Dulce Chacón

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde junho de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Dulce Chacón
Nascimento 3 de junho de 1954
Zafra, Espanha
Morte 3 de dezembro de 2003 (49 anos)
Madrid, Espanha
Ocupação Escritor

Dulce Chacón (Zafra, Badajoz, 3 de junho de 1954Madrid , 3 de dezembro de 2003) foi uma escritora espanhola.

Prêmios[editar | editar código-fonte]

  • Premio de Poesía Ciudad de Irún, por Contra el desprestigio de la altura, 1995
  • XXIV Premio Azorín, por Cielos de barro, 2000
  • Premio Libro del Año 2002, por La voz dormida

Libros[editar | editar código-fonte]

Poesia

  • Querrán ponerle nombre (1992)
  • Las palabras de la piedra (1993)
  • Contra el desprestigio de la altura (1995)
  • Matar al ángel (1999)
  • Cuatro gotas (2003)

Romance

  • Algún amor que no mate (1996)
  • Blanca vuela mañana
  • Háblame, musa, de aquel varón (1998)
  • Cielos de barro (2000)
  • La voz dormida (2002)

Teatro

  • Algún amor que no mate
  • Segunda mano, 1998
Ícone de esboço Este artigo sobre a biografia de um(a) escritor(a), poeta ou poetisa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre Espanha é um esboço relacionado ao Projeto Europa. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.