EMD SD60M

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém uma ou mais fontes no fim do texto, mas nenhuma é citada no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde agosto de 2012)
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.
EMD SD60 C-C nº 602 - EFC

A EMD SD60 é uma locomotiva diesel-elétrica de 3.800 hp (2.8 MW) com 6 eixos construída pela General Motors Electro-Motive Division. Projetada para puxar cargas de grande peso por distancias longas a velocidade moderadas foi introduzida no mercado americano em 1984, e produzida em varias variações até 1995.

Historia e Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

O desenvolvimento das SD50 e SD60 em meados dos anos 1970s e começo dos anos 80 foi uma resposta ao lançamento das GE B36-7 e GE C36-7 de 3600 hp (2.7MW) pela maior concorrente da EMD na época, a GE. Em 1980, o modelo EMD SD50 foi adicionado ao catálogo da EMD. Entretanto, a SD50 rapidamente se tornou um "mico" em termos de vendas devido a sua mecânica de baixa confiança, elétrica complexa e sistema de tração único da série 50, que exigia algumas peças de reposição não compatíveis com as dos modelos 40 e 45. EMD começou rapidamente a desenvolver a série SD60, que melhoraria os pontos fracos da SD50. Entretanto os desenhos da cabine e casas de motores e radiadores são indistinguíveis se comparados com as ultimas SD50. Mas a SD60 já vinha com o novo EMD 710-G3A de 16 cilindros, Gerador Principal AR-11, Motores de Tração D-87 e um sistema de controle microprocessado que controla vários sistemas da locomotiva eletronicamente (Ex. Patinação e Amperagem). Mecanicamente, a SD60 é melhor em economia e eficiência do que a SD50, porem isso não foi o bastante para retomar o mercado perdido e maquiar a mesma elétrica e mecânica de baixa confiança plagiada da SD50. EMD chegou a anunciar que três SD60 poderiam substituir quatro SD40-2, fato consumado realmente apenas com a SD70MAC, quase uma década mais nova.

Variantes[editar | editar código-fonte]

Diversas variantes da SD60 foram produzidas, incluindo:

  • A SD60 padrão, que tem frente para a frente curta.
  • A SD60F, comprada e operada pela Canadian National Railway, tem um corpo ao estilo Cowl Unit/Cowl Body e possui quatro vidros na frente da cabine.
  • A SD60I "WhisperCab" uma variação de cabine que isola a vibração e som usando sistemas de borracha de PU. A mesma cabine foi usada depois na SD70I, SD80MAC e a SD90MAC. Só a Conrail comprou essas maquinas. Tdas elas estão na Norfolk Southern e CSX atualmente.
  • A SD60M, primeiras compradas pela Union Pacific com a "North American safety cab", primeiras unidades produzidas com 3 vidros frontais, posteriormente substituídos por apenas 2.
  • A SD60MAC uma variação da SD60M de corrente alternada. Ao todo quatro unidades da SD60MAC foram testadas na Burlington Northern provando a viabilidade do sistema de tração AC da EMD, todas as compras subseqüentes foram de EMD SD70MAC.

SD60's Brasileiras[editar | editar código-fonte]

Foram compradas pela EFC duas locomotivas, junto a Equipamentos Villares S. A. (EVSA), subsidiária EMD no Brasil denominadas de SD60M por serem adaptadas a bitola larga (1600mm), sendo que as mesmas foram entregues em outubro de 1991. Foram as últimas locomotivas fabricadas pela Equipamentos Villares S/a antes da sua fusão com a General Electric do Brasil em 1992.

São numeradas como EFC 601 e 602 e ainda encontra-se em operação.

Referências[editar | editar código-fonte]