2011). Página visitada em 10 Agosto de 2011.
  79. gamezone.com driver san francisco demo now available
  80. Demo de «Driver: San Francisco» chega a 17 de Agosto. Diário Digital (29 Julho de 2011). Página visitada em 29 Julho de 2011.
  81. Jorge Loureiro (17 Agosto de 2011). Atualização PlayStation Store. Eurogamer. Página visitada em 17 Agosto de 2011.
  82. a b incgamers.com Driver: San Francisco Review
  83. a b Driver: San Francisoc Review - IGN. Uk.IGN.com (2011-08-26). Página visitada em 2011-08-26.
  84. Driver: San Francisoc Review - IGN. Uk.IGN.com (2011-09-6). Página visitada em 2011-09-23.
  85. a b Análise: Driver San Francisco (2011-08-29). Página visitada em 2011-08-29.[]
  86. a b Driver: San Francisco - Análise. MyGames (2011-09-20). Página visitada em 2011-09-20.
  87. a b Driver: San Francisco Review for Xbox 360 - GameSpot. gamespot.com (2011-08-26). Página visitada em 2011-08-26.
  88. a b Análise: Driver San Francisco (2011-08-29). Página visitada em 2011-08-29.[]
  89. a b Driver San Francisco Review. ComputerandVideogames.com (2011-08-26). Página visitada em 2010-11-26.
  90. a b Review: Driver San Franciscopublisher=OXM UK (2011-08-26). Página visitada em 2011-08-26.
  91. a b Review: Driver San Franciscopublisher=OXM UK (2011-08-26). Página visitada em 2011-08-26.
  92. a b Review: Driver San Franciscopublisher=OXM UK (2011-08-26). Página visitada em 2011-08-26.
  93. a b Driver: San Francisco review - ghost car (2011-08-26). Página visitada em 2011-08-26.
  94. a b Driver: San Francisco - Análise - Eurogamer.pt (2011-08-30). Página visitada em 2011-08-30.
  95. a b Driver: San Francisco - Análise - PSU (2011-08-30). Página visitada em 2011-08-30.
  96. a b Driver San Francisco – review (2011-09-01). Página visitada em 2011-09-02.
  97. a b Driver: San Francisco review - GamesRadar (2011-09-8). Página visitada em 2011-09-8.
  98. a b 1UP Review: Driver San Francisco is the Fresh Take the Series Needed All Along
  99. a b Driver San Francisco review: A beautiful dream - Joystiq (2011-09-06). Página visitada em 2011-09-07.
  100. Driving Games Pro’s Driver: San Francisco review (2011-09-08). Página visitada em 2011-09-09.
  101. a b Driver: San Francisco Overview (2011-09-12). Página visitada em 2011-09-12.
  102. Driver: San Francisco for PlayStation 3. GameRankings. Página visitada em 2011-10-12.
  103. Driver: San Francisco for Xbox 360. GameRankings. Página visitada em 2011-10-12.
  104. Driver: San Francisco for Wii. Gamerankings (2011-08-26). Página visitada em 2011-10-12.
  105. Driver: San Francisco for PC. Gamerankings (2011-08-26). Página visitada em 2011-09-12.
  106. Driver: San Francisco for PlayStation 3. Metacritic.com (2011-08-26). Página visitada em 2011-10-12.
  107. Driver: San Francisco for Xbox 360. Metacritic.com (2011-08-26). Página visitada em 2011-10-12.
  108. Driver: San Francisco for Wii. Metacritic.com (2011-08-26). Página visitada em 2011-10-12.
  109. Driver: San Francisco for PC. Metacritic.com (2011-08-26). Página visitada em 2011-10-13.
  110. "Ripten’s Best of E3 2010 Awards", Ripten, 25 June 2010. Página visitada em 30 June 2010.
  111. Crecente, Brian. "Kotaku's Best of E3 2010 Award Winners", Kotaku, 29 June 2010. Página visitada em 30 June 2010.
  112. Best of E3 2010 Awards: Best Driving Game. GameTrailers (March 24, 2010). Página visitada em March 19, 2011.
  113. Sonntag, Lawrence. "The Machinima.com Best of E3 2011 Awards", Machinima.com, 14 June 2011. Página visitada em 22 June 2011.
  114. "Best Driving Game", GameTrailers, 16 June 2011. Página visitada em 22 June 2011.
  115. Kelly, Kevin. "G4's Best of E3 2011! Check Out The Nominees!", G4tv, 10 June 2011. Página visitada em 22 June 2011.
  116. "2011 Nominees", Game Critics Awards. Página visitada em 22 June 2011.
  117. "Driver: San Francisco sales were "better than planned"", Eurogamer.net. Página visitada em 25 Novembro 2011.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]