Duque de Windsor

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
O Brasão de armas do Duque de Windsor

O título Duque de Windsor foi criado na aristocracia do Reino Unido em 1937 para o Príncipe Eduardo, antigo rei do Reino Unido, bem como cada um dos outros reinos da Commonwealth. O antigo Eduardo VIII abdicou1 em 11 de dezembro de 1936, para que ele pudesse casar com a americana divorciada Wallis Simpson, que se tornou duquesa de Windsor, mas sem ela nunca ter conseguido obter o direito de usar o tratamento de Sua Alteza.

Criação do título[editar | editar código-fonte]

No momento da abdicação, houve uma grande controvérsia quanto à forma como devia incidir num ex-Rei, tendo existido outras possibilidades, como Duque e Marquês de Cambridge e de Connaught, mas nenhum deles era bastante viável, porque o Marquesado de Cambridge e o Ducado de Connaught existiam nessa altura. Existe uma teoria de que foi patrocinado pelo Primeiro-Ministro Stanley Baldwin para conceder o título de Duque de Windsor, também disseram que era o novo rei Jorge VI que concebeu a ideia de dar um título logo após a abdicação, e que sugeriu a utilização do nome da família, como disse nas memórias do duque The King's Story (A História de um Rei).2

Até que seu irmão, o novo rei Jorge VI, decidiu pela criação de um novo título, Duque de Windsor. O ducado teve o nome da cidade de Windsor, onde se situa o Castelo de Windsor que ao longo dos séculos tem sido a residência de monarcas ingleses, desde há mais de mil anos. O nome emula estabilidade, tradição e à própria essência de ser britânico (Windsor é também o sobrenome da Família Real, pelas mesmas razões).

Durante a cerimônia da coroação, o rei Jorge VI anunciou no discurso, que o monarca normalmente pronuncia pouco antes da entrega do juramento sobre a segurança da Igreja da Escócia, que criou o título de Duque de Windsor para o seu irmão, e que era o seu desejo de que fosse conhecido como Sua Alteza Real o Duque de Windsor. Esta declaração está incluída na Gazeta de Londres. No entanto, passados vários meses, antes da Royal Patente formalmente garantir que o título havia sido estabelecido.

Com a morte do Duque em 1972, sem deixar descendentes, o título ficou extinto. É geralmente considerado que, dada a sua origem, é pouco provável que o título seja recriado no futuro.3

Armas[editar | editar código-fonte]

Como as verdadeiras armas reais pertencem ao monarca, que se tornou Jorge VI, o novo Duque de Windsor foi logo confrontado com a insólita situação de o filho mais velho ter de diferenciar as suas armas, que foi feita através de um lambel em prata com três pontas, segurando uma coroa de ouro na que se situa ao centro, indicando que ele é um ex-Rei.

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre títulos de nobreza é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.