ECHO

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

ECHO 1 e ECHO 2 são satélites tecnológicos dos Estados Unidos. São enormes balões em nylon, com 30 metros (ECHO 1) e 42 metros (ECHO 2) de diâmetro. Foram lançados, pela Agência Espacial Americana, (NASA), em 1968 e 1969, respectivamente.

O Echos foram a origem dos satélties de comunicação passivos. Os resultados mais importantes deste programa espacial foram obtidos na aeronomia e geodésica. Em virtude de suas grandes dimensões e pequenas massas eles eram muito sensíveis à flutuações atmosféricas, o que permitiu determinar a densidade das camadas atmosféricas situadas entre 1000 e 1500 km de altitude, pela análise das variações observadas em seus períodos orbitais.

ECHO 1 e ECHO 2 também foram utilizados nas primerias triangularizações geodésicas espaciais. O termo "ECHO" é um acrônico formado pelas iniciais de "Experimental Contact Highlight Operation". "Echo" também significa "eco" em inglês.

ECHO 1
ECHO 2