Economia de Marrocos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Economia do Marrocos
100 dirrã marroquino
Moeda Dirrã marroquino
Ano fiscal Ano calendário
Blocos comerciais OMC, GAFTA
Estatísticas
PIB 153,8 bilhões (2010) (58º lugar)
Variação do PIB 4,2% (2010)
PIB per capita 4.900 (2010)
PIB por setor agricultura 17,1%, indústria 31,6%, comércio e serviços 51,4% (2010)
Inflação (IPC) 2,5% (2010)
População
abaixo da linha de pobreza
15% (2007)
Coeficiente de Gini 40,9 (2005)
Força de trabalho total 11,63 milhões (2010)
Força de trabalho
por ocupação
agricultura 44,6%, indústria 19,8%, comércio e serviços % (2006)
Desemprego 9,8% (2010)
Principais indústrias mineração e processamento de fosfato, processamento de alimentos, artigos de couro, têxteis, construção civil, turismo
Exterior
Exportações 14,49 bilhões (2010)
Produtos exportados roupas e têxteis, componentes elétricos, produtos químicos inorgânicos, transístores, minerais brutos, fertilizantes (incluindo fosfatos), produtos de petróleo, frutas cítricas, legumes, peixe
Principais parceiros de exportação Espanha 22,02%, França 20,22%, Índia 4,91%, Itália 4% (2009)
Importações 34,19 bilhões (2010)
Produtos importados petróleo cru, tecidos, equipamentos de telecomunicação, trigo, gás natural e eletricidade, transístores, plásticos
Principais parceiros de importação França 16,95%, Espanha 14,72%, República Popular da China 7,1%, Itália 6,76%, Alemanha 6,28%, Estados Unidos 5,66%, Arábia Saudita 5,11% (2009)
Dívida externa bruta 22,69 bilhões (2010)
Finanças públicas
Receitas 23,42 bilhões (2010)
Despesas 27,08 bilhões (2010)
Ajuda económica 651,8 milhões, recebida (2005)
Fonte principal: CIA World Fact Book
Salvo indicação contrária, os valores estão em US$

Marrocos pertence ao grupo de países emergentes, com um sistema econômico misto. Desde 1993 o governo seguiu uma política de privatização das empresas públicas, bem como da liberalização de muitos setores. A economia do país é uma das melhores da África, graças ao tratado de comércio e exportação que o país fez com os Estados Unidos e a com a União Europeia.

Marrocos é o maior exportados mundial de fosfato e equipamentos petrolíferos. Possui terras áridas em quase todo o território. O rei Mohammed VI lançou vários projetos de modernização econômica. A partir deles, o país começou a apresentar um crescimento grande do PIB - 4,4% em 2001, 7,5% em 2005, 9.3% em 2006. O país possui também grandes reservas de petróleo no Deserto do Saara.

Mesmo tendo nos últimos anos seguido uma política de diversificação econômica, a agricultura, que só representa 17,1% do PIB emprega ao 44% da população ativa. Em 2009 mesmo com a crise econômica que afetou parte do mundo, o país conseguiu um crescimento de 5,0%[1] graças em parte ao grande protecionismo ao sistema bancário marroquino e aos bons resultados no setor agrícola.

O país está se esforçando para manter um alto Índice de Desenvolvimento Humano e estabilidade na economia. Em 2010 o país teve um PIB per capita (ou Renda per capita) de US$4.900[2] . Juntando com o PIB do Saara Ocidental, o resultado é US$5.555[carece de fontes?].

O país apresentou um IDH de 0,644 em 2004. Estima-se que para 2008 o IDH seja de 0,725, em 2012 de 0,753 e em 2016, 0,811. Os déficits comercial e orçamentário do Marrocos cresceram durante 2010, e a redução da despesa do governo e a adaptação a um crescimento econômico reduzido da Europa - onde está seu principal mercado - serão os desafios do país em 2011. Para o longo prazo, um dos principais desafios é melhorar a educação e criar oportunidades de emprego para os jovens, além de reduzir as desigualdades entre ricos e pobres e combater a corrupção[2] .

Dados econômicos[editar | editar código-fonte]

Um turista anda de camelo no Marrocos, onde o turismo tem sido uma fonte de renda para muitos marroquinos.

Referências


Morocco Flag Map (Western Sahara excluded).PNG Marrocos
História • Política • Subdivisões • Geografia • Economia • Demografia • Cultura • Turismo • Portal • Imagens