Ducado de Schleswig

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Castelo de Gottorp

O Ducado de Schleswig (ou do Eslésvico[1] ), Hertugdømmet Slesvig em dinamarquês, Herzogtum Schleswig em alemão, consistia em um feudo localizado na península da Jutlândia, governado pelos dinamarqueses até a Guerra Dano-Prussiana de 1864, quando, derrotados, cederam o controle aos dois maiores reinos germânicos, Prússia e Áustria. A capital do ducado era a cidade de Schleswig. Após a Guerra Civil Alemã, a região foi integrada ao Ducado de Holstein, dando origem à província prussiana do Schleswig-Holstein. Ao término da Primeira Guerra Mundial, a população da metade norte do antigo condado, de maioria dinamarquesa, decidiu por meio de plebiscito juntar-se ao reino da Dinamarca, tornando-se a província da Jutlândia do Sul. A metade sul do Schleswig, com população de maioria alemã, por sua vez, manteve-se integrada à República de Weimar, dentro da província do Schleswig-Holstein.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Fernandes, Ivo Xavier. Topónimos e Gentílicos. Porto: Editora Educação Nacional, Lda., 1941. vol. I.
Ícone de esboço Este artigo sobre História da Dinamarca é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.