Dru Drury

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Dru Druy.
Ilustrações de insetos

Dru ou Drew Drury (Wood Lane, Londres, 4 de fevereiro de 1725 — Londres, 15 de janeiro de 1804) foi um ourives e um entomologista amador britânico.

Era filho de um próspero ouríveres, Dru Drury (1688-???) e de Mary Hesketh. Em 1748 passou a trabalhar na loja de seu pai, porém abandonou completamente em 1789 para dedicar-se às suas paixões que eram a entomologia, jardinagem, pesca e a fabricação de vinho.

Sua coleção apresentava 11.000 espécies diferentes das quais mais de 2.000 são britânicas. Na época, acreditava-se que o número de espécies era de 20.000, gastando mais de 4.000 libras esterlinas da época para constituir a sua coleção. Comprou coleções inteiras, como a de Margaret Cavendish, duquesa de Portland (1715-1785), esposa do segundo duque de Portland.

Drury estabeleceu uma relação de amizade com o entomologista Johan Christian Fabricius (1745-1808) quando este foi a Londres conhecer a sua coleção. Mais tarde, Fabricius dedicou-lhe uma espécie de micro-lepidoptera.

Membro ativo da Aurelian Society, correspondeu-se com Carl von Linné (1707-1778) e com William Kirby (1759-1850). Os dois naturalistas também dedicaram à Drury espécimes.

Drury publicou em 1770 o primeiro volume de suas Illustrations of Natural History dedicado aos insetos exóticos, com 240 ilustrações. O terceiro e último volume foi publicado em 1787.

Foi presidente da Sociedade dos Entomologistas de Londres de 1780 até 1782.

Após a sua morte, sua biblioteca e suas coleções foram colocadas a venda. A maior parte dos seus espécimes foram adquiridas pelos seus amigos William Kirby e Edward Donovan (1768-1837).

Fonte[editar | editar código-fonte]

  • M.A. Salmon (2000), The Aurelian Legacy. British Butterflies and their Collectors. Harley Books (Colchester).

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.