Ducado da Samogícia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Księstwo Żmudzkie
Ducado da Samogícia
Brasão do Ducado da Samogícia
Mapa mostrando a localização do Ducado da Samogícia (em vermelho) na República das Duas Nações.
Latim Ducatus Samogitiae
Duração 12191795
Província Lituânia
Capital Wornie
Sejmik Rosienie
Área 23 300 km²
Condados 28
Senadores 3

O Ducado da Samogícia (polonês: Księstwo Żmudzkie; latim: Ducatus Samogitiae) constituiu a parte ocidental do Grão-Ducado da Lituânia e o Duque da Samogícia era o Grão-duque da Lituânia. De 1219 a 1795 fez parte da República das Duas Nações.

Samogícia é uma versão latinizada do nome. Na Idade Média nomes como Samaiten, Samaitae, Zamaytae, Samogitia, Samattae, Samethi eram utilizadas em fontes de língua alemã e de latim. Ela, juntamente com outras variantes: Schmudien, Schamaiten (alemão), Żmudź (polonês), é derivada do lituano, Žemaitija, para "Žemės žemaitēs", que significa "terras baixas", em oposição a "Žemės aukštaitēs", as "terras altas" (Aukštaitija).

O Ducado estava localizado na parte ocidental do Grão-Ducado da Lituânia. Historicamente seu limite ocidental fazia divida com a Prússia Oriental e o mar Báltico, ao norte fazia fronteira com a Curlândia, ao sul com o rio Neman. O limite oriental da Samogícia não era assim tão estável. Durante a Idade Média e até 1795, a Samogícia tinha fronteiras claramente definidas como Ducado da Samogícia, mais tarde ela foi associada à diocese da Samogícia. Atualmente Samogícia está principalmente associada à região etnográfica e não é definida administrativamente.

Geografia[editar | editar código-fonte]

O Ducado estava localizado no que é hoje parte de territórios de vários condados (apskritis) da Lituânia: uma pequena parte do condado de Kaunas (Kauno Apskritis), a parte ocidental do condado de Šiauliai (Šiaulių Apskritis), condado de Tauragė (Tauragės Apskritis), condado de Telšiai (Telšių Apskritis), a parte sul do condado de Klaipėda (Klaipėdos Apskritis) e a norte do condado de Marijampolė (Marijampolės Apskritis).

A maior parte da Samogícia está localizada no Planalto Ocidental. As terras baixas, a que se referem seu nome, fazem a divisa entre a Samogícia e a Lituânia Oriental, ao longo do rio Nevėžis.

História[editar | editar código-fonte]

O Urso, o brasão histórico da Samogícia

Antes da formação do Estado da Lituânia, a Samogícia era governada por nobres locais. Uma crônica menciona dois duques de Samogícia em 1219 como signatários do tratado com a Volínia.

Desde a formação do Grão-Ducado da Lituânia no século XIII, a Samogícia foi seu território dependente, porém, algumas vezes a influência do Grã-duque da Lituânia era muito limitada. Durante o governo do primeiro rei da Lituânia, Mindaugas, os samogicianos buscaram uma independência em relação à política externa e continuaram lutando contra os Cavaleiros da Espada mesmo depois do Rei Mindaugas ter assinado um acordo de paz com eles.

A Samogícia por 200 anos desempenhou um papel crucial ao servir de barreira para a expansão da Ordem Teutônica e por diversas vezes derrotou os Cavaleiros da Espada na Batalha do Sol (1236), na Batalha de Skuodas (1259) e na Batalha de Durbe (1260).

No clima de ferozes batalhas com os Cavaleiros Teutônicos, os governantes lituanos Jogaila e Vytautas por várias vezes cederam a Samogícia para a Ordem Teutônica: em 1382, 1398 e 1404. Contudo, os Cavaleiros Teutônicos não conseguiram subjugar a região e os revoltosos samogicianos em 1401 e 1409. Depois das derrotas na Batalha de Grunwald (1410) e as guerras seguintes, em 1422 a Ordem Teutônica cedeu a Samogícia para o Grão-Ducado da Lituânia.

Os samogicianos foram os últimos na Europe a aceitarem o Cristianismo em 1413.

Devido as suas guerras prolongadas com a Ordem Teutônica, a Samogícia desenvolveu uma estrutura social e política diferente do restante da Lituânia. Ela tinha uma grande proporção de fazendas independentes e pequenas propriedades em comparação com a Lituânia Oriental.

Depois das partições da Polônia a Samogícia foi anexada pela Rússia Imperial e incluída na guberniya de Kaunas. No início do século XIX, a Samogícia foi o centro do renascimento lituano, que ressaltava a importância da Língua lituana e se opunha às tentativas de russificação e de polonização.

Condados[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]