ETOM

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

eTOM é um acrônimo para enhanced Telecom Operations Map (Mapa avançado de operações de telecomunicações). O eTOM é um padrão para processos de negócio para a indústria de telecomunicações. Ele descreve o escopo completo dos processos de negócios requeridos por um provedor de serviço, definindo os elementos chave e a interação entre eles.

O eTOM pode ser comparado com o ITIL, um padrão análogo que descreve "melhores práticas" para a área de tecnologia da informação. Os dois "frameworks" fazem parte de um contexto maior, o da gestão da qualidade. Desde a década de 50 as empresas passaram a se preocupar com a formalização dos seus processos de negócio e com a criação de métricas com o objetivo de obter uma maior qualidade, diminuição na ocorrência de defeitos e maior eficiência. [carece de fontes?] O padrão ISO 9000 é provavelmente o mais conhecido dos padrões relacionados com o aperfeiçoamento de processos, mas é muito mais genérico que o eTOM e o ITIL.

O eTOM foi adotado como um padrão pelo ITU-T, em 2004, com o nome M.3050. [1]

Referências

  1. Secteur de la normalisation des télécommunications de l'UIT. Plan amélioré d'exploitation des télécommunications (eTOM) (em Francês). Página visitada em 25 de abril de 2007.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]