Chamas da Vida

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Dudu Cury)
Ir para: navegação, pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde dezembro de 2011). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde fevereiro de 2011).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
NoFonti.svg
Este artigo ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde fevereiro de 2011). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Chamas da Vida
Flames of Life (Título Internacional)[1]
Llamas de la Vida (ES)

Informação geral
Formato Telenovela
Duração 50 minutos aprox.
Criador(es) Cristianne Fridman
País de origem  Brasil
Idioma original (em português)
Produção
Diretor(es) Edgard Miranda
Elenco Juliana Silveira
Leonardo Brício
Lucinha Lins
Bruno Ferrari
Amandha Lee
Dado Dolabella
Leticia Colin
Milhem Cortaz
Jussara Freire
Andréia Horta
André Di Mauro
Lu Grimaldi
Ana Paula Tabalipa
Roger Gobeth
Íris Bruzzi
Juliana Lohmann
Luiza Curvo
e grande elenco
Tema de abertura "Fogo & Paixão", Fábio Jr.
Exibição
Emissora de
televisão original
Brasil Rede Record
Transmissão original 8 de julho de 2008 - 28 de abril de 2009
N.º de episódios 253
Cronologia
Último
Último
Amor e Intrigas
Poder Paralelo
Próximo
Próximo

Chamas da Vida foi uma telenovela brasileira produzida pela Rede Record, entre 8 de julho de 2008 e 28 de abril de 2009, às 21h45, totalizando 253 capítulos.

É de autoria de Cristianne Fridman, em colaboração com Paula Richard, Renata Dias Gomes, Camilo Pellegrini e Nélio Abbade. A direção é de Roberto Bomtempo, Rudi Lagemann e Rogério Passos, e a direção geral, de Edgard Miranda.

Teve Juliana Silveira, Leonardo Brício, Bruno Ferrari, Amandha Lee, Juliana Lohmann, Dado Dolabella, Andreia Horta, Roger Gobeth, Luíza Curvo, Claudiana Cotrim, Rafael Queiroga, Lisandra Parede, André Di Mauro, Letícia Colin e Lucinha Lins nos papeis principais.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Urca, um dos cenários da novela

Pedro é um soldado-bombeiro que mora em Tinguá. Após a morte de seus pais, passou a cuidar dos três irmãos: Viviane, Rafael e o criminoso Antônio, que trabalha na fábrica de sorvetes GG. Às noites, Antônio integra uma gangue que pratica atos de vandalismo pelo bairro, o que faz com que sua convivência com Pedro não seja nada harmoniosa. Pedro namora Ivonete, irmã gêmea de Wallace, seu amigo de infância.

Carolina é a única filha de Walter, dono da GG, e de Arlete. Mora na Urca e gerencia sua própria produtora de vídeo. Namora Tomás há três anos. Está prestes a se casar com o namorado, sem suspeitar que o rapaz não a ama, só se interessando pela fábrica de seu pai. A ardilosa e cruel Vilma, mãe de Tomás, quer que os dois se casem para que a família dela possa retomar o controle da GG, uma vez que seu finado marido João fundou a fábrica em sociedade com Walter, que desfez a sociedade após suspeitar que João o estava roubando, tomando o controle de toda a fábrica.

Pedro e Carolina se conheceram na infância, mas perderam o contato. Após um incêndio, provocado por Antônio durante uma confraternização dos funcionários da fábrica, Pedro e Carolina são reapresentados por Vó Tuquinha, e logo se encantam um pelo outro, o que causa ciúmes imediatos em Tomás. Antônio é denunciado por um segurança da fábrica e acaba perdendo o emprego, o que complica mais ainda seu relacionamento com o irmão.

Carolina, que estava filmando o incêndio na confraternização, volta à fábrica para buscar sua câmera e se vê encurralada quando um incendiário misterioso coloca fogo na sala de Walter e na de experimentos químicos. Durante a ação do corpo de bombeiros, Wallace acaba forçando Pedro a salvar a si mesmo e a Carolina em vez dele, morrendo então no incêndio.[2] A gangue de Antônio estava pichando a fábrica na mesma noite do incêndio (para vingar o fato de ele ter sido demitido algumas horas mais cedo), e as suspeitas recaem sobre ele em Tinguá.

