Duppy

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Nuvola apps important.svg
A tradução deste artigo ou se(c)ção está abaixo da qualidade média aceitável.
É possível que tenha sido feita por um tradutor automático ou por alguém que não conhece bem o português ou a língua original do texto. Caso queira colaborar com a Wikipédia, tente encontrar a página original e melhore este artigo conforme o guia de tradução.

Duppy é uma palavra do patoá jamaicano, originária da África Oeste, que significa fantasma ou espírito.1 Grande parte do folclore do Caribe gira em torno dos duppies. Os Duppies são geralmente considerados como espíritos malévolos.1 Diz-se que eles saem e procuram as pessoas geralmente à noite, e as pessoas da ilha alegam de tê-los vistos. 'O Bezerro Urrante',2 'Cavalo de três patas' ou o 'Ol' Higue'3 são os exemplos dos mais maliciosos dos duppies.

Origem[editar | editar código-fonte]

O folclore de Duppy origina-se do banto língua da África do Oeste. Um duppy pode ser uma manifestação (no ser humano ou na forma de animais) da alma de uma pessoa morta, ou um ser sobrenatural malévolo.4 Na cultura Jamaicana, acredita-se que uma pessoa possui duas almas - uma boa alma e uma alma terrestre. Na morte, a alma boa vai ao céu ser julgada por Deus, enquanto o espírito terrestre permanece durante três dias no caixão de defunto com o corpo, onde ele pode escapar se as precauções próprias não forem tomadas, e aí ela aparecerá como um Duppy.4

Referências da cultura popular[editar | editar código-fonte]

O termo "duppy" foi apresentado em vários trabalhos musicais caribenhos, passando por Lee "Scratch" Perry, até Bob Marley que escreveu a música "My Cup". Marley queixava-se à Lee que ele também estava se tornando "bem-sucedido" e por isso estava sendo importunado por hangers-on (escoradores, pessoas que o usam como um "cabide") e sanguessugas, referindo-se a eles como duppies no contexto de "vampiros humanos" (como na gíria brasileira "bicão"). Lee ao que parece consolou-o dizendo, "olhe, classificaremos isto assim - somos conquistadores de duppies." Bob então passou a escrever "Duppy Conqueror", música lançada em vários álbuns, dentre eles Soul Revolution e Burnin'. O termo "duppy" também é referido na canção "Mr. Brown." Vários outros artistas jamaicanos registraram canções que se referem a Duppies, inclusive Bunny Wailer's "Duppy Gun", e Ernie Smith's "Duppy Gun-Man". Yellowman lançou um álbum intitulado Duppy or Gunman.5 Lançado também Drum & Bass, single escrito pela dupla Chase & Status e Capleton chamado "Duppy Man", com a faixa "Top Shotta" no lado B do vinil. Foi lançado no Breakbeat Kaos label em 2005. Em 2008, o artista do dancehall jamaicano Demarco fez um hit com o single 'Duppy Know Who Fi Frighten" no famoso "Shoot Out" riddim. Duppy é também o nome de uma das três partes do grupo indie/electro de Deptford, Londres.

Os Duppies aparecem como inimigos comuns no videogame de Acclaim Shadow Man (disponíveis para Nintendo 64, Sony Playstation, Sega Dreamcast, and PC). Neste jogos, eles aparecem como criações humanóides cadavéricas que atacam à queima-roupa com as suas garras e a partir de certa distância eles vomitam uma gosma verde. Há também um segredo no jogo que você pode destrancar o que permitirá que você modifique a aparência dos Shadow Man's para que eles pareçam um Duppy. (o cheat "Play as Duppy").[carece de fontes?]

O termo "duppy" também é usado na novela de 2005 de Neil Gaiman's, "Anansi Boys".6

Nas Amazing Stories (TV Show – no Brasil sintoniza no canal xx) o duppy aparece no episódio intitulado "The Sitter." (A babá) Neste episódio a babá jamaicana alerta as duas crianças (uma delas o jovem Seth Green) sobre o duppy que se esconde em armários e embaixo de camas. Ela explica que eles são espíritos infelizes que são atados à terra e tentam atacar as pessoas. Uma representação visual de um duppy então aparece brevemente no episódio e ataca as crianças.

Referências

  1. a b Jamaican Folklore | Duppy
  2. Jamaica Folklore | Rollin Calf
  3. Jamaican Folklore | Ol' Hige
  4. a b Leach, MacEdward. (1961). "Jamaican Duppy Lore". The Journal of American Folklore 74 (293): 207–215. USA: American Folklore Society. DOI:10.2307/537633.
  5. Roots Archives : Yellowman - Duppy Or Gunman
  6. Gaiman, Neil, "Anansi Boys" (2005: HarperCollins, New York)
  • Este artigo foi elaborado a partir de tradução do artigo Duppy, da Wikipédia em inglês, que se encontrava nesta versão.

Leitura Complementar[editar | editar código-fonte]

Beckwith, Martha Warren. Black Roadways, A Study of Jamaican Folk Life. [S.l.]: Chapel Hill, The University of North Carolina Press, 1929.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]