Drogo de Champagne

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Dinastia carolíngia
Pipinida
Arnulfida
Carolíngia
Após o Tratado de Verdun (843)

Drogo (670 708), filho de Pepino de Herstal e Plectrude, foi duque de Champagne por nomeação de seu pai em 690 e duque da Borgonha a partir da morte de Norberto em 697. Foi o prefeito do palácio da Borgonha a partir de 695. Ele se casou com Anstrude, filha de Ansflede e Warratton, o ex-prefeito do palácio da Nêustria e da Borgonha, e também viúva do prefeito do palácio Berthar.

Drogo morreu antes de seu pai e eixou o ducado de Champagne para seu segundo filho mais velho, porque seu primogênito, Hugo de Rouen, havia entrado para um monastério. Drogo foi sepultado em Metz.

Pais[editar | editar código-fonte]

Pepino de Herstal (◊ c. 635 † 714)

♀ Plectrude (◊ ? † depois de 717)

Casamentos e filhos[editar | editar código-fonte]

  • com Anstrude (◊ ? † ?)
  1. Hugo de Rouen (◊ ? † 731) Abade de Fontenelle (agora (Saint-Wandrille-Rançon) e Jumièges. Arcebispo de Rouen e bispo de Paris e Bayeux.
  2. ♂ Arnulfo (◊ c. 690 † 723) Duque de Champagne
  3. ♂ Godofredo (◊ ? † ?)
  4. ♂ Pepino (◊ ? † ?)

Fontes[editar | editar código-fonte]

  • Dictionnaire de Biographie Française. Roman d'Amat and R. Limousin-Lamothe (ed). Paris, 1967.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]