Percebendo o interesse mútuo que Carolina e Pedro sentem um pelo outro, Ivonete decide se aliar a Tomás, que, por sua vez, está interessado por ela. Enquanto isso, Vilma falsifica uma apólice de seguros para que as suspeitas do incêndio recaiam sobre Walter. Depois de uma rave no ferro-velho, alguém rouba as placas da Fênix que Vilma deixa no carro tunado de Antônio e, tempos depois, um incendiário misterioso (com as placas da fênix roubadas) incendeia os lugares para incriminar Vilma. O último incêndio foi uma explosão na cela do presídio onde estava Vilma: esta explosão ocorreu no último capítulo da novela.

Tramas[editar | editar código-fonte]

Nova Iguaçu, um dos cenários da novela

Produção[editar | editar código-fonte]

Reserva Biológica Federal do Tinguá, um dos cenários da novela.

A telenovela se situava no Rio de Janeiro, mais especificamente na Baixada Fluminense, tendo como cenários bairros como Tinguá, Urca e Flamengo.[3] Tinguá é um dos grandes destaques da trama, com a corporação de bombeiros da qual faz parte o protagonista, Pedro, sendo responsável por essa área, onde também se situa a Reserva Biológica Federal do Tinguá, local das primeiras cenas que foram ao ar (uma simulação de resgate).

Na semana que antecedeu à estréia da telenovela, o Jornal da Record levou ao ar uma série de reportagens destacando a importância do trabalho dos bombeiros para a sociedade.[4]

Audiência e repercussão[editar | editar código-fonte]

A novela Chamas da Vida não terminou em março de 2009, como inicialmente previsto. Com a alta audiência da novela, a Record esticou Chamas da Vida até 28 de abril de 2009, então, Chamas da Vida totalizou 253 capítulos.

Chamas da Vida foi considerada uma das melhores telenovelas já produzidas pela emissora Rede Record, ao lado de Essas Mulheres, Cidadão Brasileiro e Vidas Opostas. A novela foi particularmente popular em Fortaleza [5] e no Rio de Janeiro,[6] cidades onde a Record chegou a superar a média de audiência da TV Globo..

A abordagem do tema da pedofilia através do polêmico vilão Lipe (interpretado por André Di Mauro) causou uma grande repercussão [7] e fez com que a novela alcançasse altos índices de audiência, como na cena de perseguição ao pedófilo que rendeu a melhor audiência de Chamas da Vida, o capítulo exibido dia 12/11/2008 entre 22h29 e 23h28 obteve média de 19 pontos, pico de 21 pontos e 31% de participação (share).[8] .

A emissora portuguesa RTP1 está exibindo a trama desde 2 de março de 2009 às 14h15, substituindo Amor e Intrigas, cujos últimos capítulos foram ao ar logo após, às 14h45. A estreia portuguesa da trama marcou 4,4% de média e 33,6% de share (número de aparelhos ligados). Para efeito de comparação, segundo a mesma nota, Feitiço de Amor e Flor do Mar, as duas novelas mais assistidas em Portugal, têm, respectivamente, 15,1% e 15,2% de média acumulada até a data.[9]

Audiência na Região Metropolitana de São Paulo
de acordo com o IBOPE:[10]
Mês
Audiência
Julho 15,5 pontos
Agosto 12,75 pontos
Setembro 12,5 pontos
Outubro 13,6 pontos
Novembro 14,75 pontos
Dezembro 13,5 pontos
Janeiro 15 pontos
Fevereiro 13,7 pontos
Março 13,5 pontos
Abril 14 pontos
Média geral 13,8 pontos

Indicações[editar | editar código-fonte]

Prêmio
Categoria
Indicado(s)
Troféu Imprensa Melhor Novela
Contigo! de TV Melhor Novela
Contigo! de TV Melhor Autor Cristianne Fridman
Contigo! de TV Melhor Atriz Lucinha Lins
Contigo! de TV Melhor Atriz Coadjuvante Amandha Lee
Contigo! de TV Melhor Ator Leonardo Brício
Contigo! de TV Melhor Ator Coadjuvante André Di Mauro

Elenco[editar | editar código-fonte]

Juliana Silveira interpretou a protagonista Carolina
Leonardo Brício interpretou o protagonista Pedro
Lucinha Lins interpretou a antagonista principal Vilma Oliveira Santos
Dado Dolabella interpretou o Bad Boy Antonio
Antônio Grassi interpretou Walter Azevedo
Milhem Cortaz interpretou o Sargento Carlos José Lima
Nathália Rodrigues interpretou a suburbana Suelen
Ator Personagem
Juliana Silveira Carolina Monteiro Azevedo de Castro
Leonardo Brício Pedro Galvão Ferreira
Lucinha Lins Vilma Oliveira Santos
Bruno Ferrari Tomás Oliveira Santos
Amandha Lee Ivonete Amaro da Silva
Dado Dolabella Antônio Galvão Ferreira
Andréia Horta Beatriz Oliveira Santos
André Di Mauro Felipe Rezende (Lipe)
Letícia Colin Viviane Galvão Ferreira (Vivi)
Antônio Grassi Dr. Walter Azevedo de Castro
Jussara Freire Arlete Monteiro Azevedo de Castro
Milhem Cortaz Sargento Carlos José Lima (Sargento Cazé)
Floriano Peixoto Miguel Costa
Íris Bruzzi Tuca Amaro da Silva (Vó Tuquinha)
Giuseppe Oristanio Roberto Cardoso de Oliveira
Stella Freitas Rosicler Bueno Pimenta
Ewerton de Castro Brito Pimenta (Seu Brito)
Nina de Pádua Lourdes Amaro da Silva
Umberto Magnani Dionísio Cardoso de Oliveira
Marilu Bueno Catarina Amaro da Silva (Tia Catarina)
Ivone Hoffmann Odiléia Bueno
Raymundo de Souza Comandante Eurico Camargo
Juliana Lohmann Manuela Barbosa Castelli (Manu)
Dáblio Moreira Máicon das Dores Vieira (Demorô)
Vítor Hugo Fernando Teixeira (Marreta)
Mariana Hein Andressa
Guilherme Leme André
Gabriel Gracindo Soldado Eurico Camargo Jr.
Catarina Abdalla Margarete das Dores Vieira
Ricardo Pavão Delegado Fausto
Lu Grimaldi Rosanara
Camilo Bevilacqua Gastão
Sandra Pêra Mercedes Carvalho Ferreira
Ana Paula Tabalipa Raíssa Mendes
Rafael Queiroga Leonardo Frota (Léo)
Claudiana Cotrim Darlene Frota
Roger Gobeth Guilherme Bueno Pimenta (Gui)
Nathália Rodrigues Suelen Almeida Batista
Lívia Rossi Sargenta Glória Benete
Kito Junqueira Paulo Castelli
Igor Cotrim Jairo
Lisandra Parede Telma
Thiago de Los Reyes Gustavo Oliveira Santos (Guga)
Luiza Curvo Michele Cavalcanti Gomes
Giordanna Forte Cíntia
André Luiz Miranda Lincoln Ribeiro
Roberta Santiago Gildete Rodrigues
Zeca Carvalho Xavier
Alexandre Zacchia Washington Teixeira
Jalusa Barcellos Suzana Cavalcanti Gomes
Alexandre Mandarino Tadeu
Crianças & Adolescentes
Ator Personagem
João Vithor Rafael Galvão Ferreira (Rafa)
Gabriel Moura Gabriel Mendes
Dudu Cury Joaquim
Participações especias

Elementos da novela[editar | editar código-fonte]

Personagens[editar | editar código-fonte]

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

O cantor Fábio Jr. canta o tema de abertura de Chamas da Vida
O cantor Seu Jorge canta o tema de Carolina

Capa com: Carolina e Pedro (Juliana Silveira e Leonardo Brício)

  1. "Fogo e Paixão" - Fábio Jr.
  2. "Sinais de Fogo"- Antonio Villeroy
  3. "Sem Dívida Sem Dúvida" - Jorge Aragão
  4. "Primeiros Erros" - Mike Foxx
  5. "Escolhas, Provas e Promessas" - CPM 22
  6. "Entre A Sola E o Salto" - Alcione & Gilberto Gil
  7. "Carolina" - Seu Jorge
  8. "Escorregadia" - Twiggy
  9. "Qualquer Coisa" - Arnaldo Antunes
  10. "Faz o Pagode Explodir" - Dudu Nobre
  11. "Meu Mundo Ficaria Mais Completo Com Você" - Cássia Eller
  12. "Hoje Eu Quero Sair Só" - Lenine
  13. "Feelings" - Morris Albert
  14. "Also Spreach Zarathustra - Hervah

E Ainda

  1. "Epitáfio" - Nasi
  2. "Fire" - Dr. Sin
  3. "Nossa Música" - CPM 22
  4. "Me Liga" Os Paralamas do Sucesso
  5. "Sai Dessa" - Aline Muniz
  6. "Timoneiro" - Paulinho da Viola
  7. "Toda Noite / Eu e Você" - Swing & Simpatia

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]