Dupla hélice

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Uma escadaria na forma de uma dupla hélice, no Museu do Vaticano.
Imagem de uma cadeia de DNA que mostra a dupla hélice a auto-replicar-se.

Em geometria a dupla hélice consiste tipicamente de duas hélices congruentes com o mesmo eixo, que diferem por uma translação ao longo do seu eixo, que pode estar ou não a meio caminho[1] .

Em 1953, James D. Watson e Francis Crick publicaram que a estrutura do DNA é de uma dupla hélice pela primeira vez, baseando-se no trabalho de Rosalind Franklin[2] . A forma de dupla hélice é bastante forte. O DNA toma esta forma naturalmente por duas razões. Tem de ser 'dupla' de maneira conseguir replicar-se e a hélice, estando entrelaçada, é mais forte que duas cadeias paralelas porque puxando em uma direcção qualquer a cadeia não se desfaz.

Referências

  1. "Double Helix" by Sándor Kabai, The Wolfram Demonstrations Project, 2007.
  2. Double Helix by George Kakaris, Biologist MSc in Applied Genetics and Biotechnology

Veja também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Genética é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.