Dualogic

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde novembro de 2011).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.

O sistema Dualogic é um câmbio desenvolvido pela FPT - Powertrain Technologies, empresa do grupo Fiat responsável pelo desenvolvimento/produção de motores e câmbios para a montadora.

Foi lançado em janeiro de 2008 na segunda geração do Fiat Stilo até o final de sua produção.

Anteriormente a Fiat havia lançado o Fiat Citymatic em 1999, sendo logo retirado em 2000. Em 2008, quando o Dualogic foi lançado, houve grande sucesso de vendas, ao contrário do Citymatic.

Trata-se de uma caixa de câmbio tradicional, sendo que o comando manual foi substituído por um conjunto controlado por uma central eletrônica, que por sua vez comanda a troca das marchas automaticamente, além de atuar no acionamento da embreagem do mesmo modo como se houvesse um pedal. O sistema usa a tecnologia da Magneti Marelli, que permite ao motorista optar por trocas automáticas ou manuais de marcha. No caso das trocas manuais, o motorista pode fazê-las acionando as chamadas "borboletas" instaladas atrás do volante ou movendo a própria alavanca do câmbio.[1]

Funções[editar | editar código-fonte]

  • Desempenho esportivo: apenas funciona com o acionamento da tecla "S" no modo automático, em rotações mais elevadas;
  • Função Kickdown: apenas no modo automático, com aceleração repentina (ou "pisar fundo"), ocasionará a redução automática;
  • Função Autodown: funciona nos dois modos, é a redução automática que ocorre quando há frenagem, o sistema reconhece a queda do giro, no que ocorre a redução;
  • Arrancada esportiva: funciona nos dois modos, com o veículo parado, a pressão exercida no pedal do acelerador e com liberação do pedal de freio faz ocorrer este modo;
  • Sistema de proteção do motor: funciona no modo manual, a central eletrônica monitora a seleção de marchas conforme for a rotação e a velocidade. Em caso de redução brusca, o sistema emite um sinal acústico e não realiza a troca, evitando grandes danos no veículo;
  • Estilo de condução: o sistema se adapta ao estilo de condução do motorista.

Linha Fiat[editar | editar código-fonte]

Lançado inicialmente no Stilo, logo foi estendido a linha Fiat.

O segundo modelo a receber o câmbio foi o Linea, logo seguido pela linha Palio (Strada, Palio Weekend, Palio Adventure), Fiat Idea, Fiat Bravo, Fiat Punto e Fiat 500.

As linhas Fire (Palio Fire, Siena Fire, Strada Fire, Mille Fire), Uno, Fiorino e as versões T-Jet (Punto, Linea, Bravo) não receberam este câmbio.

Veículos equipados com Dualogic
Fiat 500
Fiat Bravo
Fiat Doblò
Fiat Grand Siena
Fiat Idea
Fiat Linea
Fiat Palio
Fiat Palio Weekend
Fiat Punto
Fiat Stilo
Fiat Strada

Dualogic Plus[editar | editar código-fonte]

Em fins de maio de 2012, a Fiat apresentou junto com a nova versão Sporting, do Fiat Bravo, com melhoramentos técnicos em relação à antiga versão, para marcar o fato, foi incorporado o sobrenome "Plus", onde também novos programas foram incorporados ao sistema[2] :

  • Creeping: ao soltar o pedal de freio, o veículo movimenta-se a 7,5 Km/h, mesmo efeito do câmbio automático convencional;
  • Parabolic Shift Gear: redução de trancos na troca de marcha, controlado eletronicamente. Quando há condução esportiva, são transmitidos leves trancos para sensação de esportividade;
  • Auto-up Shift Abort: ao receber alta pressão no pedal do acelerador, o sistema reconhece necessidade de potência, onde baixa-se uma marcha para fornecer torque (Exemplo: 5ª passa-se para a 4ª marcha). Se for baixa pressão, mantêm-se a mesma marcha.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências