Dukes versus Wal-Mart

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde dezembro de 2009).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Marcador do evento atual
Este artigo ou seção contém informações sobre eventos futuros.
É provável que contenha informações de natureza especulativa, e seu conteúdo pode mudar drasticamente.
Editor: considere marcar com um aviso mais específico.

Dukes v. Wal-Mart Stores, Inc. é um processo por discriminação sexual no valor de 11 bilhões de dólares, e a maior ação popular pelos direitos civis da história dos Estados Unidos. Ele acusa a rede Wal-Mart de discriminação contra mulheres em promoções, pagamentos e atribuições de trabalho em violação ao parágrafo VII do Ato dos Direitos Civis de 1964.

O caso teve inicio no ano de 2000, quando uma funcionária de 54 anos do Wal-Mart na California chamada Betty Dukes acionou uma reivindicação de discriminação de sexo contra seu empregador. Apesar de seis anos do trabalho duro e de revisões de desempenho excelentes, Dukes reivindicou, mas foi negada ao treinamento que era necessário para que ela avançasse para uma posição salarial maior. Críticos observam que Dukes brigou uma vez com um supervisor do supermercado, e foi disciplinada por voltar tarde de pausas de almoço.

Em junho de 2001, o processo teve início na Corte Distrital dos Estados Unidos em São Francisco, no qual foi concedido o status do caso como ação popular. O processante procura representar 1,6 milhões de mulheres, incluindo todas as mulheres que trabalhem ou tenham trabalhado previamente em uma loja do Wal-Mart desde 26 de dezembro de 1998.

Em 2004, a jornalista Liza Featherstone publicou um livro sobre o caso, Selling Women Short: The Landmark Battle for Workers' Rights at Wal-Mart dizendo que o sucesso de Wal-Mart's não está baseado somente em sua mercadoria barata ou em sua popularidade, mas também em más práticas de trabalho.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.