Duque de Buccleuch

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes fiáveis e independentes. (desde fevereiro de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

O título Duque de Buccleuch (AFI[bəˈkluː]) foi criado no Pariato da Escócia em 20 de abril de 1663, para o duque de Monmouth, o filho ilegítimo mais velho de Carlos II da Inglaterra, que tinha sido casado com Anne Scott, 4.° condessa de Buccleuch.

Anne foi titulada Duquesa em direito próprio ao lado de seu marido; logo, o título não foi afetado com confiscação dos bens de Monmouth, condenado à morte em 1685. Ele passou para seus descendentes, que usaram, sucessivamente, os sobrenomes Scott, Montagu-Scott, Montagu-Douglas-Scott e Scott de novo. Em 1810, o 3.° Duque de Buccleuch herdou o ducado de Queensberry, também no Pariato da Escócia, e assim aquele último título separou-se do marquesado de Queensberry. O atual Duque de Buccleuch é uma das cinco pessoas que detém dois ou mais ducados diferentes; os outros são o Duque da Cornualha e Rothesay, o Duque de Hamilton e Duque de Brandon, o Duque de Argyll (que tem dois ducados nomeados Argyll) e o Duque de Richmond, Lennox e Gordon.

Os títulos subsidiários associados com o ducado de Buccleuch são: Condes de Buccleuch (1619), Conde de Dalkeith (1663), Lorde Scott de Buccleuch (1606) e Lorde Scott de Whitchester e Eskdaill (1619). Todos estão no Pariato da Escócia. O duque também tem dois títulos subsidiários do confiscado ducado de Monmouth, que são Conde de Doncaster (1663) e Barão Scott de Tindale (1663); ambos estão no Pariato da Inglaterra. Há muitos títulos subsidiários associados com o ducado de Queensberry; entre eles, Marquês de Dumfriesshire (1683), Conde de Drumlanrig e Sanquhar (1682), Visconde de Nith, Tortholwald e Ross (1682) e Lorde Douglas de Kilmount, Middlebie e Dornock (1682) (todos no Pariato da Escócia).

O condado de Doncaster e a baronia de Scott de Tindale tinham sido perdidos no tempo da confiscação do primeiro duque, mas foram recuperados pelo 2.° Duque de Buccleuch em 1742.

O atual Duque de Buccleuch é o maior proprietário de bens do Reino Unido e o presidente do Grupo Buccleuch, uma companhia com interesses em propriedade comercial, acordos rurais, comida e bebidas.

Os principais sítios da família Montagu-Douglas-Scott são Bowhill, a três milhas de Selkirk (representando a linhagem Scott); o Castelo de Drumlanrig, na região de Dumfries and Galloway (representando a linhagem Douglas); e Boughton House, em Northamptonshire (representando a linhagem Montagu). As três residências estão abertas ao público. A família também possui o Palácio de Dalkeith, em Midlothian, que não é ocupado por tal desde 1914 e que está sendo alugado pela Universidade de Wisconsin. Sua história residência londrina foi Montagu House.

Lordes Scott de Buccleuch (1606)[editar | editar código-fonte]

Condes de Buccleuch (1619)[editar | editar código-fonte]

Duques de Buccleuch, primeira criação (1663)[editar | editar código-fonte]

Duques de Buccleuch, segunda criação (1663)[editar | editar código-fonte]

Herdeiro aparente: Richard John Walter Scott, conde de Dalkeith (n. 14 de fevereiro de 1954)
Herdeiro aparente de Conde Dalkeith: Walter John Francis Scott, Lorde Eskdaill (n. 2 de agosto de 1984)