Earnie Stewart

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Stewart
Informações pessoais
Nome completo Earnest Lee Stewart
Data de nasc. 28 de março de 1969 (45 anos)
Local de nasc. Veghel,  Países Baixos
Nacionalidade Norte-americano e holandês
Altura 1,75 m
Apelido Big Ern
Informações profissionais
Clube atual Aposentado
Posição Meio-campista
Clubes de juventude
UDI'19
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos/gols)
1988–1990
1990–1996
1996–2003
2003–2004
2004–2005
Países Baixos VVV-Venlo
Países Baixos Willem II
Países Baixos NAC Breda
Estados Unidos D.C. United
Países Baixos VVV-Venlo
62 (15)
170 (49)
199 (50)
47 (4)
6 (1)
Seleção nacional
1990-2004 Flag of the United States.svg Estados Unidos 101 (17)

Earnest Lee Stewart (Veghel, Países Baixos, 28 de Março de 1969), mais conhecido como Earnie Stewart, é um ex-futebolista norte-americano, que jogou três Copas do Mundo. Atualmente exerce a função de diretor-esportivo do AZ Alkmaar.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Nascido nos Países Baixos (é filho de um soldado estadunidense com uma cidadã neerlandesa), Stewart desenvolveu a maior parte de sua carreira em seu país natal. Começou a jogar profissionalmente em 1988, no VVV Venlo, com apenas 19 anos. Ficou no time até 1990. Nesse anos, ele foi para o Willem II, onde jogou até 1996. Ainda em 96, Earnie foi para o NAC Breda, onde ele viveu seus melhores momentos. Disputou 199 partidas, e fez 50 gols.

Passagem pelo D.C. United[editar | editar código-fonte]

Após 8 anos de Holanda, Stewart decidiu jogar nos Estados Unidos, no D.C. United. Ele ficou de 2003 a 2004, jogando 47 partidas, e fazendo quatro gols.

Retorno à Holanda[editar | editar código-fonte]

Em 2004, Earnie Stewart retornou à Holanda e ao VVV-Venlo, seu primeiro clube. Mas ele, já com 35 anos, não tinha a mesma habilidade e rapidez do começo da carreira. Mesmo assim, ele disputou seis partidas, e marcou um gol.

Atuações na Seleção Norte-americana[editar | editar código-fonte]

Pela Seleção dos EUA, Stewart fez a sua estreia em 1990, mas não foi convocado para a Copa do Mundo daquele ano. Entretanto, ele foi convocado para os mundiais de 1994, 1998 e 2002. Marcou apenas um gol na história das Copas, contra a Colômbia.

Em 1998 e 2002, jogou menos do que em 1994, mas ainda assim foi titular na maioria dos jogos. Stewart defendeu a seleção ianque também na Copa das Confederações de 2003, seu último torneio com a camisa ianque, que deixou de ser usada por ele em 2004, após 101 partidas e 17 gols marcados.

Após a aposentadoria[editar | editar código-fonte]

Em 14 de maio de 2006, Stewart, após ter deixado os gramados no ano anterior, voltou ao NAC Breda, agora como diretor técnico.

Em 2010, passou a ser diretor-esportivo do AZ Alkmaar.